Capa do livro: PRÁTICAS PLURAIS EM EDUCAÇÃO

PRÁTICAS PLURAIS EM EDUCAÇÃO

Autores: Eliseu Riscaroli (Org.)

livro impresso
de R$ 40,90 por
livro digital
de R$ 40,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

A formação do homem omnilateral preconizada por Gramsci há tempos deixou de ser uma possibilidade para ser apenas uma vitrine em escolas de elite a lá escola da ponte do Pacheco em Portugal. Nem as escolas de tempo integral conseguem desenvolver uma proposta pedagógica satisfatória em tempos de virtualização. A coletânea Praticas Plurais em Educação aborda reflexões em diferentes áreas de atuação pedagógica do docente cuja importância se construiu ao longo do tempo e foi institucionalizada por um instrumento jurídico-pedagógico que obriga escolas e instituições formadoras a alocar em seu currículo tais reflexões. Melhor seria se a consciência o fizesse como fruto ‘espontâneo’ do pensar sua a ação na construção de um processo formativo que privilegie as capacidades lógicas, artísticas, corporais, lúdicas, de letramento ou saberes inserida numa perspectiva em que o oikos não se resuma no espaço fora de nós. Assim as pratica com presidiários, indígenas, quilombolas, deficientes, imigrantes se inserem no cotidiano muito mais como força de diretriz do que convencimento do formador com grupos historicamente excluídos social, econômica, cultural e politicamente da sociedade quem em certos casos os trata como apátridas, deslocados, desterritorializados e neocolonizados na ilusão de participante virtual sem domínio  das epistemologias do sul para fazer referencia a Boaventura.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-1610-5
DOI: 10.24824/978854441610.5
Ano de edição: 2017
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 182
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

PRÁTICAS PLURAIS EM EDUCAÇÃO

Autores

ELISEU RISCAROLI
(UFT) PhD em Democracia e Direitos Humanos (2013) pela Universidade de Coimbra FDUC – Portugal; Doutor em Educação (2007) pela UFSCar; Mestre em Educação (1998) pela UFMT; Graduado em pedagogia (1995) pela UFMT; Membro da Rede de Estudos de Geografia, Gênero e Sexualidade Ibero Latino Americana - REGGSILA; Professor Associado na cadeira de Filosofia da Educação da UFT – campus de Tocantinopolis. Organizador das publicações: Epistemologias da Infancia (2017); Diversidades: diálogos (im) pertinentes entre educação, literatura e sexualidade (2014), Infância e Educação: teorias, praticas e costumes (2014), Direitos Humanos, Democracia e justiça: percepções literárias, jurídicas e filosóficas sobre a diferença (2013), Cruzando Fronteiras: leituras em gênero, literatura e educação (2012).

AMANDA DA SILVA CORRÊA
Possui graduação em Licenciatura em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Santa Maria (2015). Especialização em Ensino de Sociologia no Ensino Médio pela Universidade Federal de Santa Maria (2017).

ELIZABETH ÂNGELA DOS SANTOS
Mestrado em Educação (2008) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Graduada em Pedagogia (2003) pela mesma instituição. Linha de Pesquisa: Processos Formativos, Diferença e Valores. Tem experiência com Formação de Professoras/es, atuando principalmente nos seguintes temas: História da Educação, História da Educação Brasileira, História da Educação Feminina, História Oral, Gênero e Sexualidade na Educação. Professora Efetiva da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), campus de Juara, Curso de Pedagogia área de Metodologia de Ensino.

GABRIELA DAMBRÓS
(UFRGS) Possui graduação em Geografia Licenciatura pela Universidade Federal de Santa Maria (2011). Especialização em Tecnologias de Informação e Comunicação aplicadas à Educação pela Universidade Federal de Santa Maria (2014). Mestrado em Geografia pela Universidade Federal de Santa Maria (2014). Especialização em Ensino de Sociologia no Ensino Médio pela Universidade Federal de Santa Maria (2015). Atualmente é doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professora na rede pública municipal de Gravataí/RS.

ILMA FERREIRA MACHADO
(UNEMAT) graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Mato Grosso (1987), Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1996), Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2003) e Pós-doutora em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina. Possui experiência na área de Educação Básica e Superior. É professora adjunto da Universidade do Estado de Mato Grosso, desde 1990, onde atua no curso de Pedagogia, nas áreas de Didática e Estágio Supervisionado, e no Programa de Pós-Graduação em Educacão. É membro do Conselho Editorial da Revista da Faculdade de Educação/Unemat e da Revista Brasileira de Educação do Campo. Líder do grupo de pesquisa/Cnpq Educação de campo e organização do trabalho pedagógico. Estuda e pesquisa principalmente os seguintes temas: projeto político pedagógico, avaliação-ensino, avaliação processual, organização do trabalho pedagógico, educação do campo, trabalho e educação, trabalho coletivo, e educação dos trabalhadores rurais e assentados da reforma agrária. Autora do livro “Organização do trabalho pedagógico em uma escola do MST e a perspectiva de formação omnilateral”, pela editora RG, organizadora, junto com Célia Vendramni, do livro “Escola e Movimento Social: experiências em curso no campo brasileiro”, pela editora Expressão Popular.

