Capa do livro: OS 500 ANOS DA REFORMA PROTESTANTE NO BRASIL:<br>um debate histórico e historiográfco

OS 500 ANOS DA REFORMA PROTESTANTE NO BRASIL:
um debate histórico e historiográfco

Autores: Lyndon de Araújo Santos - Elizete da Silva - Vasni de Almeida (Orgs.).

livro impresso
de R$ 73,90 por
livro digital
de R$ 73,90 por

Disponibilidade: 5 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Nessa segunda década do século XXI, há uma razoável produção bibliográfica sobre a Reforma Protestante e Protestantismo Brasileiro, narrada a partir de metodologias inovadoras, que permitem explorar mais densamente as muitas fontes à disposição dos pesquisadores. Essa escrita tem seus antecedentes. Primeiro foram os textos dos missionários viajantes, que descreverem, sob a influência cultural e religiosa protestante, a geografia, as cidades, a vida rural, os hábitos, os costumes e a organização social brasileira. Quando o Protestantismo estava já assentado em vilas e cidades brasileiras, a partir da segunda metade do século XIX, passaram a circular, entre os protestantes, uma literatura memorialista de vida longa, escrita a partir de um certo conjunto de documentos, porém mediados pelas lembranças, pelas saudades, enfim, pelas memórias do ardor missionário. Na segunda metade do século XX, vieram os textos acadêmicos escritos por pesquisadores ainda ligados às suas instituições religiosas, remetendo suas análises aos ambientes internos das igrejas. A partir da década de 1980, a História Cultural ampliou as abordagens problematizadoras sobre o campo protestante no Brasil. Em razão dos 500 anos do movimento iniciado por Martinho Lutero, trazemos à lume os 500 anos da Reforma Protestante no Brasil: um debate histórico e historiográfico – uma coletânea organizada por eixos temáticos considerados marcantes na presença política, social, cultural e educacionais de igrejas tradicionais e pentecostais no Brasil. Nela, tencionamos dar vozes aos sujeitos dos discursos que representaram o protestantismo, bem como àqueles e àquelas que o construíram em suas práticas cotidianas.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-1927-4
DOI: 10.24824/978854441927.4
Ano de edição: 2017
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 430
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

OS 500 ANOS DA REFORMA PROTESTANTE NO BRASIL:<br>um debate histórico e historiográfco

Autores

ADRIANA MARTINS DOS SANTOS
Possui graduação em História e Mestrado e Doutorado em História Social pela Universidade Federal da Bahia. Professora de Rede Básica (SEC-BA), atualmente coordena a Revista Perspectiva Histórica.


ADRIANO HENRIQUES MACHADO

Graduado em História (2006) pela Universidade Estadual Paulista (UNESP-Franca) possui Mestrado (2010) e Doutorado (2016) em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), tendo seus estudos concentrados na área de História das Religiões, atuando principalmente nas seguintes temáticas: religião e política, evangélicos e católicos durante a ditadura militar e no período da abertura política. Atualmente é professor de História no Instituto Federal de São Paulo (IFSP) – Campus Bragança Paulista.

ADROALDO JOSÉ DE ALMEIDA
É membro fundador da Associação Brasileira de História das Religiões (ABHR) atuando principalmente nos temas que envolvem práticas religiosas cristãs (católicos e protestantes) com ênfase na relação entre religião e política, principalmente em estados de exceção. É doutor em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF), com a tese “Pelo Senhor, marchamos! Os evangélicos e a ditadura militar no Brasil (1964-1985)”. Atualmente é professor do Instituto Federal do Maranhão (IFMA/Campus Maracanã).


CHARLENE JOSÉ DE BRITO

Funcionária da Secretaria Municipal de Educação de São Gabriel – Bahia, é Mestre em História pela Universidade Estadual de Feira de Santana. Desenvolve pesquisas sobre a atuação dos presbiterianos ecumênicos na Bahia, no trato com mendigos, migrantes e trabalhadores das áreas rurais.


ELBA FERNANDA MARQUES MOTA
Possui Licenciatura em História pela Universidade Federal do Maranhão – UFMA, mestrado em História Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ. Atualmente é doutoranda em História pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO. Desenvolve pesquisas na área de História Contemporânea do Brasil e da História das Religiões, com ênfase em História do protestantismo brasileiro, especialmente, a igreja Assembleia de Deus.

