Capa do livro: O ATO ESTÉTICO:<br> conversas sobre educação, imaginação e criação na perspectiva histórico-cultural

O ATO ESTÉTICO:
conversas sobre educação, imaginação e criação na perspectiva histórico-cultural

Autores: Patrícia Lima Martins Pederiva - Tatiane Ribeiro Morais de Paula - Daniela Lobato do Nascimento (Orgs.).

livro impresso
de R$ 45,90 por
livro digital
de R$ 45,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

O ato estético, nos processos educativos, é aquele que orienta o desenvolvimento humano, por meio da imaginação e da criação cujos produtos, materializados, estão à nossa disposição nas mais diversas atividades e setores da existência humana. Não somente a arte, mas a ciência, as tecnologias, e todas as atividades educativas necessitam do ato estético. Por meio dele, em uma educação estética, temos a possibilidade de ampliar as nossas experiências pessoais, sociais e históricas. Nisso se constitui uma educação social.
“A estrutura comum da educação social está orientada para ampliar ao máximo os limites da experiência social restrita, para organizar o contato da pisque da criança com as esferas mais amplas possíveis da experiência social já acumulada, para inserir a criança na rede da vida com a maior amplitude possível [...] Por isso, quando se fala em educação estética dentro do sistema de formação geral, sempre se deve levar em conta, sobretudo, essa incorporação da criança ao trabalho  mundial que a humanidade realizou no decorrer de milênios [...] A regra a ser seguida aqui não deve ser o embelezamento da vida, mas a reelaboração criativa da realidade, isto é, uma elaboração das coisas e do próprio movimento das coisas que iluminará e elevará as vivências cotidianas nível de criativas [...] A tarefa da educação estética, como toda educação criativa, deve partir, em todos os casos normais, da existência dos elevados dons da natureza humana e da suposição de que as maiores possibilidades criativas estão presentes no ser humano, e, que se deve dispor e orientar as influências educativas para desenvolver e manter essas possibilidades [...] (VIGOTSKI, Psicologia Pedagógica, ARTMED, 2003, p. 238- 244).

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-1935-9
DOI: 10.24824/978854441935.9
Ano de edição: 2017
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 162
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

O ATO ESTÉTICO:<br> conversas sobre educação, imaginação e criação na perspectiva histórico-cultural

Autores

CRISTINA APARECIDA LEITE
Mestranda em Artes Cênicas pela UnB. Pós-Graduada em Língua Portuguesa (UNIVERSO - 2002). Graduada em Dança (IFB - 2015) e Letras (UCB - 1997). Professora da SEE-DF desde 1993, atua com formação continuada dos professores desde 2008, na Oficina Pedagógica de Ceilândia, vinculada à EAPE (Centro de Aperfeiçoamento dos Profissionais da Educação).

FRANCINÉIA ALVES DA S. EHLERS
Professora da SEE-DF, atuando em Centro de Educação Infantil. Atualmente é Coordenadora Pedagógica Local. Graduada em Administração de Empresas (UCB - 2003). Extensão Universitária em Alfabetização e Linguagem (UnB - 2008). Extensão universitária em Licenciatura Plena (UCB - 2010).

ANDRÉIA PEREIRA DE ARAÚJO MARTINEZ
Graduada em Pedagogia, com Especialização em Educação Infantil pela Faculdade de Educação da Universidade de Brasília-FE/UnB. Com Mestrado em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação-PPGE/UnB. Atualmente cursa o Doutorado em Educação na mesma instituição. Professora da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal-SEDF. Compõe o Comitê Diretivo do Fórum de Educação Infantil do Distrito Federal-FEIDF. Membro do Movimento Interfóruns de Educação Infantil no Brasil-MIEIB. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Práticas Educativas-GEPPE.

SAULO PEQUENO
Doutorando em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Brasília — UnB. Mestre em Educação pela mesma instituição. Bacharel em Antropologia pelo Departamento de Antropologia da UnB. Membro pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Práticas Educativas — GEPPE (certificado pelo CNPq).

DANIELA BARROS
Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Brasília — UnB. Mestre em Educação pela mesma instituição. Licenciada em Pedagogia pela Faculdade de Educação da Universidade de Brasília. Membro pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Práticas Educativas — GEPPE (certificado pelo CNPq).

