Capa do livro: POVOS RIBEIRINHOS DA AMAZÔNIA:<br>educação e pesquisa em diálogo

POVOS RIBEIRINHOS DA AMAZÔNIA:
educação e pesquisa em diálogo

Autores: Dayana Viviany Silva de Souza - Maria Eliane de Oliveira Vasconcelos - Salomão Antônio Mufarrej Hage (Orgs.)

livro digital
de R$ 0,00 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

As produções e experiências reunidas neste livro constituem apenas uma parte da complexa realidade da educação nos territórios rurais e ribeirinhos/pescadores da Amazônia, que, entre remansos e mergulhos, pretende contribuir para dar visibilidades aos saberes, processos e práticas educativas, e demandas em constante transformação dos povos ribeirinhos e pescadores da Amazônia.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-1847-5
DOI: 10.24824/978854441847.5
Ano de edição: 2017
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 396
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

POVOS RIBEIRINHOS DA AMAZÔNIA:<br>educação e pesquisa em diálogo

Autores

ADOLFO DA COSTA OLIVEIRA NETO
Professor da Universidade Federal do Pará. Doutorando em Geografia no Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, no campus de Presidente Prudente, na linha “Desenvolvimento Territorial”. Mestre em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade do Estado do Pará. Graduado em Bacharelado e Licenciatura em Geografia pela Universidade Federal do Pará (2010) e em Licenciatura Plena em Pedagogia pela Universidade do Estado do Pará (2007). É líder do Grupo de Pesquisa em Ensino de Geografia nos Países Subdesenvolvidos (GPEG/CNPQ). É coordenador do Curso de Graduação em Geografia, oferecido em parceria entre a UFPA e o INCRA, através do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (PRONERA).

ANA CLÁUDIA PEIXOTO DE CRISTO-LEITE
Possui graduação em Pedagogia - UFPA (2002). Especialista em Gestão Escolar- UEPA (2004). Mestre em Educação-UFPA (2008). É Doutoranda em Educação, pela Universidade Federal do Pará. Atualmente é professora do curso de graduação e especialização da Universidade Federal do Amapá. É coordenadora do Grupo de Estudos, Pesquisas e Extensão: Educação, Saberes e Cultura do Campo na Amazônia, ESACAM, e do Núcleo de Estudos em Agroecologia e Produção Orgânica do Amapá (NEA-AP) da Universidade Federal do Amapá.

BENEDITA ALCIDEMA COELHO DOS SANTOS MAGALHÃES
Licenciada em Pedagogia pela Universidade do Estado do Pará (2001); Licenciada e Bacharel em Geografia pela Universidade Federal do Pará (2005); Mestre em Educação - Linha de Políticas Públicas Educacionais pela Universidade Federal do Pará/PPGED (2009). Doutoranda em Educação na linha de Políticas Públicas Educacionais pela UFPA/PPGED. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisa em Trabalho e Educação-GEPTE/UFPA. Técnica em Assuntos Educacionais da Escola de Teatro e Dança da Universidade Federal do Pará.

CAMILA ALVES QUADROS
Graduada em Licenciatura Plena em Pedagogia pela Universidade Federal do Pará – UFPA; Atuou como Bolsista de Iniciação Científica, no período de 2011 à 2012 e (com renovação) 2012 à 2013, no Museu Paraense Emílio Goeldi. Atualmente, cursa a Especialização em Educação, Pobreza e Desigualdade Social, sob responsabilidade do Grupo de Estudos em Educação e Meio Ambiente - GEAM/UFPA; É aluna do Mestrado em Educação, na linha de pesquisa Educação, Cultura e Sociedade, do Programa de Pós Graduação em Educação (PPGED), da UFPA e Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Teorias, Epistemologias e Métodos da Educação (EPsTEM).

