Capa do livro: PRÁTICA PSICOLÓGICA EM INSTITUIÇÕES:<br> clinica, saúde e educação

PRÁTICA PSICOLÓGICA EM INSTITUIÇÕES:
clinica, saúde e educação

Autores: Barbara E. B. Cabral - Carmem Lúcia B. Tavares Barreto - Maria Julia Kovács - Maria Luisa Sandoval Schmidt (Orgs.).

livro impresso
de R$ 54,90 por
livro digital
de R$ 54,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Esta publicação do grupo de pesquisadoras e pesquisadores que constituem o Grupo de Trabalho Práticas psicológicas em instituições: atenção, desconstrução e invenção, da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia/ANPEPP, “reflete o momento atual do grupo como parte de sua história de mais de duas décadas. Pauta-se, sobretudo, mas não exclusivamente, no aprofundamento do estudo das ressonâncias das ideias da fenomenologia existencial na psicologia clínica e na educação e também no desenvolvimento de práticas inovadoras nessas áreas. Tal processo foi fundamentado em pesquisas acadêmicas comprometidas com o atendimento da população em instituições públicas e privadas de saúde e educação. Atualmente, o grupo se abriu para a interlocução com outros autores, nomeadamente, Jean-Paul Sartre, Hannah Arendt, Michel Henry, Enrique Pichón-Riviére e Franco Basaglia.

[...]

O conjunto dos trabalhos apresentados nesta publicação mostra o quanto os objetivos comuns deste grupo de pesquisadores são compartilhados: o envolvimento com a questão ético-política presente no cuidado psicológico oferecido em instituições de saúde e educação; a preocupação com o desenvolvimento de práticas clínicas e psicoeducativas inovadoras; o interesse na formação de profissionais, pesquisadoras e pesquisadores, a partir de projetos de extensão, de pesquisas interventivas e participantes. Nessa direção, o diálogo entre pressupostos filosóficos e teóricos diversos partilha uma crítica à hegemonia da ciência moderna, privilegiando a prática psicológica não como aplicação técnica da teoria, mas sim como questionamento ao conhecimento teórico instituído” (Heloisa Szymanski).

 

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-1534-4
DOI: 10.24824/978854441534.4
Ano de edição: 2017
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 208
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

PRÁTICA PSICOLÓGICA EM INSTITUIÇÕES:<br> clinica, saúde e educação

Autores

HENRIETTE TOGNETTI PENHA MORATO
Psicóloga. Professora e pesquisadora da USP. Mestrado em Psicologia Educacional (Un. of Utah). Doutorado e Livre-Docência em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano (IPUSP). Pós-doutorado na Universidade de Paris. Professora do Mestrado Profissional Interunidades de Formação em Saúde (FOUSP). Coordenadora do Laboratório de Estudos em Fenomenológica Existencial e Prática em Psicologia (LEFE/IPUSP). Líder do Diretório de Grupos CNPq “Aprendizagem Significativa na Formação de Profissionais de Saúde e Educação” e membro de GT da ANPPEP “Práticas psicológicas em instituições: atenção, desconstrução e invenção”.

CARMEM LÚCIA BRITO TAVARES BARRETO
Possui Doutorado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo. Atualmente é professora adjunta da Universidade Católica de Pernambuco e Coordenadora da Linha de Pesquisa de “Práticas Psicológicas em Instituições” do Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica. Coordenadora do GT-Prática Psicológica em Instituições: atenção, desconstrução e invenção da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia (ANPEPP). Pesquisadora vinculada ao Grupo de Pesquisa de Psicologia Clínica da Universidade Católica de Pernambuco cadastrado no CNPq. Coordenadora do Laboratório de Psicologia Clínica Fenomenológica Existencial da UNICAP – LACLIFE e membro do Laboratório de Estudos e Prática em Psicologia Fenomenológica e Existencial da Universidade de São Paulo – LEFE. Consultório particular em Psicologia Clínica desde 1974. Desenvolve pesquisas na área de Psicologia Clínica com ênfase em Psicoterapia e Práticas Psicológicas, atuando principalmente nos seguintes temas: Psicologia Clínica, Psicologia Fenomenológica Existencial, Práticas Psicológicas em Instituições de Saúde e atualmente em Ação Clínica do psicólogo em Saúde Pública. Tem três livros publicados como organizadora, diversos capítulos e artigos em revistas científicas credenciadas pelo QUALIS – CAPES.