ELIZETE DA SILVA
Professora Titular Plena, Docente do Mestrado em História e Coordenadora do Centro de Pesquisas da Religião da Universidade Estadual de Feira de Santana, Bahia. Pesquisadora e autora de livros e artigos sobre grupos religiosos no Brasil. Membro da Associação Brasileira de História das Religiões e do Grupo de Trabalho História das Religiões e Religiosidades da Associação Nacional de Professores Universitários de História do Brasil.


HULDA HELENA STADLER

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Católica de Pernambuco (1981), mestrado em Antropologia pela Universidade Federal de Pernambuco (1988) e doutorado em Antropologia – University of London (1994). Atualmente é Professor Associado III da Universidade Federal Rural de Pernambuco. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia Cognitiva e Sistemas Simbólicos, atuando principalmente nos seguintes temas: gênero, identidade, desenvolvimento humano, cognição, extensão rural e economia solidária. Pesquisadora do CNPq, projetos no campo de Identidades Culturais e Gênero. Grupo de pesquisa registrado na plataforma CNPq: Família, Gênero e Desenvolvimento Humano.


IGOR JOSÉ TRABUCO DA SILVA

Graduado em História pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Mestre em História pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Professor da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) desde 2011, onde desenvolve pesquisas na área de religião e religiosidade.


LIZANDRA SANTANA DA SILVA

Mestre em História pela Universidade Estadual de Feira de Santana (2012-2014). Licenciada em História pela Universidade Estadual de Feira de Santana (2006-2011). Atua nas áreas de História das Religiões e Religiosidades, História Oral, História da Educação Brasileira e Ensino e Aprendizagem de História.

LUCIANE SILVA DE ALMEIDA
Professora efetiva do Instituto Federal do Sul de Minas Gerais, campus Pouso Alegre. Doutora em História na linha de pesquisa “História e Culturas Políticas” pela UFMG e mestre em História na área de concentração “História, Cultura e Poder” pela UEFS. Desenvolve pesquisas nas áreas de História Política e História das Religiões com ênfase nos seguintes temas: protestantismo e política no século XX, anticomunismo e culturas políticas.


LYNDON DE ARAÚJO SANTOS

Professor do Departamento de História e dos Programas de Pós-Graduação em História e em Ciências Sociais da UFMA; Doutor em História pela UNESP-Assis/SP (2005) e Pós-Doutor pelo Programa de Pós-Graduação em História a UFF (2014). Desenvolve pesquisa sobre História das Religiões e Religiosidades, Protestantismo e Catolicismo no Brasil e na América Latina. Autor de As Outras Faces do Sagrado: Protestantismo e Cultura na Primeira República (2006) e Os Mascates da Fé: História dos Evangélicos no Brasil (2017).

MÁRCIO ANANIAS F. VILELA
Professor de História no Colégio de Aplicação CAp/UFPE. É doutor pelo Programa de Pós Graduação em História da UFPE e autor de dois livros: A trajetória política de Francisco Heráclio do Rêgo, e mais recentemente, Discursos e práticas da Igreja Presbiteriana do Brasil durante as décadas de 1960 e 1970, ambos publicados pela EdUFPE. Atualmente ocupa a vice-presidência da Anpuh – Brasil no biênio (2017-2019).


VASNI DE ALMEIDA

Professor do Curso de História da Universidade Federal do Tocantins, Campus de Porto Nacional. Doutor em História pela Universidade Estadual Paulista, UNESP, Campus de Assis, desde 2003. Desenvolve pesquisa sobre o campo protestante brasileiro, publicando artigos, livros e capítulos de livros sobre história dos metodistas, enfocando as seguintes temáticas: civilidade, política, sociedade, educação, gênero e ecumenismo.


ZÓZIMO TRABUCO

Graduado em História pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) em 2006, Mestre em História Social pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2009, Doutor em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 2015. Prêmio de melhor tese defendida no Programa de Pós-Graduação em História da UFRJ. Professor de História do Brasil na Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB). Autor dos livros A Seara e os Ceifeiros: Educação teológica, narrativas de conversão e identidade batista (1960-1990) (UEFS Editora, 2014) e “À direita de Deus, à esquerda do povo”: Protestantismos, esquerdas e minorias (1974-1994) (Sagga Editora, 2016).