DAYANA VIVIANY SILVA DE SOUZA
Pedagoga pela Universidade Federal do Pará; Especialista em Docência no Ensino Superior pela Universidade do Estado do Pará; Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Pará na linha de Currículo e Formação de Professores. Doutoranda em Educação no Programa de Pós-Graduação em Educação da UFPA, linha Educação, Cultura e Sociedade. Especialista em Educação na Secretaria de Estado de Educação do Pará; Pesquisadora no Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação do Campo na Amazônia -GEPERUAZ/UFPA; Bolsista e Pesquisadora integrante do projeto Política de Expansão da Educação Superior no Brasil do Observatório da Educação (OBEDUC) – Universitas.

DISELMA MARINHO BRITO
Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Pará (1999), Especialização em Gestão de Sistemas Educacionais PUC-MG) e Mestrado Acadêmico em Educação pela Universidade Federal do Pará (2006). Doutora em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará. Professora no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA). Seus estudos vem sendo difundido nas áreas de educação do campo, movimentos sociais, educação popular e educação de jovens e adultos.

DIVINO ROGÉRIO CARDOSO SILVA
Graduado em Letras com Licenciatura pela Universidade Federal do Pará (2002). Pós-Graduado em Estudos Culturais da Amazônia (UFPA). Pós Graduado em Educação do Campo (Desenvolvimento e Sustentabilidade do Campo na Amazônia) – UFPA-2013. Experiência como Professor Regente de Língua Portuguesa, Literatura e Artes na região da Ilhas de Abaetetuba. Foi Supervisor 2010/2012 do Projeto Institucional de Iniciação à docência PIBID/ CAPES. Atualmente Coordena o Movimento dos Ribeirinhos das Ilhas e Várzeas de Abaetetuba (MORIVA) e membro da Comissão Própria de Avaliação – CPA (Instituto IFPA). Atua como Professor Formador no PARFOR. Mestrando na Universidade Federal do Pará - Curso: Educação e Cultura (2016).

EDIR AUGUSTO DIAS PEREIRA
Professor da Universidade Federal do Pará, Campus Universitário do Tocantins/Cametá. Licenciado e Bacharel em Geografia pela Universidade Federal do Pará (UFPA, 2004), Mestre em Geografia pela Universidade Federal Fluminense (UFF-2008) e Doutor em Geografia Humana pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia pela Universidade Federal Fluminense (2011-2014). Desenvolve pesquisa na área de estudos da Amazônia, Cultura, Território, Territorialidade e Resistência, com ênfase em Comunidades Ribeirinhas da Amazônia. Participa do Grupos de Pesquisa de Estudo, Pesquisa e Extensão da Região Tocantina (GEPECART) e do Núcleo de Estudos Territoriais, Ação Coletiva e Justiça (NETAJ-UFF) e coordena o Grupo de Estudo em Cultura, Território e Resistência da Amazônia Tocantina – SÍTIO.

GEORGINA NEGRÃO KALIFE CORDEIRO
Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Pará (1977). Especialização em Metodologia do Ensino Superior pela PUC de Minas Gerais, Especialização em Educação a Distância pela UNB (1997), Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Pará (2001) e Doutorado em Educação pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2009) na área temática Educação do Campo. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Formação de Professores e Movimentos Sociais. Atualmente é professora associada da Faculdade de Educação do Instituto Ciências da Educação da Universidade Federal do Pará e Professora do Programa de Pós Graduação Linguagens e Saberes na Amazônia, vinculado ao Campus de Bragança/UFPA. Compõe a Comissão Pedagógica Nacional do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária - PRONERA e coordena o Centro de Documentação e Memória em Educação de Jovens e Adultos na Amazônia.

