Capa do livro: A LITERATURA NO ENCONTRO COM O OUTRO

A LITERATURA NO ENCONTRO COM O OUTRO

Autores: Maria Elizabeth Chaves de Mello

livro impresso
de R$ 65,90 por
livro digital
de R$ 65,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Podemos afirmar que, no século XVI, os projetos de França Equinocial e França Antártica, a fascinação pelo pau-brasil e pelos costumes indígenas, fazem do Brasil o « avesso da Europa ». O Brasil é e tem tudo o que a Europa não é, ou tudo o que ela não tem. Diante dos índios brasileiros levados a Rouen e exibidos na corte como selvagens e exóticos, Montaigne se inspira e escreve uma das páginas mais importantes sobre o homem natural, o ensaio Os canibais, em que questiona o epíteto de « selvagens », dado aos ameríndios, afirmando sua superioridade sobre o europeu, « civilizado ». A partir desses encontros e desencontros entre o « mesmo » e o « outro », estavam lançadas as bases de inúmeras  teorias, que tanta repercussão teriam na literatura e  em muitos campos do saber.
A literatura no encontro com o outro apresenta uma série de artigos, publicados por membros do grupo de pesquisa “O passado no presente: releituras da modernidade”, bem como por colaboradores estrangeiros e brasileiros, sempre presentes nos encontros do grupo. É fruto de pesquisas pluridisciplinares – teoria literária, tradutologia, teatro, cinema, literatura e ciências sociais. O tema predominante é o encontro com o “outro”, em vários momentos e em várias regiões do planeta. O “outro” como espelho do “mesmo”, reflexo, e, ao mesmo tempo, colaborador na construção de identidades. O “outro”, que pode ser tanto um viajante estrangeiro, como um autor com o olhar agudo e crítico de um Machado de Assis sobre o seu tempo, como um tradutor. Em todos os textos, percebe-se a tentativa de se conhecer o passado para a compreensão do presente. Nesses encontros, desencontros, trocas e diálogos, a literatura vai buscando o seu lugar. Compreendê-lo e pesquisa-lo seria uma das funções dos estudos literários.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-2171-0
DOI: 10.24824/978854442171.0
Ano de edição: 2018
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 342
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

A LITERATURA NO ENCONTRO COM O OUTRO

Autores

ALESSANDRA FONTES CARVALHO DA ROCHA
Doutora em Estudos de Literatura, na Universidade Federal Fluminense (UFF), subárea Literatura Comparada. No doutorado, desenvolveu pesquisa sobre o relato de viagem de Louis Antoine de Bougainville e o conto filosófico Supplément au voyage de Bougainville,de Denis Diderot. É Professora assistente I da Faculdade de Educação da UFRJ e atua na disciplina Didática e Prática de Ensino português/literaturas. Ainda na UFRJ é membro do Grupo de Ações de Ensino, Extensão e Pesquisa – Fórum de Ensino da Escrita – GRAFE, e coordena o curso de extensão Eu, escritor... A arte de ler, pensar, refletir, saborear, produzir...É membro do grupo de pesquisa do CNPq/UFF, “O passado no presente: releituras da modernidade”, liderado pela professora Maria Elizabeth Chaves de Mello.

ANA MÁRCIA CABRAL LINHARES MOURTHÉ
Possui graduação em História pela Universidade Santa Úrsula (1986), graduação em Filosofia pelo Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (2009) e mestrado em Memória Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UNIRIO) (2016). É doutoranda no programa de Estudos de Literatura, na Universidade Federal Fluminense e membro do grupo de pesquisa do CNPq/UFF, “O passado no presente: releituras da modernidade”, liderado pela professora Maria Elizabeth Chaves de Mello.

