IMPRENSA E SOCIEDADE NA AMAZÔNIA (1870-1930)

IMPRENSA E SOCIEDADE NA AMAZÔNIA (1870-1930)

Autores: Luís Balkar Sá Peixoto Pinheiro (Organizador).

livro impresso
de R$ 54,00 por
livro digital
de R$ 54,00 por

Disponibilidade: 5 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Imprensa e Sociedade na Amazônia (1870-1930) vem a público com a intenção de abordar a expansão e a atuação da imprensa em áreas marginais aos centros urbanos modernizados, onde ela tradicionalmente atua. Na obra, o olhar é deslocado para os sertões amazônicos de finais do século XIX e início do século XX, alcançando ali seringais, povoações embrionárias e populações deslocadas para o trabalho da extração da borracha. Em tais localidades, a imprensa é apresentada e apreendida como verniz civilizatório estruturante na luta contra o atraso e o arcaísmo, e como fulcro propulsor do progresso. Não sendo portadora de uma fala isenta de compromissos e intencionalidades, a imprensa que se instaura nos sertões amazônicos participou ativamente dos processos sociais, econômicos e políticos que marcaram a região, produzindo ricas representações, além de debater, propor e ancorar de forma interessada diversos projetos de intervenção social. Fruto de proposição formulada a diversos pesquisadores atuantes nas principais instituições universitárias da região, o livro incorpora uma dezena de reflexões voltadas para a compreensão da lógica de expansão e inserção do periodismo, não nas cidades capitais da Amazônia – então orgulhosas de seu progresso e modernização –, mas no vasto “inculto” e “arcaico” sertão amazônico, que começava a ser perscrutado e alcançado pelos tentáculos vorazes da expansão capitalista em sua sanha irrefreável por mercados consumidores e por centros produtores de matérias-primas de seus interesses. Assim, dialogando com uma produção periódica pouco conhecida e menos ainda referenciada, os pesquisadores que assinam cada um dos capítulos do livro acabaram por produzir um interessante mosaico, em que as múltiplas amazônias se revelam num rico, complexo e conflitivo quadro sociocultural demarcado pelas últimas décadas do século XIX e primeiras do XX.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-1801-7
DOI: 10.24824/978854441801.7
Ano de edição: 2017
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 224
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

IMPRENSA E SOCIEDADE NA AMAZÔNIA (1870-1930)

Autores

LUÍS BALKAR SÁ PEIXOTO PINHEIRO
Doutor em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1998), onde também realizou Pós-doutoramento (2017). É Professor Associado da Universidade Federal do Amazonas, com vínculo naquela instituição desde 1990.

AGENOR SARRAF PACHECO
Doutor em História Social (PUC-SP) e Professor dos Programas de Pós-Graduação em Antropologia e História Social da Amazônia.

JOSIANE MARTINS MELO
Mestra em História Social da Amazônia pela Universidade Federal do Pará (UFPA).

LUCAS MONTEIRO DE ARAÚJO
Mestre em Antropologia pela Universidade Federal do Pará (UFPA).

DAVI AVELINO LEAL
Doutor em Sociedade e Cultura na Amazônia e Professor do Departamento de História da Universidade Federal do Amazonas.

FRANCISCO PEREIRA COSTA
Doutor em História Social pela USP e Professor da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Acre.

CAIO GIULLIANO DE SOUZA PAIÃO
Mestre em História pela Universidade Federal do Amazonas.

LUCIANO EVERTON COSTA TELES
Mestre em História Social pela Universidade Federal do Amazonas e doutorando em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, É Professor Assistente da Universidade do Estado do Amazonas.

DANIELA REBELO MONTE TRISTAN
Mestre em História pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

MARIA LUIZA UGARTE PINHEIRO
Doutora em História Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2001) e Professora Associada da Universidade Federal do Amazonas.

GERALDO SÁ PEIXOTO PINHEIRO
Professor da Universidade Federal do Amazonas e atual Presidente do Instituto Ganga Zumba.