TATIANE RIBEIRO MORAIS DE PAULA
Possui graduação em Pedagogia pela Associação de Ensino Unificado do Distrito Federal e especialização em Orientação Educacional pela Faculdade do Noroeste de Minas. Mestranda na Universidade de Brasília pelo PPGE- Programa de Pós-Graduação em Educação da UnB. Integrante do GEPPE- Grupo de Estudos e Pesquisas em Práticas Educativas (Certificado pelo CNPq). Professora da Secretaria de Educação do Distrito Federal.

RAIMUNDA DE OLIVEIRA
Professora há 19 anos da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal, atuando em diversas modalidades de ensino, inclusive na formação de professores. Licenciada em Matemática, pelo Centro Universitário de Brasília, mestranda em Educação pelo PPGE – FE/UnB (Universidade de Brasília) na linha de pesquisa Educação em Ciências e Matemática (ECMA), com pesquisa na perspectiva da Educação Matemática.

MARILENE XAVIER DOS SANTOS
Professora da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal, desde 1986. Atua nos anos iniciais de escolarização e na formação de professores. Atuou como orientadora de estudos no Pró-Letramento Matemática e no PNAIC Linguagem e Matemática. Licenciada em Pedagogia pela Universidade Católica de Brasília. Especialista em Educação pela Universidade de Brasília (UnB). Mestranda em Educação pelo PPGE-FE/UnB na linha de pesquisa Educação em Ciências e Matemática (ECMA), com pesquisa em Educação Matemática/ Formação de professores.

CARLA PATRÍCIA CARVALHO DE AMORIM
Graduada em Pedagogia pela AEUDF (1997) e Mestranda em Educação (2017) pela Universidade de Brasília/UnB. Integrante do Grupo de Pesquisa em Práticas Educativas/GEPPE. Realiza pesquisa em música corporal com bebês, implementando essa prática também na Suécia. Fundadora do Projeto Batucadeiros reconhecido pelo Prêmio Itaú-Unicef (2009; 2013; 2015), Prêmio Anu/Cufa (2010) e ONU (2011).

ROBERTO RICARDO SANTOS DE AMORIM
Licenciado em Música (2006) e Mestrado em Educação (2016) ambos pela Universidade de Brasília/UnB. Fundador do Projeto Batucadeiros e Presidente do  Instituto Batucar, entidade voltada para promoção da qualidade de vida de comunidades carentes do Brasil.  Reconhecido pelo Prêmio Itaú-Unicef (2009; 2013; 2015), Prêmio Rumos – Itaú Cultural (2011), ONU (2011) e Prêmio Anu/Cufa (2010). Realiza pesquisa sobre música corporal implementando essa prática também na Suécia.

AUGUSTO CHARAN ALVES BARBOSA GONÇALVES
Doutorando na Faculdade de Educação da UnB. Mestre em Educação Musical e Licenciado em Educação Artística/Música pela UnB. Técnico em Violão Erudito/Artes pela Escola de Música de Brasília.

MURILO SILVA REZENDE
Doutorando na Faculdade de Educação da UnB. Mestre em Artes/Música e Licenciado/Bacharel em Música pela UFU. Especialista em Psicopedagogia pela FAVIM. Pós-Graduado em Planejamento, Gestão e Implementação da EAD pela UFF.

KÁTIA OLIVEIRA DA SILVA
Licenciada em Pedagogia pela Universidade de Brasília – UnB, especialista em Educação Infantil pela mesma instituição. Professora da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal desde 2012.

DÉBORA CRISTINA SALES DA CRUZ VIEIRA
Licenciada em Letras pelo Centro Universitário de Brasília (1998). Especialista em Educação Infantil pela Universidade de Brasília (2012). Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Brasília (2015). Professora da Secretaria de Estado de Educação desde 1997, com experiência nas áreas de alfabetização e Educação Infantil. Membro do Comitê Diretivo do Fórum de Educação Infantil do Distrito Federal. Membro do Comitê Distrital pela Primeira Infância.

PATRÍCIA NUNES DE KAISER
Mestranda em Educação (UnB), graduada em Educação Artística - Artes Plásticas (UnB) e com especializações em Arte-Terapia em Educação e Saúde e em Coordenação Pedagógica (UnB). É professora da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal, atuando por dez anos na área de políticas públicas para a educação, participou da elaboração de vários documentos norteadores do trabalho pedagógico pela SEE-DF e pela SEcriança.

ANA PAULA DE MEDEIROS FERREIRA
Possui licenciatura e mestrado em Geografia pela Universidade Federal de Goiás/Campus Catalão. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da UnB. Membro do GEPPE - Grupo de Pesquisa em Práticas Educativas.  Professora da Secretaria de Educação do Distrito Federal.