GLAUCO DE ARAÚJO BEZERRA
Graduando em Turismo com Ênfase em Ecoturismo pelo Instituto de Estudos Superiores da Amazônia (IESAM), Graduado em Licenciatura em Geografia pela Faculdade Integrada Brasil Amazônia (FIBRA),tem experiência na área da educação atuando nos seguintes temas: Turismo e Meio Ambiente, bolsista pelo PIBIC/CNPq no Núcleo de Visitas Orientadas do Parque Zoobotânico do Serviço de Educação e Extensão Cultural, com atendimento orientado às instituições de ensino que visitam o Museu e suas dependências (aquário e exposições).do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG). Atuou no Projeto Ponto de Memória de Belém do Pará no bairro da Terra Firme (MPEG/IBRAM); Projeto “O Jardim Botânico Vai à Escola” elaborado pela Comissão de Educação Ambiental (CEA) da Rede Brasileira de Jardins Botânicos (RBJB) e (MPEG). Diretor do Grupo Ambiental Independente Florestativa, desenvolve o Projeto de Replantio de mudas nativas da Amazônia (GAIFA).

HELENA DO SOCORRO ALVES QUADROS
Pedagoga, Especialista em Ação Educativa e Cultural em Museus e em Educação Ambiental. Mestre em Educação; Doutoranda em Educação na Universidade Federal do Pará - PPGED/ICED. Funcionária do MCTI/Museu Paraense Emílio Goeldi desde 1982, é Tecnologista Sênior da Coordenação de Museologia/Serviço de Educação. Responsável pelos Projetos “O Museu Goeldi leva Educação em Ciência à Comunidade” e “O Jardim Botânico Vai à Escola”.

ISABEL CRISTINA FRANÇA DOS SANTOS RODRIGUES
Doutora em Educação na linha Educação, Cultura e Sociedade (PPGED- UFPA), Mestre em Linguística pela UFPA (2006) e Especialista em Língua Portuguesa: uma abordagem textual pela UFPA. Atualmente, é Professora-Adjunto II da Universidade Federal do Pará (Belém), lotada no Instituto de Educação Matemática e Científica (IEMCI). Coordena os Estágios da Faculdade de Educação Matemática e Científica. É docente do Mestrado Profissional- PROFLETRAS (UFPA-Belém) e supervisora do PNAIC.

ISABEL CRISTINA RODRIGUES DE LUCENA
Professora Associada I da Universidade Federal do Pará. É licenciada em Matemática pela Universidade do Estado do Pará (1993). Possui cursos de mestrado e doutorado em Educação – linha de pesquisa Educação Matemática – pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2005). Atualmente tem atuação no Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemáticas (PPGECM) e no Programa de Mestrado Profissional em Docência em Educação em Ciências e Matemáticas (PPGDOC), ambos da UFPA. Na graduação é professora do Curso de Licenciatura em Educação em Ciências, Matemática e Linguagens para a Formação de Professores dos Anos Iniciais. Desempenha atividades de pesquisa e extensão na área da Educação Matemática. Os principais enfoques dos projetos são: educação matemática e cultura amazônica, etnomatemática, ensino-aprendizagem-avaliação em matemática dos anos iniciais e formação de professores que ensinam matemática. É líder do GEMAZ – Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Matemática e Cultura Amazônica.

JACQUELINE CUNHA DA SERRA FREIRE
Doutora em Desenvolvimento Sustentável (PDTU/NAEA/UFPA, conceito 5/Capes). Mestre em Planejamento do Desenvolvimento/Área de Concentração em Políticas Públicas (PLADES/NAEA/UFPA, conceito 5/Capes). Professora da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB). Coordenadora da Universidade Popular de Movimentos Sociais (UPMS) na UNILAB em parceria com a FLACSO/Brasil, Projeto Alice/CES/Universidade de Coimbra (UC) e Instituto Universitário de Educação (IUE) de Cabo Verde. Atua na área de Educação principalmente nos seguintes temas: Educação e Cooperação Sul-Sul; Currículo, Práticas Educativas e Estágio Supervisionado; Juventude(s), Educação do Campo, Diversidade(s), EJA. Coordenação do Grupo de Pesquisa e Extensão Educação e Cooperação Sul-Sul (ELOSS/UNILAB). Atuou na Coordenação Institucional e Coordenação de Área do PIBID (2011-2016). Colaboradora na Casa Brasil África (CBA) da Universidade Federal do Pará (UFPA). Atuou como Consultora Internacional do UNICEF na Guiné Bissau (África).

