Capa do livro: ENSINO DE DIDÁTICA:<br> entre ressignificações e possibilidades

ENSINO DE DIDÁTICA:
entre ressignificações e possibilidades

Autores: Giseli Barreto da Cruz - Ana Teresa de C. C. de Oliveira - Maria das G. C. de A. Nascimento (Orgs.).

livro impresso
de R$ 54,90 por
livro digital
de R$ 54,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

A didática tem se destacado como um campo epistemológico dos saberes a ensinar, compreendendo o processo de teorização, problematização e proposição acerca do ensino. Nas relações entre professores, alunos, conteúdos e contextos escolares, a didática está diretamente envolvida, elaborando-se nesse processo, produzindo conhecimento sobre e para ele. Dessa maneira, o conhecimento didático está centralmente envolvido e implicado com o processo de mediação da prática pedagógica, constituindo um domínio específico de investigações, conformando uma área disciplinar e instituindo modos de ser e estar na sala de aula.
Em função disso o ensino de didática nos cursos de formação docente tem sido interpelado pela escola, pelos seus profissionais, pela comunidade científica e pelas instâncias públicas e privadas envolvidas com a educação a oferecer possibilidades concretas para que os professores orientem o processo de ensino-aprendizagem de modo que os alunos aprendam eficazmente. Todavia, os sentidos atribuídos ao ensino de didática são diversos e nem sempre consensuais. Se de um lado prevaleceu a perspectiva de sua hegemonização
pela via de uma produção de natureza técnica e prescritiva, por outro se fortaleceu a sua compreensão enquanto teoria do ensino, com produção de conhecimento próprio diretamente implicado com a formação e o trabalho docente.
Nesse contexto, o LEPED – Laboratório de Estudos e Pesquisas em Didática e Formação de Professores da Faculdade de Educação da UFRJ - tem trabalhado para provocar e criar ressignificações e possibilidades para a didática e seu ensino. Neste livro, seus pesquisadores e convidados compartilham suas problematizações, reflexões e experiências em torno desse movimento.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-1708-9
DOI: 10.24824/978854441708.9
Ano de edição: 2017
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 276
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

ENSINO DE DIDÁTICA:<br> entre ressignificações e possibilidades

Autores

ANA LUISA DE OLIVEIRA PIRES
É Professora Coordenadora na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal/PT, onde coordena o Departamento de Ciências Sociais e Pedagogia. É doutorada em Ciências de Educação pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT-UNL/PT). É membro integrado da Unidade de Investigação Educação e Desenvolvimento da FCT-UNL/PT. Tem desenvolvido investigação nas áreas da Educação/Formação de Adultos, Formação ao Longo da Vida, Políticas Educativas no Ensino Superior e Formação de Professores.

ANA TERESA DE CARVALHO CORREA DE OLIVEIRA
É doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e Mestre em matemática também pela PUC-Rio. Realizou estudos de pós doutoramento na Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas na área de ensino e práticas culturais, em Educação Matemática (CNPq-PDJ). É Professora associada I da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), das disciplinas didática especial de Matemática e prática de ensino, que têm seu trabalho realizado de modo articulado com o estágio supervisionado de matemática, em escolas de educação básica do Rio de Janeiro. É professora do quadro permanente do Programa de Pós-graduação em Ensino de Matemática do Instituto de Matemática da UFRJ (PEMAT), com atuação no mestrado em ensino de matemática e no doutorado em ensino e história de matemática e física, na linha de ensino. É coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Formação de Professores que Ensinam Matemática – GEPEMAT, cadastrado no CNPq.

ANDRÉ BOCCHETTI
É professor adjunto da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro e professor colaborador do Programa de Pós-Graduação Profissional em Gestão e Avaliação da Educação Pública da Universidade Federal de Juiz de Fora. Mestre e doutor em Educação pela Universidade de São Paulo. É pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisa sobre o Trabalho da Educação (GESTE), integrado no Laboratório de Estudos e Pesquisas em Didática e Formação de Professores (LEPED-UFRJ). Tem desenvolvido pesquisas focadas nos sentidos educacionais da interface entre corporeidades e espacialidades, incluindo-se em especial as noções de formação e formatividade e seus usos contemporâneos.