SHEYLA GOMES DE ALMEIDA
Bacharel em Serviço Social pela UNISULMA (Imperatriz/MA, 2009). Especialista em Gestão Pública e Sociedade pela UFT (2012). Mestranda no Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação da UNB. Técnica em Capacitação Massiva pela ONU/FAO/MI (Brasília/DF, 2001). Consultora Técnica na Secretaria Especial da Agricultura Familiar – SAF (ONU/PNUD).

MARIA APARECIDA CAMARANO MARTINS
Formada em pedagogia, mestre e doutoranda em Educação pela Universidade de Brasília - UnB. Professora aposentada da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal e Técnica em Assuntos Educacionais aposentada do Ministério de Educação. Atualmente, membro do Comitê Diretivo do Movimento Interforuns de Educação Infantil no Brasil - MIEIB e do Fórum de Educação Infantil do Distrito Federal- FEIDF. Integra o Grupo de Pesquisa em Práticas Educativas - GEPPE, realizando pesquisas relacionadas à criança, infância e Educação infantil tendo como base a perspectiva histórico-cultural.

ERLANDO DA SILVA RÊSES
Doutor em Sociologia pela Universidade de Brasília (UnB). É professor da Faculdade de Educação (FE) e do Programa de Pós-Graduação em Educação da UnB (PPGE). Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Materialismo Histórico-Dialético e Educação (CONSCIÊNCIA) da FE/UnB. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre o Trabalho (GEPT) do Departamento de Sociologia da UnB. Coordenador de Programas de Extensão de Acesso à Educação Superior (FORMANCIPA e Pós-Populares). Coordenador do Curso de Especialização em Educação, Diversidade e Cidadania, com ênfase em Educação de Jovens e Adultos (2013-2016) e membro do GTPA-Fórum EJA/DF. Autor, co-autor ou organizador das obras: De Vocação para Profissão: Sindicalismo Docente da Educação Básica no Brasil (Ed. Paralelo 15, 2015); Universidade e Movimentos Sociais (Ed. Fino Traço, 2015) e Sociologia no Ensino Médio: Cidadania e Representações Sociais de Professores e Estudantes (Ed. Fino Traço, 2016).

LENILDA DAMASCENO PERPÉTUO
Licenciada em Ciências biológicas pela Universidade Estadual do Maranhão UEMA,Imperatriz MA – 1998. Especialização em Docência do Ensino Superior, pelo Instituto PROMINAS, MG 2005. Especialização em Diversidade e Cidadania com Êfase na Educação de Jovens e Adultos, pela Universidade de Brasília –UNB – 2015. Mestranda da  Faculdade de Educação do PPGE - UNB 2016/2017. Membro do grupo de pesquisa Consciência – UNB 2016. Professora de ciências naturais da  Secretaria Estadual de Educação do Distrito Federal SEEDF desde 2000.

DANIELA LOBATO DO NASCIMENTO
Graduada em Pedagogia pela Universidade Católica de Brasília (UCB), com especialização em Educação Infantil pela mesma instituição. Mestranda em Educação na Universidade de Brasília pelo PPGE- Programa de Pós-Graduação em Educação da UnB. Integrante do GEPPE- Grupo de Estudos e Pesquisas em Práticas Educativas (Certificado pelo CNPq). Professora da Secretaria da Educação do Distrito Federal (SEEDF) desde 2009.

PATRÍCIA LIMA MARTINS PEDERIVA
Licenciatura em Música pela Universidade de Brasília (1987); Especialização em Execução Musical pela Universidade de Brasília (2000); Mestrado em Educação (Ensino-aprendizagem) pela Universidade Católica de Brasília (2005); Doutorado em Educação pela Universidade de Brasília (2009/ Escola, Aprendizagem e Trabalho Pedagógico); Pós-Doutorado no Departamiento de Psicologia Evolutiva y Educación de la Universidad Autónoma de Madrid, España; Professora do Departamento de Métodos e Técnicas da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília; Professora do PPGE- Programa de Pós-Graduação em Educação da UnB na Linha de Pesquisa EAPS (Ensino, Aprendizagem, Desenvolvimento e Subjetividade na Educação), no Eixo de Pesquisa de Processos de Escolarização; Coordenadora do GEPPE- Grupo de Estudos e Pesquisas em Práticas Educativas(Certificado pelo CNPq); Atua como professora pesquisadora no Centro UnB Cerrado, da Chapada dos Veadeiros, em Alto Paraíso de Goiás; Estudiosa da Perspectiva Histórico-Cultural de Lev Semionovich Vigotski.