Capa do livro: ESTÁGIO, POLÍTICAS EDUCACIONAIS E FORMAÇÃO DE PROFESSORES

ESTÁGIO, POLÍTICAS EDUCACIONAIS E FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Autores: Bárbara Cristina Moreira Sicardi Nakayama (Org.)

livro impresso
de R$ 41,90 por
livro digital
de R$ 41,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

As atuais discussões acadêmicas no âmbito da formação docente vêm problematizando a temática do estágio, enquanto componente curricular, nos mais diversos contextos: aproximação entre teoria e prática; espaço de aproximação entre a formação inicial e o campo de atuação docente; projetos e práticas exitosas nas licenciaturas etc. No âmbito das pesquisas sobre formação de professores, o estágio aparece com ênfase nas experiências e na sua compreensão enquanto eixo articulador entre teoria e prática profissional.
É possível encontrar um número expressivo de pesquisas que abordam a temática do estágio curricular supervisionado, destacando àquelas que apresentam reflexões sobre sua possibilidade formativa, assim como as que propõem o estágio como meio de aproximação da escola com a universidade, da prática com a teoria, de investigação, produção de conhecimentos e de resignificação da prática. Nesse sentido, enquanto finalidade o estágio revela possibilidades de uma perspectiva de aproximação ao campo de atuação potencializada pela indissociabilidade de ensino, pesquisa e extensão.
Na perspectiva de apresentar questões relativas à dinâmica dos estágios nos cursos de licenciatura, destacar as práticas bem-sucedidas assim como desafios e dificuldades referentes às especificidades das áreas e contradições na interface com a esfera de profissionalização docente é que este livro se justifica, vislumbrando a partir dos relatos de pesquisas e experiências que o compõem, revelar os limites e possibilidades deste campo.
O livro surge como fruto de um esforço coletivo para discutir a temática a partir da organização de um Simpósio sobre Estágio Curricular nas Licenciaturas, estruturado com o apoio do Laboratório Interdisciplinar de Formação de Educadores – LIFE. Os textos que se apresentam são de autoria dos conferencistas e mediadores das discussões, convidados a integrar esta obra em decorrência da qualidade dos debates que subsidiaram.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-1434-7
DOI: 10.24824/978854441434.7
Ano de edição: 2017
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 152
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

ESTÁGIO, POLÍTICAS EDUCACIONAIS E FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Autores

ADRIANA ROSMANINHO CALDEIRA DE OLIVEIRA
Possui graduação em psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC - RIO, 1988), especialista em Psicologia Clínica pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro (CRPRJ, 2002) mestrado em Educação em Ciências e Saúde pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (NUTES/UFRJ, 2002) e doutorado em Educação pela Universidade de Sorocaba (UNISO - 2015). Atualmente é membro da Associação Brasileira de Psicologia Social e professor Adjunto I da Universidade Federal do Amazonas na Faculdade de Psicologia (FAPSI/UFAM). Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Social, atuando principalmente nos seguintes temas: saúde mental, políticas públicas, álcool e outras drogas desinstitucionalização, intervenção psicossocial e equipe multiprofissional.

ANA LÚCIA MANRIQUE
Possui graduação em Matemática pela Universidade de São Paulo (1987), mestrado em Ensino de Matemática (1994) e doutorado em Educação (Psicologia da Educação) (2003), ambos pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e Pós-Doutorado no Programa de Pós-graduação em Educação da PUC/RJ (Pós-Doc Júnior CNPq) (2008). É professora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atua como pesquisadora no projeto aprovado no edital dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia do MCT/CNPq/FNDCT/CAPES/FAPEMIG/FAPERJ/FAPESP intitulado por Instituto Nacional de Eletrônica Orgânica (INEO. Coordenou subprojeto da área de Ciências Exatas do PIBID-PUC/SP. Coordena projeto aprovado no Observatório da Educação, edital 2010, Desafios para a educação inclusiva: pensando a formação de professores sobre os processos de domínio da matemática nas séries iniciais da educação básica; participa como pesquisadora do projeto aprovado no Observatório da Educação, Capes, edital 2012, intitulado; Rede Colaborativa de Práticas na formação de professores que ensinam matemática: múltiplos olhares, diálogos e contextos, projeto em rede com a UFSCar, UFABC e PUC-SP. Coordena projeto aprovado no edital 44/2014 do Programa de Apoio à Formação de Profissionais no campo das Competências Socioemocionais, projeto em parceria entre PUC/SP e UFTM. É coordenadora local de projeto aprovado no edital 59/2014 no Programa Tecnologia Assistiva no Brasil e Estudos sobre Deficiência, projeto em rede entre UFRJ, PUC/SP e UNIVAP. Pesquisa sobre os seguintes temas: Formação de professores que ensinam matemática, Formadores de professores, Saberes docente, Trabalho docente, Mapas conceituais, Cálculo Diferencial e Integral e Educação Inclusiva.