ANDRÉA BATISTA DE BARROS
É graduada em Pedagogia pela Faculdade Integrada Simonsen, com especialização em Docência da Educação Infantil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Integra o Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Profissão e Formação Docente (GEPROD) do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Didática e Formação de Professores (LEPED), cadastrado no CNPq, e atua como professora da Rede Pública Municipal do Rio de Janeiro.

ANDREA BEREMBLUM
É
professora e pesquisadora do Instituto de Educação da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) atuando na linha de pesquisa Linguagem, Cultura e Educação do Laboratório de Estudos e Pesquisas Diálogos e Saberes Cotidianos. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Ensino Aprendizagem da Língua Materna, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, língua nacional, Brasil, América Latina, leitura e escrita e alfabetização.

CAMILA SILVA DOS SANTOS
É licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, atuando como professora de Educação Infantil da Rede Municipal de Educação do Rio de Janeiro.

CECÍLIA SILVANO BATALHA
É bacharel em Dança e Licenciada em Educação Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Especialista em Políticas Públicas e Projetos Socioculturais em Espaços Escolares (CESPEB/FE/UFRJ). Mestre em Educação, pelo Programa de Pós-graduação em Educação da UFRJ(PPGE/UFRJ), onde cursa atualmente o Doutorado, na linha de Currículo, Docência e Linguagem. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Didática e Formação de Professores (GEPED/FE/UFRJ) do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Didática e Formação de Professores (LEPED), cadastrado no CNPq.
É professora de Educação Física na Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro (SEEDUC), e na Fundação Municipal de Educação de Niterói (FME). Tem experiência na área de dança e educação física, com ênfase em educação.

DAIANNE BASTOS XAVIER
É mestre em Ciências da Educação pela Universidade de Lisboa/PT. Licenciada em Educação Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Cursa Pedagogia na Universidade Federal do Rio de Janeiro. No ano de 2008 participou do Programa de Bolsas Luso-Brasileiras Santander Universidades em convênio com a Universidade de Coimbra para Mobilidade Acadêmica Internacional. Integra o Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Profissão e Formação Docente (GEPROD) do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Didática e Formação de Professores (LEPED), cadastrado no CNPq.

ELISABETE XAVIER GOMES
Doutora em Ciências da Educação pela Universidade Nova de Lisboa/PT. Actualmente é professora de Pedagogia na Escola Superior de Educadores de Infância Maria Ulrich, onde exerce funções de direcção da escola; é também membro da comissão coordenadora da Unidade de Investigação Educação e Desenvolvimento (FCT/UNL). Preocupa-se com a burocratização do trabalho da educação e com a formação e o exercício profissional de professores e educadores de infância, procura formas democráticas da vida pedagógica, e interessa-se por temáticas de fronteira entre a educação e outros fenómenos humanos complexos, como a vida nas cidades, a política ou as actividades artísticas e culturais.

EVA NASCIMENTO BERNARDINO
É licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professora EBTT do Colégio Pedro II.
Integra o Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Profissão e Formação Docente (GEPROD) do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Didática e Formação de Professores (LEPED), cadastrado no CNPq.

FERNANDA LAHTERMAHER DE OLIVEIRA
É mestranda do Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (FE/UFRJ). Graduada em Pedagogia pela FE/UFRJ, onde foi bolsista de iniciação científica, iniciação à docência e mobilidade acadêmica internacional (Pibic/UFRJ, Pibid/UFRJ, U.Porto/PT). É integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Didática e Formação de Professores (GEPED)
do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Didática e Formação de Professores (LEPED), cadastrado no CNPq.

GISELI BARRETO DA CRUZ
É doutora em Ciências Humanas / Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Realizou estágio pós-doutoral (CNPq-PDJ) na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Atualmente é professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), membro do corpo docente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) e coordenadora do LEPED – Laboratório de Estudos e Pesquisas em Didática e Formação de Professores, vinculado ao CNPq.