JENIJUNIO DOS SANTOS
Doutorando em Educação na Faculdade de Educação da Universidade de Brasília – UNB – Linha de Pesquisa Educação Ambiental e Educação do Campo (2016); Mestre em Educação - Linha de pesquisa: Política Pública pela Universidade Federal do Pará (2014); Especialista em Psicologia Educacional – ênfase em psicopedagogia preventiva (PUC-MG, 2000); Especialista em Gestão Ambiental (Faculdades Ideal – Belém-PA, 2009). Possui graduação em PEDAGOGIA pela Universidade do Estado do Pará (1996). Participa da Rede UNIVERSITAS que congrega pesquisadores do GT Política de Educação Superior/ANPED (Expansão da Educação Superior no Campo) Sub 7. Pertence ao Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação do Campo na Amazônia (GEPERUAZ) e ao Grupo de Estudo e Pesquisa em Materialismo Histórico-Dialético (CONSCIÊNCIA). Atualmente é Professor no Curso de Pedagogia no PARFOR/UFPA; Professor da Faculdade Integrada Brasil Amazônia e Coordenador Pedagógico – Secretaria Municipal de Educação de Belém.

JOSÉ CAMILO RAMOS DE SOUZA
Possui graduação em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade Federal do Amazonas (1995), Bacharelado em Geografia pela Universidade Federal do Amazonas (1998), Especialização em Gestão em Etnodesenvolvimento pela Universidade Federal do Amazonas (2002-2003), Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Amazonas – FACED (2004-2006) e doutorado em Ciências obtido no Programa de Geografia (Geografia Física) pela Universidade de São Paulo-USP, em 04/07/2013. Professor da Universidade do Estado do Amazonas. Tem experiência na área de Geografia e Educação. Geografia: Geografia Econômica, Geografia Agrária, Metodologia do Ensino em Geografia, Prática do Ensino em Geografia, Geografia do Turismo, Cartografia aplicada ao ensino de Geografia etc. Educação: Estágio Supervisionado, Currículo, Metodologia da Pesquisa e Estudos. Estudo sobre imigrantes japoneses na Amazônia, ribeirinhos da Amazônia e pensamento geográfico da Amazônia.

JOSE DOMINGOS FERNANDES BARRA
Doutorando em Educação pela Universidade Federal do Pará – Instituto de Ciências da Educação - ICED- UFPA, MESTRE em Educação pela Universidade Federal do Pará. PROFESSOR do quadro efetivo da mesma Universidade com lotação no Campus Universitário do Tocantins-Cametá. Graduação em PEDAGOGIA pela Universidade Federal do Pará (2004). ESPECIALISTA em Gestão do Trabalho Pedagógico pela Faculdade Internacional de Curitiba – FACINTER. Foi Coordenador Regional da Secretaria de Estado de Pesca e Aquicultura- SEPAQ, Coordenador de Programas na Colônia de Pescadores Z-16 de Cametá. Exerceu a função de Secretário Adjunto de Educação no Município de Cametá – (2013).

JOSÉ SOBREIRO FILHO
Graduado em Licenciatura em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho desde 2007 realiza pesquisas de geografia com ênfase em geografia agrária e cartografia no NERA – Núcleo de Estudos, Pesquisas e Projetos de Reforma Agrária sobre assentamentos rurais, ocupações de terras, movimentos socioterritoriais, estrutura fundiária e desenvolvimento do agronegócio. No ano de 2011 ingressou no Programa de Pós-Graduação de Geografia na UNESP/FCT de Presidente Prudente para estudar as novas configurações dos movimentos socioterritoriais no Pontal do Paranapanema sob a orientação do Prof. Dr. Bernardo Mançano Fernandes. Cursou o doutorado no Programa de Pós-Graduação da Unesp/FCT pesquisando Movimentos Socioespaciais, Produção do Espaço e Redes Atualmente é professor Doutor da Universidade Federal do Pará - UFPA onde atua na graduação e no Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGEO).