ANSELMO JOÃO CALZOLARI NETO
Graduação em Ciências Biológicas (licenciatura e bacharelado) pela Universidade Federal de São Carlos (1999), mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (2003) e doutorado em Educação também pela UFSCar (2012). Atualmente é Professor Adjunto 1 da UFSCar, campus de Araras, onde é responsável pelas disciplinas: Didática Geral, Metodologia de Ensino de Ciências e Estágios Supervisionados. Compõe o grupo de pesquisa Educação em Ciências da Natureza, atuando na linha de Formação de Professores de Ciências e Biologia e, desde 2012, o grupo de pesquisa Núcleo de Investigação e Ação Social e Educativa (NIASE) da UFSCar, campus São Carlos, atuando nas linhas: Processos de Ensino e Aprendizagem e Igualdade de Gênero. Desde 2013, é coordenador do Núcleo de Extensão UFSCar-Escola que abriga projetos de extensão relacionados à Educação de Jovens e Adultos e Democratização do Acesso ao e Permanência no Ensino Superior. Em 2015, integra a equipe de Coordenadores de Área em subprojeto de Biologia do PIBID-UFSCar. Tem experiência de ensino, pesquisa e extensão em Didática e Formação de Professores, investigando a aprendizagem da docência e processos de ensino e de aprendizagem de Ciências e Biologia, em educação formal e não formal, regular e EJA, com enfoque nos estudos interculturais (etnia, raça, gênero, sexualidade, religiosidade, classe social) e aprendizagem dialógica (igualdade de diferenças).

BÁRBARA CRISTINA MOREIRA SICARDI NAKAYAMA
Graduação em Pedagogia (1997) e Mestrado em Educação (2000) pela Universidade Federal de São Carlos. Doutorado em Educação (2008) pela Universidade Estadual de Campinas. Experiência na área de Educação, em cursos de graduação e especialização Lato-Sensu presenciais e EAD, com ênfase em Didática, Metodologia e Prática de Ensino e Educação Matemática atuando principalmente nos seguintes temas: Formação de Professores, Estágio e Docência, Pesquisa e Ensino e atuação dos professores que ensinam Matemática. Atualmente é professora na Universidade Federal de São Carlos - Campus Sorocaba, atuando em cursos de Licenciatura e no curso de Mestrado Acadêmico em Educação. Lidera o Núcleo de Estudos e Pesquisas “Narrativas, Formação e Trabalho Docente”.

CECÍLIA LEIKO JOJIMA
Mestranda do Programa de Pós Graduação em Diversidade Biológica e Conservação, na Universidade Federal de São Carlos. Bióloga graduada no curso de Licenciatura Plena em Ciências Biológicas, no Campus Sorocaba da Universidade Federal de São Carlos.

 

DANIELA FRANCO CARVALHO
Sou licenciada em Ciências Biológicas (1997), com mestrado em Ciência de Alimentos (2000) e doutorado em Educação (2006). Tudo pela Universidade Estadual de Campinas. Desde 2008 atuo como professora no Instituto de Biologia e no Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia. Trabalho uma disciplina sobre Ciências e Mídias e tenho atuado como supervisora de estágio curricular em ciências e biologia. Pesquiso sobre museus e mídias, tendo como referencial teórico a obra do filósofo russo Mikhail Bakhtin. Participo do Estúdio MMuCCE (Mídias, Museus, Ciências, Culturas e Educação) onde criamos fabulações sobre o contemporâneo.

