Capa do livro: ALIANÇA (NEO) DESENVOLVIMENTISTA E DECADÊNCIA IDEOLÓGICA NO CAMPO:<br> movimentos sociais e reforma agrária do consenso

ALIANÇA (NEO) DESENVOLVIMENTISTA E DECADÊNCIA IDEOLÓGICA NO CAMPO:
movimentos sociais e reforma agrária do consenso

Autores: Arlete Ramos dos Santos

livro impresso
de R$ 45,90 por
livro digital
de R$ 45,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Esse livro traz o resultado de uma pesquisa que foi realizada na Regional Extremo Sul da Bahia, a qual teve como objetivo analisar as contradições originadas de uma parceria entre os movimentos sociais do campo, de cunho progressista (MST, FTL, MRC, APRUNVE, FETAG, MLT), o governo do Estado da Bahia, de caráter (Neo)desenvolvimentista, e as empresas do agronegócio de eucalipto, Fíbria S.A. e Veracel Celulose S.A. Nesse contexto buscamos compreender as contradições presentes na realidade que envolve a relação entre reforma agrária, agronegócio, movimentos sociais do campo e educação.  Os resultados da pesquisa apontaram que nessa parceria, as empresas citadas têm contribuído no Extremo Sul da BA, com financiamentos para a implementação de projetos pautados na agroecologia, e ainda para a construção de agroindústrias e de espaços educativos em assentamentos. Todavia, a contrapartida “negociada” é que os movimentos sociais não deverão ocupar as áreas destas empresas de eucalipto, surgindo assim, um novo jeito de fazer reforma agrária, fundamentado no “consenso” entre as empresas do agronegócio e estes movimentos sociais do campo que atuam na região supracitada. O referido “consenso” é realizado com a mediação do governo da Bahia, representando o Estado (Neo)desenvolvimentista o qual tem a tarefa de regulamentar essa relação antagônica entre capital e trabalho estabelecendo uma parceria entre o campesinato e o agronegócio, subordinando  os camponeses cada vez mais às demandas das grandes empresas e do capital financeiro. Estamos aqui designando de “Reforma Agrária do Consenso” o paradigma específico de reforma agrária originado dessa relação contraditória.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-0986-2
DOI: 10.24824/978854440986.2
Ano de edição: 2016
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 210
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

ALIANÇA (NEO) DESENVOLVIMENTISTA E DECADÊNCIA IDEOLÓGICA NO CAMPO:<br> movimentos sociais e reforma agrária do consenso

Autores

ARTELE RAMOS DOS SANTOS
Pós-doutorado em Educação e movimentos sociais do campo pela UNESP. Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, mestrado e doutorado em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais. Atualmente é professora Adjunta da Universidade Estadual de Santa Cruz, atuando na graduação e pós-graduação. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: Gestão educacional, administração escolar, burocracia estatal e privada, organização o trabalho pedagógico, educação do campo, Educação de Jovens e Adultos, políticas educacionais e movimentos sociais do campo. É membro da equipe de professores do Programa de Pós-Graduação em Educação Básica da Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC e faz parte do Colegiado Estadual do Pronera, na Bahia.