MARIA ANTÔNIA PINHEIRO RODRIGUES
TÉCNICA AGRÍCOLA COM ÊNFASE EM AGROECOLOGIA E MANEJO FLORESTAL (IFPA); Licenciatura em História (FATEP); cursando Gestão Ambiental (IFPA); Presidente do Conselho de Mulheres de Abaetetuba; Presidenta do Instituto de Educação, Prevenção do Câncer, Reforma Agrária Domingos Trindade - como fantasia Assopra.

MARIA BÁRBARA DA COSTA CARDOSO
Doutoranda em Educação(UFPA-2016).Mestre em Educação (UFPA-2012) – Na linha Educação, Cultura e Sociedade; Especialização em Educação do Campo, Desenvolvimento e Sustentabilidade na Amazônia(UFPA-2013); Especialista em Gestão Escolar (Escola de Governo-UFPA-2015); Especialista em Coordenação e Organização de Trabalhos Pedagógicos (UFPA-2005),Graduação em Licenciatura Plena em Pedagogia pela Universidade Federal do Pará (2004) e graduação em Licenciatura em Teologia para o 1º Grau pela Universidade Federal do Piauí (1994).Pesquisadora do Grupo de Estudo e Pesquisa da Amazônia-GEPERUAZ; Pesquisadora do Grupo de Estudo. Pesquisa e Extensão Sociedade, Estado e Educação do Campo (GEPESEED) Professora colaboradora PARFOR. Atualmente é Especialista em Educação – assume função de Coordenadora Pedagógica no E R C Colégio São Francisco Xavier em Abaetetuba-Pará, Coordenadora do Projovem Campo Saberes da Terra de Abaetetuba. Membro atuante do Fórum Municipal de Educação de Abaetetuba (FME). Membro atuante do Fórum Regional de Educação do Campo Tocantina II (FORECAT).

MARIA DAS GRAÇAS DA SILVA
Doutora em Planejamento Urbano e Regional pelo Instituto de Planejamento Urbano da Universidade federal do Rio de Janeiro (IPPUR/UFRJ) com Pós--Doutoramento pelo Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS/UL-PT). Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado do Pará (UEPA), na Linha de Pesquisa: Saberes Culturais e Educação na Amazônia. Coordenadora do Grupo de Pesquisa em Educação e Meio Ambiente (GRUPEMA). Pesquisadora vinculada a Rede Lusofono de Educação Ambiental; Atua na área da Educação, pesquisa educacional e epistemologia; com ênfase nas temáticas: educação do campo, educação ambiental, cultura e natureza, saberes, práticas de trabalho e educação, processos e práticas educativas não escolares assentadas em experiências do cotidiano, territorialidades e processos educativos.

MARIA DO SOCORRO DIAS PINHEIRO
Mestre em Educação, Linha Currículo e Formação de Professores pela Universidade (2009) Federal do Pará, têm Especialização em Gestão Estratégica e Qualidade pela Universidade Cândido Mendes. É graduada em Licenciatura Plena em Pedagogia pela Universidade Federal do Pará (2000). Integra grupo de pesquisa em educação do campo GEPERUAZ. Coordenou o PRONERA. No ensino superior atuou como professora substituta e após aprovação em concurso público para o quadro efetivo no Campus Universitário de Altamira – UFPA exerceu a função docente e a coordenadora pedagógica do Campus de Altamira; coordenou o curso de licenciatura em educação do campo e ministrou disciplinas nas graduações de pedagogia, educação do campo e biologia e em turma de especialização. Atualmente é professora do magistério superior no Campus Universitário do Tocantins/ Cametá/ UFPA, no Curso de Licenciatura em Educação do Campo exercendo também a função de vice direção desta faculdade.