IZABEL CRISTINA DOS SANTOS TEIXEIRA
(UNILAB) Doutora e Mestre em literatura pela UFSC, Graduada em letras e professora de Literaturas de Língua Portuguesa da Unilab-CE, desde 2012. Desenvolve pesquisas nas áreas de Ensino de Literatura; Literatura e Meio Ambiente; Representação da África, Africanos e temas afins na literatura de língua portuguesa.

LEONICE MOURAD
(UFSM) doutora em História da América Latina pela Unisinos (2008), Mestre em geografia (2015), Mestre em História da América Latina pela Unisinos (2002). Graduada em Direito pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos 1990), Historia pela Unisinos (1999) e Ciências Sociais pela Universidade Luterana do Brasil (2007), e pela UFSM e graduanda em Agricultura Familiar e Sustentabilidade da UFSM, Doutoranda em Geografia pela UFSM. Docente do Mestrado Profissionalizante em Ensino de História PROFHIST da UFSM. Professora do Departamento de Metodologia do Ensino, do Centro de Educação da UFSM.

LISANIL DA CONCEIÇÃO PATROCÍNIO PEREIRA
Doutora em Geografia pela Universidade Federal Fluminense (2011). É professora adjunta da Universidade do Estado de Mato Grosso na área de Metodologia Científica e Coordenadora do TCC do Curso de Pedagogia desde 2006. É líder do grupo de pesquisa Laboratório de Estudos e Pesquisa da Diversidade da Amazônia Legal - LEAL (CNPq) É integrante do Grupo de Pesquisa em Movimentos Sociais e Educação, GPMSE-UFMT, atualmente coordena o NEDET/Baixada Cuiabana (Núcleo de Extensão em Desenvolvimento Territorial), Desenvolveu o Pós-doutoramento em Educação (PPGE/UFMT), sob a orientação do Professor Doutor Luiz Augusto Passos, com o título: Estudo da pedagogia da rua nas ações do Colegiado Territorial do Território da Cidadania da Baixada Cuiabana-MT. Atualmente está vinculada ao Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, onde desenvolve a pesquisa que tem como tema: A influência do patriarcado nos empreendimentos econômicos e solidários em comunidades tradicionais e áreas de Quilombo no Território da Cidadania da Baixada Cuiabana-MT. Sob a supervisão do professor Doutor Boaventura de Sousa Santos.

MARIA HELENA MACHADO PIZA-FIGUEIREDO
(UFSB) Fonoaudióloga pela Universidade do Sagrado Coração – USC-Bauru-SP, Mestre em Educação Especial pela Universidade do Federal de São Carlos – UFSCar, Doutora em Educação pela Universidade Estadual Paulista – UNESP-Marília. Docente do Bacharelado Interdisciplinar em Saúde, do Instituto de Humanidades, Artes, ciências e Saúde da Universidade Federal do Sul da Bahia - UFSB. Ex-Chefe do Setor de Acessibilidade e Promoção à Saúde da UFSB (2014-2016). Ex-coordenadora do Núcleo de Inclusão, Acessibilidade e Diversidade – NIAD-UFT (2009-2014).

MARIA LUZENIRA BRAZ
(UFMT) Graduada em Pedagogia, Especialização em Filosofia ao Alcance das Crianças. Mestrado em Educação, Área de Concentração Educação, Cultura e Sociedade, Linha de Pesquisa Movimentos Sociais, Política e Educação Popular, Grupo de Pesquisa Educação, Jovens e Democracia, Cuiabá – MT, UFMT/IE,2004. Atualmente, Professora Substituta da Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT, na disciplina de Didática, Projetos Integradores da Prática de Ensino em Educação de Jovens e Adultos. Atuou como Coordenadora da Educação de Jovens e Adultos na Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso, SEDUC-MT, Professora da Educação Básica, na Alfabetização de Educação de Jovens e Adultos, foi eleita, pelo Sindicato dos Profissionais do Ensino Público- Sintep/MT, na representação da Central Única dos Trabalhadores – CUT, membro da Câmara da Educação Básica, no Conselho Estadual de Educação de Mato Grosso, CEE/MT. Uma das fundadoras do Fórum Permanente de Debates da Educação de Jovens e Adultos no Estado de Mato Grosso – FPDEJAMT.

MARIA ROSANGELA PEREIRA DE OLIVEIRA
(UNEMAT) Graduada em Licenciatura Plena em História pela FAPA – Faculdades Porto Alegrenses (2007). Mestra em Educação pela Universidade do Estado do Mato Grosso (2012), Pós-Graduada em nível lato-sensu em Pedagogia da Alternância pelo Instituto Federal do Espírito Santo – Campus Barra de São Francisco (2016). Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Mato Grosso (2017). Como Professora de Educação Básica atuou principalmente com principalmente com a Educação do Campo, e também com Educação Popular e Educação de Jovens e Adultos. Tem se dedicado ao estudo e publicações nos seguintes temas: Educação do Campo, Economia Solidária, Pedagogia da Alternância, Educação Popular, Pedagogia do Trabalho Coletivo e Solidário e Descolonialidade.