ANDREA REIS DA COSTA
Doutoranda em Literatura Comparada na Universidade Federal Fluminense (UFF). É mestre em Literaturas Francófonas, por esta universidade. Foi professora de francês no CAP – UERJ e atualmente é professora de língua francesa no Colégio Pedro II, Campus São Cristóvão II. É membro de grupo de pesquisa CNPq da Universidade Federal Fluminense, liderado pela professora Maria Elizabeth Chaves de Mello, no qual pesquisa a condição feminina do século XIX no Brasil, através de relatos de viagem. Tem experiência na área de Letras com ênfase em Língua e Literatura Francesas e tradução.

BENITO PETRAGLIA
Possui graduação em Letras – Português/Literaturas – pela Universidade Federal Fluminense (2005), e em Medicina, também pela Universidade Federal Fluminense (1985). É doutor em Letras pela Universidade Federal Fluminense (2012). Completou o Pós-doutorado em Estudos de Literatura na mesma universidade, no período de 2014 a 2017, com o projeto de pesquisa “Machado de Assis e as crônicas de A Semana”, sob a supervisão da Profª Drª Maria Elizabeth Chaves de Mello.Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Comparada, atuando principalmente nos seguintes temas: letras, pesquisa em literatura brasileira e língua portuguesa. É membro do grupo de pesquisa do CNPq/UFF, “O passado no presente: releituras da modernidade”, liderado pela professora Maria Elizabeth Chaves de Mello.

CARLOS EDUARDO DO PRADO
É doutorando em Literatura Comparada da Universidade Federal Fluminense (UFF), possui o título de mestre em Literaturas Francófonas pela mesma universidade. É responsável pela disciplina
Análise de material didático para o ensino de francês língua estrangeira moderna, do curso de Licenciaturas em Letras Habilitação Português – Francês da Universidade Estadual do Rio de Janeiro – UERJ e Supervisão do Estágio de Educação Básica de Francês I. Coordenador do projeto de extensão CAp-UERJ FLE: oficinas de língua e culturas francófonas. É membro do grupo de pesquisa do CNPq/UFF, “O passado no presente: releituras da modernidade”, liderado pela professora Maria Elizabeth Chaves de Mello.

CRISTIANA DE ALMEIDA FERNANDES
Doutoranda no Departamento de Design pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Cumpriu em 2015/2016 um período de Doutorado na modalidade sanduíche na Universidad de Sevilla, Facultad de Comunicación. Possui mestrado em Design também pela PUC-Rio. Foi coordenadora do curso de Design do Centro Universitário Volta Redonda – UniFOA de 2007 a 2015 e foi responsável pela concepção e implantação; elaboração do Projeto Pedagógico, sendo Membro também do NDE. Possui 16 anos de experiência acadêmica em docência superior em Comunicação e Design. Atua há 20 anos no mercado como designer gráfico e gerente de projetos. Hoje é Coordenadora Adjunta de Pós-Graduação do Centro Universitário de Barra Mansa – UBM.

EDEN VIANA MARTIN
Possui graduação em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1989), mestrado em Littérature française antique et comparée na Université Toulouse le Mirail e doutorado em Histoire, Langue, Littérature Française et Romane – na Université de Pau et des Pays de l’Adour(2002). Atualmente é Professeur Agrégé de linguistica, estilistica e literatura francesas na Université de Pau et des Pays de l’Adour, e diretora do IEFE – Institut détudes françaises pour étrangers – da Universidade de Pau. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura francesa, nos seguintes temas: estudos estilisticos da trangressão, narratologia, romance francês do século XX, literatura comparada. É membro do grupo de pesquisa do CNPq/UFF, “O passado no presente: releituras da modernidade”, liderado pela professora Maria Elizabeth Chaves de Mello.

GILEADE GODOI ABRANTES DE BARROS
Doutora em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas e mestre em Letras pela Universidade Federal Fluminense. Atualmente é professora do CEFET-RJ, onde ministra aulas de francês na graduação em Línguas Estrangeiras Aplicadas às Negociações Internacionais, bem como Língua Portuguesa e Literatura Brasileira no ensino médio. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Análise de Discurso, atuando principalmente nos seguintes temas: discurso, inquisição, memória, transferências, identidade. É membro do grupo de pesquisa do CNPq/UFF, “O passado no presente: releituras da modernidade”, liderado pela professora Maria Elizabeth Chaves de Mello.