SÍLVIA RAQUEL SANTOS DE MORAIS

Graduada em Psicologia pela UFPE. Mestrado em Psicologia pela UFRN. Doutorado em Psicologia da Saúde pela UFES. Professora adjunta do Colegiado de Psicologia da Universidade Federal do Vale do São Francisco/Univasf. Coordenadora do Laboratório de Estudos e Práticas transdisciplinares em Saúde e Educação/LETRANS. Supervisora de estágio profissionalizante e coordenadora do Plantão psicológico no Centro de Estudos, Pesquisas e Práticas em Psicologia (CEPPSI/UNIVASF). Tutora do Programa de Educação pelo trabalho em Saúde (PET GraduaSUS/Ministério da Saúde) e da Residência Multiprofissional em Saúde da UNIVASF (Programa de Intensivismo. Hospital Universitário EBSHER/UNIVASF). Membro do GT ANPEPP: GT-Práticas Psicológicas em Instituições: atenção, desconstrução e invenção.

THALITA SILVA DE CASTRO
Graduada em Psicologia pela Univasf. Psicóloga do CRAS de Senhor do Bonfim-BA.

WALERIA MENDES DE CARVALHO DOS ANJOS
Graduada em Psicologia pela Univasf.

MONICA APARECIDA TOMÉ PEREIRA
Bacharela em Estatística (UNESP), Mestre em Estatística e Experimentação (UFLA), doutora em Demografia (UNICAMP), é professora adjunta de Probabilidade e Estatística, do Colegiado de Psicologia, na Universidade Federal do Vale do São Francisco. É membro dos grupos de pesquisa População, Ambiente, Espaço e Sustentabilidade (UNICAMP) e Laboratório de Estatística Aplicada e Estudos Populacionais (Univasf). É credenciada no Mestrado Profissional em Extensão Rural (Univasf).

LUCIANA SZYMANSKI
Graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São, mestrado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo e doutorado pelo Programa de Estudos Pós Graduados em Educação: Psicologia da Educação da PUC-SP. Atualmente é docente da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo no Curso de Psicologia e no Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Psicologia da Educação onde leciona as disciplinas “Psicologia Fenomenológica” e “As instituições de formação da infância e juventude e suas interfaces clínico-políticas”; supervisiona estágios no núcleo “Práticas clínico-educacionais junto à infância e juventude: constituição da subjetividade e cidadania”. Atualmente coordena o projeto de pesquisa “Infância e adolescência em foco na pesquisa interventiva e de base fenomenológica: estreitando o diálogo entre Universidade e Comunidade” parte do grupo de pesquisa “Práticas Educativas e Atenção Psicoeducacional na Escola, Família e Comunidade” (ECOFAM) do qual é líder. Membro do GT-ANPEPP: Práticas Psicológicas em Instituições: atenção, desconstrução e invenção.

NILSON GOMES VIEIRA FILHO
Doutorado em Psicologia Clínica – Universite de Paris VII (1992). Pós-Doutorado em Psicologia Clínica-Universidade de São Paulo (2006). Pós-Doutorado (Senior) na área de psicologia clínica- Universität Leipzig (2014). Professor do Mestrado em Psicologia e da Graduação da Universidade Federal do Amazonas/UFAM. Membro do GT ANPEPP: “Práticas Psicológicas em Instituições: atenção, desconstrução e invenção”.

JOANNE PAOLA MENEZES DE OLIVEIRA
Mestre em Psicologia pela Universidade Federal do Amazonas/UFAM (2012). Psicóloga do Secretaria Municipal de Saúde de Manaus.