MARIA ELIANE DE OLIVEIRA VASCONCELOS
Atualmente é docente do ensino superior da Universidade Federal do Amazonas – UFAM, Mestre em educação pela Faculdade de Educação da UFAM e Cursa Doutorado em Educação na Universidade Federal do Pará-UFPA. Tem experiência na área de Educação com atuação principalmente nos seguintes temas: Identidade cultural ribeirinha, educação do campo, diversidade cultural, história da educação e gestão escolar.

NAZARÉ SERRAT DINIZ DE SOUZA
Doutora em Educação pelo Instituto de Ciências da Educação da Universidade Federal do Pará com a Tese Na Belém Ribeirinha, a Juventude e o Direito à Escolarização com Educação Profissional: análise da experiência da Casa Escola da Pesca, aprovada sem alterações em 28/05/2015. É Mestre em Planejamento Urbano e Regional pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2004) com a dissertação Cidadãos Analfabetos numa Metrópole Contemporânea e Especialização em Informática na Educação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MINAS/1999). É aluna do Curso de Direito da Universidade Federal do Pará/ICJ, Possui graduação em Licenciatura Plena em Pedagogia pela UFPA (1996), graduação em Ciências Contábeis pela UFPA(1990). É Professora efetiva da Escola de Aplicação da Universidade Federal do Pará.

OSCAR FERREIRA BARROS
Professor da Universidade Federal do Pará, Campus Universitário do Tocantins/Cametá. Doutorando em Educação pela UFPA. Mestre em Educação/UFPB (2007). Especialista em Educação, Cultura e Organização Social/UFPA (2005). Graduado em Pedagogia/UEPA (2003). Atualmente é Diretor da Faculdade de Educação do Campo-FECAMPO/UFPA-Cametá. É vice líder do Grupo de Estudo, Pesquisa e Extensão em Educação do Campo na Região Tocantina (GEPECART/UFPA). Integra a Coordenação do Fórum de Educação do Campo, das Águas e da Floresta da Região Tocantina/Pa-FECAF.

OSVANDO DOS SANTOS ALVES
Doutor em Educação em Ciências e Matemática (REAMEC-UFMT/UFPA); graduado em Licenciatura Plena em Matemática pela Universidade do Estado do Pará (1997) e Mestrado em Educação em Ciências e Matemáticas pela Universidade Federal do Pará (2004). Atualmente é docente da Universidade do Estado do Pará, Professor efetivo da Prefeitura Municipal de Belém. Representa a UEPA no Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu - PDRSX. Atualmente é Coordenador de Desenvolvimento e Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão do Centro de Ciências Sociais e da Educação da UEPA.

SALOMÃO ANTÔNIO MUFARREJ HAGE
Possui graduação em Agronomia (1982) e em Pedagogia (1987), mestrado em Educação: Supervisão e Currículo (1995), Doutorado Sanduíshe pela Universidade de Wisconsin-Madison (1999) e doutorado em Educação: Currículo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2000). É professor do Instituto de Ciências da Educação da Universidade Federal do Pará e docente do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Programa de Linguagens e Saberes da Amazônia. É bolsista produtividade do CNPq. Coordena o Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação do Campo na Amazônia, Integra a Coordenação do Fórum Paraense de Educação do Campo e Coordena a Escola de Conselhos Pará: Núcleo de Formação Continuada de Conselheiros Tutelares e de Direitos da Amazônia Paraense. Na área de Educação, privilegia as seguintes temáticas: educação do campo, políticas educacionais, educação de jovens e adultos, currículo e formação de professores na Amazônia.