GODOFREDO DE OLIVEIRA NETO
É Professor Titular na cadeira de Literatura Brasileira da Universidade Federal do Rio de Janeiro e doutor em Letras pela mesma UFRJ. Pós-Doutor com pesquisa na Georgetown University ( 2012). Diplomado pelo Instituto de Altos Estudos Internacionais da Universidade de Paris II – Sorbonne (1974). Romancista e Contista (Premiado no Jabuti, 2006), integra o Guia Conciso de Autores Brasileiros publicado pela Biblioteca Nacional. Professor de Literatura e Cultura Brasileiras na Universidade de Paris III – Sorbonne-Nouvelle (1982 a 1984). Exerceu cargos administrativos na área da educação (Pró-Reitor de Graduação da UFRJ -1990 a 1994; Departamento de Política do Ensino Superior do MEC/SESU, Brasília – 2004 a 2007; Subsecretário de Educação do Estado do Rio de Janeiro – 2007). É Membro Titular da cadeira Barão do Rio Branco da Academia Carioca de Letras. Membro do Conselho de Cultura do Estado do Rio de Janeiro.

JACQUELINE PENJON
É doutora pela Université Paris 3, Sorbonne Nouvelle, professora emérita da mesma universidade, onde lecionou literaturas lusófonas e foi diretora do CREPAL durante muitos anos. Deu cursos e palestras em várias universidades do Brasil, de Portugal e de inúmeros países europeus e da América Latina. Estudiosa e grande referência das literaturas brasileira e portuguesa na França, é responsável pela formação e doutoramento de muitos especialistas em lusofonia, nesse país. Sua bibliografia apresenta ênfase em estudos de paisagem, cultura e literatura brasileira. É membro do grupo de pesquisa do CNPq/UFF, “O passado no presente: releituras da modernidade”, liderado pela professora Maria Elizabeth Chaves de Mello.

JOSÉ LUÍS JOBIM DE SALLES FONSECA
Doutor pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi visiting scholar na Stanford University (2001), deu cursos e conferências em várias universidades do Brasil e do exterior, tais como Yale, nos EUA, Université Sorbonne Nouvelle, na França, Roma La Sapientia, na Itália, Ca’ Foscari de Veneza, na Itália, Université de Lille3, na França. Foi presidente da ABRALIC, vice-presidente da ANPOLL e professor titular da UERJ. Atualmente, é professor titular da Universidade Federal Fluminense, onde coordena o programa de pós-graduação em Estudos de Literatura da Universidade Federal Fluminense. É pesquisador 1 do CNPq e cientista do nosso estado pela FAPERJ. Autor de numerosos livros de teoria da literatura.

MARIA CRISTINA CARDOSO RIBAS
Doutora em Letras (Ciência da Literatura/ Teoria Literária), pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1997). Desde 2011, é procientista da UERJ/Faperj. A partir de 2013, é professor associado da UERJ e integra o corpo docente da Pós Graduação stricto sensu do Instituto de Letras da UERJ, como docente do programa do Mestrado. Foi professora da PUC-Rio na área de Letras e, posteriormente, no Departamento de Comunicação Social, até junho 2011. Suas pesquisas atuais derivam do Projeto Prociência e voltam-se para análises e discussões da rede conceitual do pós-moderno, releituras de literatura na contemporaneidade, literatura comparada, literatura e cinema e ensino de literatura. É membro do grupo de pesquisa do CNPq/UFF, “O passado no presente: releituras da modernidade”, liderado pela professora Maria Elizabeth Chaves de Mello.