MARLENE ARMINDA QUARESMA JOSÉ
Natural de São Tomé e Príncipe, graduanda em Letras/Português na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB). Veio estudar no Brasil, por meio de um programa de cooperação internacional e tem experiência em ensino, no país de origem. Desde 2016, é monitora da disciplina Língua Inglesa para Fins Específicos I. Desenvolve pesquisas no ramo da literatura africana e interessa-se pelos estudos de Argumentação e o Ensino de línguas.

REJANIA TARGINO DE CASTRO
É graduanda em Letras- Língua Portuguesa pela Universidade Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira. Desde 2016, é bolsista do PIBID-Letras, com pesquisa na área de Literatura Africana.

RUBERLANDIA DA SILVA PINHEIRO
Pedagoga pela Faculdade Integrada do Brasil (FAIBRA), graduanda em Letras –Língua Portuguesa pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-. Desde 2016, é bolsista do PIBID de Letras da Unilab (Universidade Internacional da Lusofonia Afro-brasileira), com pesquisas na área da Literatura. Participa de projetos desenvolvidos na Universidade.

SÍLVIA TATIANA DO CARMO WILL
São-tomense, é graduanda em Letras – Língua Portuguesa pela IES federal situada em Redenção-Ceará, a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afrobrasileira (Unilab). Desde abril de 2015, é bolsista do PET de Humanidades e Letras da Unilab. Sua principal área de pesquisa é a Literatura são-tomense. São alguns de seus trabalhos: “Poesia: Uma arma de luta e protesto – Uma análise dos poemas da escritora são-tomense Alda do Espírito Santo”, apresentado no IV ENCONTRO INTERNACIONAL DE LITERATURAS, HISTÓRIAS E CULTURAS AFRO-BRASILEIRAS E AFRICANAS: Identidades e Diásporas, em 2015. “Alda do Espírito Santo e Conceição Lima: Gerações em diálogo.”, apresentado no VI Encontro de Professores de Literaturas Africanas/II AFROLIC “Dizer Áfricas: Vozes, Literatura, Mulher, em 2016.

SINVAL DE OLIVEIRA
(UFT) Doutor em Educação Matemática pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus de Rio Claro - SP (2013); Possui mestrado em Ciências da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001); é licenciado em matemática pela Fundação Faculdade de Filosofia Ciências e Letras – FAFI de União da Vitória – PR (1990). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do Tocantins atuando no Curso de Licenciatura em Matemática do Câmpus de Araguaína - TO. Tem interesse por linhas de pesquisas relacionadas à Etnomatemática, Educação Indígena, Formação de Professores de Matemática.

TATIANE DE SOUZA RITTER
(UFSM) Mestre em Ensino de História pela Universidade Federal de Santa Maria (2016), graduação em História pela Universidade Estadual de Maringá (2007), especialização em Psicopedagogia no Processo Ensino-Aprendizagem pelo Centro Universitário Claretiano (2008), Atualmente é professora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Antônio Prevedello e assessora pedagógica na 9ª Coordenadoria Regional de Educação do RS.

THOMAZ MARTINS DA SILVA FILHO
(IFPA) é Mestrando em Educação pela Universidade Federal do Tocantins, graduado em Filosofia pelo Instituto de Estudos Superiores do Maranhão e Especialista em Filosofia e Ensino de Filosofia pelo Centro Universitário Claretiano. Faz parte do corpo docente permanente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará. É membro do Comitê Técnico Científico de Pesquisa e da comissão de extensão. Tem experiência docente no ensino de Filosofia na educação básica, tecnológica e superior. Em filosofia, concentra seus estudos em Ética e Política modernas e em educação estuda currículo e filosofia da educação. Percebe filosofia e educação como sendo um processo de desenvolvimento de conceitos, os quais primam pela crítica e autocritica na sociedade contemporânea.

WALDINEIA ANTUNES ALCÂNTARA FERREIRA
Doutora pela UFGRS com a tese Educação Escolar indígena na terra indígena Apiaká-Kayabi em Juara - MT: Resistências e Desafios. Mestrado em Educação - Área de Concentração: Educação, Cultura e Sociedade – Linha de Pesquisa: Educação e Meio Ambiente pela Universidade Federal de Mato Grosso (2007). Possui graduação em Licenciatura Plena Em Pedagogia pela Universidade do Estado de Mato Grosso (1991), Especialização em Currículo do Ensino Fundamental - Conteúdos e Metodologias na área de 1º grau – Nível I a IV - UNEMAT (1994), graduação em Licenciatura Plena Em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado de Mato Grosso (1997). Professora efetiva da Universidade do Estado de Mato Grosso e do CEFAPRO – Centro de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação Básica do Estado de Mato Grosso. Tem experiência na área de Educação atuando nos seguintes temas: educação ambiental, educação escolar indígena, comunidades ribeirinhas, cultura, pantanal e currículo.