DENISE FILOMENA BAGNE MARQUESIN
Possui graduação em Licenciatura Plena em Matemática pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras Nossa Senhora do Patrocínio (1982), graduação em Licenciatura Plena em Pedagogia - Plínio Augusto do Amaral (1991), mestrado em Educação pela Universidade São Francisco (2007), doutorado em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2012) e Pós-Doutoral em Educação, pela Universidade São Francisco (2015). Atua como formadora de professores de Matemática na UNICAMP - Programa de Alfabetização na Idade Certa - PNAIC. Atualmente é coordenadora e professora - Anhanguera Educacional S A na unidade de Jundiaí e tutora de Educação a Distância - EAD, pela UNOPAR. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: aprendizagens, desenvolvimento profissional, matemática, práticas pedagógicas e intervenção educativa.

DOUGLAS DA SILVA TINTI
Doutor em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Mestre em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Especialista em Estatística Aplicada e Licenciado em Matemática e pela Universidade Metodista de São Paulo. Professor e Coordenador dos cursos de Licenciatura em Matemática e de Pós-Graduação Lato Sensu em Educação Matemática na Universidade Cidade de São Paulo. Também coordena o curso de Licenciatura em Matemática EaD da Universidade de Franca e da Universidade Cruzeiro do Sul (Grupo Cruzeiro do Sul Educacional). Atuou como Assessor de área de conhecimento (Matemática) e professor de Matemática em escolas da Educação Básica. Atualmente é Diretor Regional da Sociedade Brasileira de Educação Matemática (SBEM-SP). Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Educação Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas dentro da Educação Matemática: Formação de Professores, Iniciação à Docência, Práticas de Ensino e Estágio Supervisionado.

ELAINE GOMES MATHEUS FURLAN
Licenciatura Plena em Química pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (IQ/UNESP/Araraquara); Licenciatura em Pedagogia; mestrado e doutorado pelo Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: História, Política, Sociedade da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP); pós-doutorado vinculado ao projeto temático Programas especiais de formação de professores, educação a distância e escolarização: pesquisas sobre novos modelos de formação em serviço; (PUC-SP/FE-USP/FAPESP). Experiência no ensino fundamental, médio e superior. Pesquisas que envolvem: formação de professores, cultura escolar e estudantil, professores iniciantes, processos de socialização e construção de identidade profissional, políticas educacionais na América Latina. Atualmente é Professora Adjunta na Universidade Federal de São Carlos.

FERNANDA KEILA MARINHO DA SILVA
Possui graduação em Ciências Biológicas Licenciatura pela Universidade Estadual de Campinas (1998), mestrado em Geociências pela Universidade Estadual de Campinas (2002) e doutorado em Ensino e História de Ciências da Terra pela Universidade Estadual de Campinas (2009). Tem experiência na área de Educação, com ênfase na Formação Inicial e Continuada de Professores, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de ciências, ensino de biologia, ensino de física, educação ambiental, imagem e educação, investigação em sala de aula, propostas interdisciplinares e formação de professores. É professora adjunta II do Departamento de Física, Química e Matemática da UFSCar - Sorocaba. Coordenou projeto de pesquisa da linha auxílio regular apoiado pela FAPESP (2012/06170-2) intitulado: “Pesquisa do professor e pesquisa colaborativa na formação continuada com temas geocientíficos” (2012-2014). Coordena projeto de pesquisa que investiga o desenvolvimento profissional docente de futuros professores de Física (2014-atual) e coordena também, junto a outros pesquisadores, sub projeto interdisciplinar do PIBID (2014-atual). Atua como professora do Programa de Pós Graduação Multiunidades em Ensino de Ciências e Matemática.

FRANCIELE GONÇALVES DE OLIVEIRA
Possui graduação em Licenciatura Plena em Física, pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), campus Sorocaba e aluna de mestrado, junto ao Programa de Pós Graduação Multiunidades em Ensino de Ciências e Matemática (PECIM), pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), seguindo a linha de pesquisa Ensino, Aprendizagem e Formação de Professores na Área do Ensino de Ciências e Matemática. Possui interesse na Área Educacional, Ensino de Ciências/Física e Formação de Professores.