MARIA DA CONCEIÇÃO VINCIPROVA FONSECA
Possui doutorado em Letras pela Universidade Federal Fluminense (2009). Credenciada como examinadora oral pela Cambridge ESOL Examinations – University of Cambridge. Foi professora na UBM– Centro Universitário de Barra Mansa, onde organizou e coordenou o Curso de Pós-graduação Estudos Avançados da Língua Inglesa, além de dar aulas na graduação. Foi professora na Associação Educacional Dom Bosco, em Resende. É professora do Centro Universitário de Volta Redonda, nos cursos de Educação Física, Engenharia de Produção, Enfermagem, Sistemas de Informação e no PROMES– programa de mestrado, no MECSMA-Mestrado em Ensino de Ciências de Saúde e do Meio Ambiente. É membro do grupo de pesquisa do CNPq/UFF, “O passado no presente: releituras da modernidade”, liderado pela professora Maria Elizabeth Chaves de Mello.

MARIA ELIZABETH CHAVES DE MELLO
Doutora em Letras pela PUC-Rio e fez estágio pós-doutoral na Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales, de Paris. Deu cursos e conferências em várias universidades do Brasil e do exterior, como Université Sorbonne Nouvelle, Université de Lille 3, Universidade Ca’Foscari de Veneza, Brown University etc. Foi professora de literatura brasileira na Université du Québec à Montréal, vice-presidente da ABRALIC, cientista do nosso estado da FAPERJ. É pesquisadora 1 do CNPq e professora titular na pós-graduação em estudos de literatura da UFF. Coordena os convênios com as universidades Sorbonne Nouvelle (onde é membro associado do CREPAL) e de Pau et des pays de l’ Adour. É líder do grupo de pesquisa “O passado no presente: releituras da modernidade”, cadastrado no CNPq desde 2004.

MARIA RUTH MACHADO FELLOWS
Possui doutorado em Letras pela Universidade Federal Fluminense (2003). Atualmente é professora adjunta da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, membro de grupo de pesquisa CNPq da Universidade Federal Fluminense, coordenado pela Professora Maria Elizabeth Chaves de Mello, e professora da Aliança Francesa. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Francês Língua Estrangeira, atuando principalmente nos seguintes temas: francês língua estrangeira, formação docente e estudos literários. É autora de vários artigos e capítulos de livros.

MARIANA DA SILVA LIMA
Possui doutorado em Literatura Comparada pela UFRJ e pós-doutorado pela USP. Integra os Grupos de Pesquisa do CNPq Formação do Brasil Moderno: literatura, cultura e sociedade (sob a coordenação dos Professores Doutores André Luiz de Lima Bueno e Luís Augusto Fischer), A crônica brasileira: dilemas, paradoxos e soluções de um gênero moderno (sob a coordenação do Professor Doutor Marcos Vinícius Scheffel) e A Circulação Transatlântica dos Impressos – a globalização da cultura no século XIX (coordenado por Márcia Abreu e Jean-Yves Mollier). O passado no presente: releituras da modernidade, liderado pela professora Maria Elizabeth Chaves de Mello. Foi Professora Substituta na Faculdade de Letras da UFRJ, onde ministrou as disciplinas das áreas de Teoria Literária e Fundamentos Literários da Cultura Brasileira. Atualmente é professora de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira no CEFET-RJ e realiza pesquisa de pós-doutorado na UFF.

MÔNICA FIUZA BENTO DE FARIA
Doutora em Letras pela Universidade Federal Fluminense (2003). Atualmente é professora adjunto 4 na Universidade Federal do Rio Grande do Norte e professora em regime de colaboração técnica da Universidade Federal Fluminense. Coordena o setor de francês do LABESTRAD, laboratório de Tradução da UFF. É Formatrice labellisée TV5MONDE. Foi professora de francês do Colégio Santo Inácio RJ, do Colégio de Aplicação da PUC-RJ, da Aliança Francesa, do Liceu Franco Brasileiro RJ, diretora de duas filiais da AF do Rio de Janeiro, assim como formadora e avaliadora do CIEP para os exames DELF/DALF. Participou do projeto Francês sem fronteiras, pela UFRN. É membro do grupo de pesquisa do CNPq/UFF, “O passado no presente: releituras da modernidade”, liderado pela professora Maria Elizabeth Chaves de Mello.