MARIA JULIA KOVÁCS

Psicóloga pela PUC-SP, professora livre docente do Instituto de Psicologia da USP, coordenadora do Laboratório de Estudos sobre a Morte, docente das disciplinas Aconselhamento Psicológico e Fundamentos Fenomenológicos Existenciais do Aconselhamento Psicológico, Psicologia da Morte. Autora dos livros: Morte e Desenvolvimento Humano, Educação para a Morte Temas e Reflexões e Organizadora do Livro: Morte e existência humana: caminhos de cuidados e possibilidades de intervenção. Coordenadora do projeto Falando de Morte – filmes educativos. Membro do GT “Prática Psicológica em Instituições: atenção, desconstrução e invenção” da ANPEPP.

MARIA LUISA SANDOVAL SCHMIDT
Graduação, Mestrado, Doutorado e Livre Docência no Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo. Atualmente Professora Titular do IPUSP e coordenadora do Serviço de Aconselhamento Psicológico (SAP) e do Laboratório de Estudos do Imaginário (LABI), ambos do IPUSP. Membro do no GT “Prática Psicológica em Instituições: atenção, desconstrução e invenção” da ANPEPP.

BARBARA ELEONORA BEZERRA CABRAL
Graduação em Psicologia pela UFPE (1997). Curso de Especialização em Saúde Pública pelo CPqAM/FIOCRUZ (1998). Mestrado em Psicologia Clínica pela UNICAP (2004). Doutorado em Psicologia pela UFES (2011). Antes do ingresso na carreira docente do Ensino Superior, atuou como psicóloga no SUS, mais especificamente na área de saúde mental, transitando em diversas funções e contextos, incluindo cargos de gestão da política de saúde mental e gerenciamento de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), nas cidades de Cabo de Santo Agostinho-PE e Recife-PE. Compõe o corpo docente do Colegiado de Psicologia da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Campus Petrolina-PE, além de integrar o Colegiado das Residências Multiprofissionais em Saúde da referida instituição. Atualmente coordena o Programa de Residência Multiprofissional em Saúde Mental. Membro do GT ANPEPP “Prática Psicológica em Instituições: atenção, desconstrução e invenção”.

GRÉCIA REJANE NONATO DE LIMA
Psicóloga pela Univasf. Mestranda do Programa de Pós-graduação da Univasf, na linha de pesquisa: Processos Psicossociais.

GABRIELLA SANTOS WRUBLEWSKI
Psicóloga especialista em Saúde da Família pelo Programa de Residência Multiprofissional de Saúde da Família da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf/SESAB 2015-2017). Possui graduação em psicologia pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia/UFRB (2013). Participa do grupo de pesquisa “Prática psicológica em instituições” (USP) como pesquisadora colaboradora (2016). É psicóloga atuante do Núcleo de Mobilização Antimanicomial do Sertão (Numans).

MARIA INÊS BADARÓ MOREIRA
Graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Mestrado e doutorado em Psicologia pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFES. Pós-doutorado em Saúde Coletiva pela Faculdade de Ciências Médicas – UNICAMP. Atualmente é docente e supervisora de Estágio na área de Saúde Mental para o Curso de Psicologia da Universidade Federal de São Paulo – Campus Baixada Santista. Também atua como orientadora e docente no Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Saúde e no Mestrado Profissional de Ensino em Saúde da Unifesp. Líder do Grupo de Pesquisa do CNPq denominado “Núcleo de Reforma Psiquiátrica e Atenção Básica”. Membro do GT “Práticas Psicológicas em Instituições: atenção, desconstrução e invenção” da ANPEPP.

NATHALIE ANIELE DA SILVA CARDOSO GOMES
Graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Vale do São Francisco/Univasf. Psicóloga Clínica. Especializanda em Psicologia do Trânsito (INESP).

DARLINDO FERREIRA DE LIMA
Graduação em Psicologia UFPE (1997), Bacharelado em Psicologia UFPE (1998), Mestrado em Psicologia Clínica pela Universidade Católica de Pernambuco (2002) e Doutorado em Psicologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (2012). Atualmente é Professor Adjunto II da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Tem experiência na área de Psicologia, com ênfa
se em Tratamento e Prevenção Psicológica, atuando principalmente nos seguintes temas: cuidado, violência, atenção psicológica, escuta e gênero. Membro do GT-ANPEPP “Práticas Psicológicas em Instituições: atenção, desconstrução e invenção”.