HYLIO LAGANÁ FERNANDES
Prof. Dr. Hylio Laganá Fernandes é licenciado em Ciências Biológicas pela USP São Paulo (1989), mestre em Psicologia (Psicologia Experimental) pela USP São Paulo (1997) e doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2005). Atualmente é professor associado do departamento de Ciências Humanas e Educação (DCHE) da Universidade Federal de São Carlos; docente do Programa de pós-graduação de Mestrado em Educação (PPGEd - Sorocaba - UFSCar), líder do grupo de pesquisa “Imagens em Ação” e coordenador do programa de extensão “Formação e aperfeiçoamento de Educadores”. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Formação de Professores, atuando principalmente em formação docente e recursos didáticos. Além do ensino formal, dedica-se a atividades de extensão e divulgação científica.

ISABELA CUSTÓDIO TALORA BOZZINI
Possui Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1994/1995), Licenciatura Plena em Pedagogia pela Fundação Educacional de Guaxupé (2003), mestrado em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba (1999) e doutorado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (2005). Atualmente é professora adjunta do Departamento de Ciências da Natureza, Matemática e Educação (DCNME) do Centro de Ciências Agrárias (CCA) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), campus de Araras. Responsável pelas disciplinas de Estágio Supervisionado em Ciências e Biologia e Metodologia de Ensino de Biologia, ambas para o curso de Ciências Biológicas. Já foi Coordenadora de Área e de Gestão do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) e atualmente é Coordenadora Institucional do PIBID-UFSCar. Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de ciências, formação de professores, ensino de biologia, perspectiva CTS e trabalho coletivo entre professores.

IZADORA ORMENEZI
Graduanda no Curso de Ciências Biológicas, nas modalidades Bacharelado e Licenciatura, pela Universidade Federal de Uberlândia - UFU. Colaboradora no Laboratório Integrado de Neurociência Funcional Aplicado a Clínica e Cirurgia e Estagiária na Diretoria de Processos Pedagógicos (DIPED-UFU).

JANE CRISTINA CONZATTI SANTIAGO
Possui graduação em Direito pela Universidade Estadual de Maringá (2001) e Especialização em Bioética pela Universidade Estadual de Londrina (2003). Atualmente é graduanda da Universidade Federal de São Carlos. Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em comportamento animal

LAURIZETE FERRAGUT PASSOS
Possui graduação em Pedagogia, mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1990), doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1997) e pós-doutorado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Professora aposentada da Unesp e atualmente Professora assistente da Pontifícia Universidade Católica de S.P. Foi coordenadora do GT Formação de Professores da ANPED e atualmente coordena projeto de pesquisa CAPES/INEP/SECAD - Observatório da Educação. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Formação de Professores, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, formação de professores de matemática, trabalho docente, profissionalidade docente, cursos de licenciatura, educação matemática.

MAYNARA SANTANA GONÇALVES
Graduanda em Ciências Biológicas. Universidade Federal de Uberlândia. 

SOLANGE APARECIDA DA SILVA BRITO
Mestre em Educação pela UFSCar – Campus Sorocaba e Supervisora de Ensino vinculada à Secretaria Municipal de Educação de Sorocaba

TERESA MARY PIRES DE CASTRO MELO
Docente do Departamento de Ciências Humanas e Educação (DCHE) e do Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos (campus Sorocaba). Mestrado e doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo. Líder do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Tecnologia, Cultura e Sociedade e pesquisadora do Grupo de Pesquisa Educação, Comunidade e Movimentos Sociais.

TÉRSIO GUILHERME DE SOUZA CRUZ
Possui graduação em Física pela Universidade Estadual de Londrina (1995), mestrado em Física pela Universidade Estadual de Campinas (1998) e doutorado em Física pela Universidade Estadual de Campinas (2002). Foi professor do CESET (hoje Faculdade de Tecnologia da Unicamp) da Unicamp de 2002 a 2009. Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de São Carlos/campus Sorocaba/Departamento de Física Química e Matemática. Tem experiência na área de Física, com ênfase em Matéria Condensada, atuando principalmente nos seguintes temas: filmes finos, eletroquímica, células solares. Na área de ensino e formação de professores, ministra disciplinas para os cursos de licenciatura em Física, Química e Matemática, é Coordenador de Área do Subprojeto de Física do PIBID/CAPES - Campus de Sorocaba e orienta no Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física/Polo UFSCar/Sorocaba.