PIERRE FRANÇOIS GEORGES GUISAN
Doutor em Letras Neolatinas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e, atualmente, é professor associado na mesma universidade. Deu cursos e conferências em várias universidades do Brasil e do exterior. Tem experiência na área de linguagens, com ênfase nas questões de língua e identidade, atuando principalmente nos seguintes temas: línguas crioulas, crioulos, língua francesa e francofonias, língua e identidade, culturas em contato, sociolinguística e representações linguísticas, literaturas e culturas francófonas. É membro do grupo de pesquisa do CNPq/UFF, “O passado no presente: releituras da modernidade”, liderado pela professora Maria Elizabeth Chaves de Mello.

SANDRA REGINA GUIMARÃES
Possui pós-doutorado nos programas de pós-graduação em Literatura, Cultura e Contemporaneidade da PUC -Rio, no programa de pós-graduação em estudos de literatura da UFF, doutorado em Literatura Comparada pela Universidade Federal Fluminense em regime de cotutela com a Université Sorbonne Nouvelle, Paris 3 (2011), É pesquisador associado da Cátedra UNESCO de Leitura da PUC – Rio, desde outubro de 2011. Atua nas áreas de Letras e Comunicação e Artes e trabalha, principalmente, com os seguintes temas: Leitura, a leitura no universo das artes, os limites entre realidade e ficção, censura, ditadura, literatura e jornalismo. É membro do grupo de pesquisa do CNPq/UFF, “O passado no presente: releituras da modernidade”, liderado pela professora Maria Elizabeth Chaves de Mello.

SHEILA PRAXEDES PEREIRA CAMPOS
Doutoranda em Estudos de Literatura, na área de Literatura Comparada, pela Universidade Federal Fluminense. Possui Mestrado em Letras pelo Programa de Pós-Graduação em Letras da UFRR, na linha de pesquisa Literatura, Artes e Cultura Regional. É graduada em Letras com Habilitação em Literatura pela Universidade Federal de Roraima (2002). Atualmente, é professora assistente na Universidade Federal de Roraima onde atua na área de Literatura e Práticas de Ensino, com lotação na Coordenação do Curso de Letras. É membro do grupo de pesquisa do CNPq/UFF, “O passado no presente: releituras da modernidade”, liderado pela professora Maria Elizabeth Chaves de Mello.

STELA MARIA SARDINHA CHAGAS DE MORAES
Possui Doutorado (2003) em Letras pela Universidade Federal Fluminense (UFF). É professora adjunta de Língua francesa e Literaturas de língua francesa no Instituto de Letras da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). É membro de grupo de pesquisa CNPq da Universidade Federal Fluminense, liderado pela professora Maria Elizabeth Chaves de Mello. Seus estudos sobre Jules Romains e Machado de Assis lhe proporcionaram uma bolsa de estudos no âmbito de pesquisas da Academia Brasileira de Letras onde defendeu sua tese de doutoramento. Realizou estágio de Pós-Doutoramento, na Universidade estadual de Campinas (UNICAMP). É membro do grupo de pesquisa do CNPq/UFF, “O passado no presente: releituras da modernidade”, liderado pela professora Maria Elizabeth Chaves de Mello.

WASHINGTON KUBLINSKI PEREIRA
Doutor e Mestre em História pela PUC– SP. É professor da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro e responsável pela disciplina de História da Marinha Mercante na Fundação de Estudos do Mar (FEMAR). É membro do grupo de pesquisa do CNPq/UFF, “O passado no presente: releituras da modernidade”, liderado pela professora Maria Elizabeth Chaves de Mello.