HELENA AMARAL DA FONTOURA
É graduada em Pedagogia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Graduate Diploma em Educational Psychology pela University of Alberta, Canada. Mestre em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Doutora em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública ENSP/Fundação Oswaldo Cruz. Pós Doutora em Educação na Universidade de Barcelona. Pós Doutora em Educação na Universidade Federal do Mato Grosso. É Professora Associada do Departamento de Educação da Faculdade de Formação de Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Líder do Grupo de Pesquisa Formação de Professores, Processos e Práticas Pedagógicas (CNPq). Bolsista do Programa Prociência da UERJ desde 2006. Pesquisadora 2 CNPq. Professora Colaboradora do Programa de Pós Graduação em Biociências e Ensino de Ciências (EBS) Fiocruz. Cientista do Nosso Estado FAPERJ (2015-2017).

IGOR VINICIUS LIMA VALENTIM
Se interessa principalmente por pesquisas qualitativas e métodos narrativos ligados às relações acadêmicas, aos bastidores, ao que insiste em ser invisibilizado e silenciado nos universos da chamada Educação “Superior”. Está professor da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal Fluminense (UFF), investigador-membro do CSG, SOCIUS, ISEG, da Universidade de Lisboa e um dos líderes do grupo de pesquisa CNPQ "Subjetividade e Organizações" (UFRJ). Concluiu sua graduação em Administração pela UFRJ, mestrado em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Doutorado em Sociologia Econômica e das Organizações pela Universidade de Lisboa.

ISABEL LELIS

Possui graduação em Pedagogia, Mestrado em Educação e Doutorado em Ciências Humanas - Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Realizou o Pós Doutorado Senior em Educação na USP em 2014. É professora da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro desde 1978. É bolsista do CNPQ desde 1985. Coordena o GEPPE - Grupo de Estudos e Pesquisas sobre o Professor e o Ensino desde 2000.

JÉSSICA VALENTIM SANTOS
É
mestre em educação e licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Desenvolve pesquisas na área de educação, especificamente nos campos da didática e formação de professores, cujos temas recaem sobre a inserção profissional docente, a aprendizagem da docência e a docência no ensino superior. Professora de ensino fundamental da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro (SME/RJ).

LISETE JAEH
É doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professora Adjunta da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense (UFF). Integrante do Grupo de Pesquisas Currículo, Docência e Cultura (CDC/UFF),
vinculado ao Programa de Pós Graduação em Educação da UFF.

MARIA DAS GRAÇAS CHAGAS DE ARRUDA NASCIMENTO
É professora adjunta da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Possui graduação em Pedagogia. É doutora em Ciências Humanas - Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, mestre em Educação pela mesma universidade. Realizou estágio pós doutoral (CNPq PDJ) na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.
É coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Profissão e Formação Docente (GEPROD) do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Didática e Formação de Professores (LEPED), cadastrado no CNPq.

MARIA DE FÁTIMA LINS BARBOSA DE PAIVA ALMEIDA
É doutora em Matemática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro(PUC-Rio) e Mestre em Matemática pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Graduou-se em Licenciatura Matemática pela UFRJ. É professora associada da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), tendo atuado nas disciplinas de Estágio Supervisionado, Metodologia da Matemática e Prática de Ensino, entre outras, na Faculdade de Formação de Professores (FFP-UERJ) e na Faculdade de Educação da Baixada Fluminense (FEBF-UERJ).  Coordena os projetos de extensão: “Tecendo a manhã” e “Formação Inicial e Continuada de Professores de Matemática – uma abordagem interdisciplinar”, vinculados à UERJ.

MARIA JOSÉ B. P. FLORES
É doutora em educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (FaE-UFMG) no doutorado Latino-americano: Políticas públicas e profissão docente. Professora adjunta de Didática da FaE/UFMG. Pesquisadora do GAME - Grupo de Avaliação e Medidas Educacionais da Faculdade de FaE-UFMG e do LEPED-UFRJ - Laboratório de Estudos e Pesquisas em Didática e Formação de Professores.  Desenvolve estudos sobre pedagogia, didática e docência no ensino superior e na educação básica.

MÔNICA VASCONCELLOS

É Professora 
Associada da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense (UFF). Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFF. Tutora do Programa de Educação Tutorial/PET- MEC/SESu - Educação e Interdisciplinaridade/UFF.