SÉRGIO CARDOSO DE MORAES
Bacharel em Ciências Sociais pela UFPA (1992), Licenciado em Ciências Sociais pela UFPA (1994), Especialista em Políticas Pesqueiras na Amazônia pelo NAEA/UFPA (1996), Mestre em Educação pela UFRN (2002), concluiu o Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2005) com ênfase em Educação e Cultura. Atualmente é professor Associado da UFPA, Diretor Geral do Núcleo de Meio Ambiente da Universidade Federal do Pará, Pesquisador e Docente do Programa de Pós-graduação em Gestão de Recursos Naturais e Desenvolvimento Local na Amazônia (PPGEDAM/UFPA) e do Programa de Pós-graduação em Geografia (PPGEO/UFPA). Tem coordenado projetos de pesquisa com recursos externos a UFPA (CNPq, MEC, FAPESPA) investigando temas relacionados a relação entre Seres Humanos e Natureza a partir da pesca, educação ambiental e gênero. Tem experiência na área de Gestão Ambiental, Educação Ambiental, Pesca Artesanal, Comunidades Tradicionais. Publicou 03 livros e 11 capítulos de livros, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, meio ambiente, educação ambiental, pesca artesanal e relação homem-natureza.

SÉRGIO ROBERTO MORAES CORRÊA
Professor da Universidade do Estado do Pará (UEPA), vinculado ao Departamento de Filosofia e Ciências Sociais e ao Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGED-UEPA) como Colaborador. Coordenador Institucional do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) da Universidade do Estado do Pará (UEPA). Doutor em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Campina Grande (PPGCS-UFCG) com Doutorado Sanduiche pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia (PPGSA) do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS) da UFRJ. Coordenador do Grupo de Estudo e Pesquisa em Desenvolvimento, Educação e Trabalho na Amazônia (GEPDETAM). Pesquisador do Núcleo de Educação Popular Paulo Freire (NEP), vinculado ao Centro de Ciências Sociais e Educação da UEPA. Pesquisador-colaborador do Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação do Campo na Amazônia (GEPERUAZ), vinculado ao ICED-UFPA e pesquisador-colaborador do Grupo de Pesquisa Trabalho, Desenvolvimento e Políticas Públicas do PPGCS-UFCG. Preferencialmente, o referido pesquisador vem orientando seus estudos sobre: Desenvolvimento na Amazônia; Conflitos Sociais; Movimento Social; Hegemonia e Contra-hegemonia; Epistemologias do Sul; Educação Popular/do Campo etc.

SEVERINO BEZERRA DA SILVA
Possui Graduação em História pela Universidade Federal da Paraíba (1986), Mestrado em Sociologia Rural (Campina Grande) pela Universidade Federal da Paraíba (1994) e Doutorado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2003). É Professor Associado III da Universidade Federal da Paraíba. Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Educação e Movimentos Sociais no Campo, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação de Jovens e Adultos, Ensino de História, Assentamentos Rurais, Educação Popular e Educação do Campo. Foi coordenador do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (PRONERA)? Saberes da Terra? no Estado da Paraíba. Foi coordenador do Curso de Aperfeiçoamento: Formação para professores que atuam com jovens e adultos no contexto prisional. Atualmente (15/05/2015 - 15/05/2017) é coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFPB). É Vice-Coordenador do Fórum Regional/Nordeste de Coordenadores dos Programas de Pós-Graduação em Educação (FORPRED NORDESTE), no período de Outubro/2016 à junho/2017.

VIVIANE DOS SANTOS CARVALHO
Possui Mestrado em Linguagens e Saberes na Amazônia (2016), linha Memória e Saberes Interculturais, Especialização em Metodologia do Ensino, Pesquisa e Extensão em Educação pela Universidade do Estado da Bahia (2001) e Graduação em Pedagogia pela Universidade do Estado da Bahia (1999). Atualmente é docente da Universidade do Estado da Bahia. Realiza pesquisa e extensão na perspectiva da educação do campo, juventude, currículo, interculturalismo, estudos culturais, subjetividade docente e prática pedagógica.