MYLENE CRISTINA SANTIAGO
É professora Adjunta da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense (UFF). Professora do Programa de Pós Graduação em Educação da UFF e do Mestrado Profissional Diversidade e Inclusão. Editora da Revista Movimento.

PEDRO HENRIQUE ZUBCICH CAIADO DE CASTRO
É doutorando em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (FE/UFRJ). Mestre em Educação Física pela Escola de Educação Física e Desportos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (EEFD/UFRJ). É licenciado em Educação Física pela Escola de Educação Física e Desportos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (EEFD/UFRJ). Atualmente, atua como professor do ensino superior das Faculdades São José (FSJ), cursos de Educação Física e Pedagogia, e nas atividades de pesquisa desenvolvidas pelo Grupo de Estudos e Pesquisas em Didática e Formação de Professores (GEPED - FE/UFRJ).

PRISCILA ANDRADE MAGALHÃES RODRIGUES
É professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Didática e Formação de Professores (GEPED/LEPED). Pesquisadora do Grupo de Pesquisas em Sociologia da Educação (SOCED) da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), onde realiza estágio pós-doutoral. Atuou como docente da educação básica na rede pública de ensino do Rio de Janeiro. Desenvolve estudos na área da educação, com ênfase em didática e formação de professores.

REJANY DOS S. DOMINICK
É professora Associada da Faculdade de Educação da UFF. Professora do Mestrado Profissional Diversidade e Inclusão. Pesquisadora e Extensionista. Editora da RevistAleph-UFF e Coordenadora do PIBID Pedagogia UFF Niterói.

ROSEMARY FREITAS DOS REIS
É doutora em Educação e Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Licenciada em Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professora aposentada da rede pública estadual de ensino do Rio de Janeiro. Desde 2002 atua como professora do Ensino Superior na Graduação em Pedagogia e em outras Licenciaturas e na Pós-Graduação do curso de Docência do Ensino Superior da Universidade Estácio de Sá (UNESA). É coordenadora pedagógica das séries iniciais do Ensino Fundamental da escola EDEM/RJ. Integra o Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Profissão e Formação Docente (GEPROD) do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Didática e Formação de Professores (LEPED), cadastrado no CNPq.

TALITA DA SILVA CAMPELO
É formada em Pedagogia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Mestre em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação da UFRJ (PPGE/UFRJ), onde cursa atualmente o Doutorado, na linha de Currículo, Docência e Linguagem. É integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Didática e Formação de Professores (GEPED), cadastrado no CNPq. Atualmente é professora na rede municipal de Duque de Caxias e professora substituta da Faculdade de Educação da UFRJ.

TERESA N. R. GONÇALVES
É professora-adjunta na Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da mesma instituição. É doutorada em Ciências da Educação pela Universidade de Sevilha, programa de doutorado em Educação e Sociedade. É coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisa sobre o Trabalho da Educação (GESTE) integrado no Laboratório de Estudos e Pesquisas em Didática e Formação de Professores (LEPED-UFRJ).

VANIA FINHOLDT ANGELO LEITE
É doutora em Educação, Programa de Pós-Graduação PUC-Rio. Professora Adjunta da Universidade do Estado do Rio de Janeiro/FFP e professora permanente do Programa de Pós-graduação em Educação Processos Formativos e Desigualdades Sociais(PPGedu), na linha de pesquisa de Formação de Professores, História, Memória e Práticas. Coordena o Grupo de Pesquisa e Extensão de Formação de Coordenadores e Professores em Educação Matemática (GPEMAT).

VIVIANE LOVATTI FERREIRA
É doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP). Mestre em Educação e licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Realizou estágio de pós-doutoramento (bolsa FAPESP) junto ao Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Desenvolve pesquisa na linha de história da educação matemática e formação de professores. Pesquisadora independente.

WALCÉA BARRETO ALVES

É professora Adjunta da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense (UFF). Coordenadora do Núcleo de Estudos Contemporâneos em Educação, Etnografia e Representações Sociais (NECEERS/UFF). Editora da RevistAleph-UFF.