Capa do livro: ENSAIOS DE HISTÓRIA MEDIEVAL:<br> temas que se renovam

ENSAIOS DE HISTÓRIA MEDIEVAL:
temas que se renovam

Autores: Paulo Duarte Silva - Renata Cristina de Sousa Nascimento (Orgs.)

livro impresso
de R$ 65,00 por
livro digital
de R$ 65,00 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Nas últimas décadas, os estudos medievais no Brasil experimentaram grande expansão, se consolidando nos campi e cursos por todo o país, como os de História, Letras, Filosofia e Artes, dentre outros. Tal processo foi acompanhado pela ampliação dos próprios quadros docentes, de grupos de pesquisa, congressos e publicações. Fruto da contribuição de especialistas que, a um só tempo, se beneficiaram e se somaram a este esforço coletivo; Ensaios de História Medieval: temas que se renovam reúne onze capítulos que revisitam assuntos políticos, religiosos e culturais que perpassam todo o “milênio medieval”: nesta empreitada, os autores consideram temáticas consagradas à luz dos recentes debates historiográficos pertinentes. Da “queda” de Roma à de Constantinopla, os textos discutem os reinos dos visigodos e de Portugal, a Expansão Árabe e o processo de Reconquista, além de instituições como o Papado e as Universidades, e de temas culturais do período, como as peregrinações e relíquias, as artes visuais e a literatura. Dirigida ao grande público e, sobretudo, aos estudantes em formação, Ensaios de História Medieval: temas que se renovam oferece novas perspectivas sobre um período histórico que desperta crescente interesse na atualidade.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-3224-2
DOI: 10.24824/978854443224.2
Ano de edição: 2019
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 224
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

ENSAIOS DE HISTÓRIA MEDIEVAL:<br> temas que se renovam

Autores

ALINE DIAS DA SILVEIRA
É doutora em História Medieval pela Universität Humboldt zu Berlin (Alemanha), Mestre em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Professora Associada na Universidade Federal de Santa Catarina, orientadora de pesquisas de mestrado e doutorado no Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal de Santa Catarina, bem como orientadora de dissertações do ProfHistória – Programa de Mestrado Profissional em Ensino de História. Também coordena o Núcleo Interdisciplinar de Estudos Medievais – Meridianum CNPq/UFSC e é membro do NEMED – Núcleo de Estudos Mediterrânicos CNPq/UFPR.  Em 2013, publicou o livro O Pacto das Fadas na Idade Média e, em 2018, organizou o livro Ser, Tempo e Espaço: Reflexões Interdisciplinares sobre o Medievo. Autora de textos acadêmicos que versam sobre a relação entre as culturas muçulmana, cristã e judaica no Medievo, grande parte de sua produção está disponível no site www.academia.edu.

BRUNO GONÇALVES ALVARO
É doutor em História Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Coordenador do Grupo de Pesquisa Dominium: Estudos sobre Sociedades Senhoriais (CNPq-UFS) e Vice Coordenador do Insigna: Estudos Históricos sobre Sagrado, Poder e Violência (CNPq-UFMT). É professor Associado I de História Medieval no Departamento de História (DHI), do Programa de Pós-Graduação em História (PROHIS) e do Programa de Pós-Graduação em Arqueologia (PROARQ) da Universidade Federal de Sergipe. Realizou estágio pós-doutoral na Universidade Federal de Mato Grosso (Nov. 2014-2015). É co-organizador do livro Cultura, Memória e Poder: História e Historiografia (SÁ, A. F. A. & ALVARO, B.G., Ed. UFPE, 2016).

CAROLINA GUAL DA SILVA
É doutora em História Cultural pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), com estágio doutoral pela Université Paris I/Sorbonne. É pesquisadora colaboradora da Unicamp, onde atualmente desenvolve pesquisa de pós-doutorado financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). É pesquisadora do LEME (Laboratório de Estudos Medievais), núcleo Unicamp. Coordena, junto com o Prof. Dr. Igor Salomão Teixeira, o Projeto DocFix/Fapergs “A construção de jurisdições eclesiásticas: dízimos e territórios no direito canônico medieval (séculos XII-XIII)”, no Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Possui inúmeros artigos publicados em livros e periódicos especializados, tanto nacionais quanto internacionais. Seus principais temas de pesquisa são: formas de direito na Idade Média, circulação de conhecimento, casamento e questões de gênero, organização eclesiástica e jurisdições.

FABIANO FERNANDES
Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1996), Mestrado em História pela Universidade Federal Fluminense (1999), Estágio de Doutoramento na Universidade do Porto (2004), Doutorado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005) e Pós-Doutor pela USP (2016). Atualmente, é Professor de História Medieval da Unifesp, Campus Guarulhos, atuando principalmente nos seguintes temas: Ordens Militares, Reino de França na Idade Média Tardia e Renascimento, Guerras de Itália e Mediterrâneo na Idade Média e primeira Modernidade. Membro da Rede Latino-Americana de Estudos Medievais, Membro do LEME-UNIFESP (laboratório de Estudos Medievais) e coordenador do LEGIM (Legitimidade, Governo e Conflitos sociais na Idade Média e Renascimento). Autor de Por entre as arestas do inquérito: a circulação de informações na prisão e o interrogatório de Henri Pòmpignac. C. 1476-1477 (2019), Monarquia e poliarquia na França Tardo-medieva: o crime de lesa-majestade em Aurillac, segundo o processo do duque de Nemours. C. 1474-c. 1476 (2016), Jacques de Armagnac, duque de Nemours e a acusação de Lesa-majestade. A construção de um crime político por meio da memória escrita. 1465-1477 (2015) e Insurreições urbanas e ritos públicos em fins do século XIV. As relações políticas e simbólicas nas cerimônias de punição às cidades na França medieval (2014), dentre outras publicações.

FLAVIA GALLI TATSCH
É doutora em História pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP. Professora no curso de graduação em História da Arte e do Programa de Pós-Graduação em História da Arte da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas – EFLCH da Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP. Coordenadora do Núcleo História da Arte do Laboratório de Estudos Medievais – LEME/UNIFESP. Realizou estágio de pós-doutorado na Scuola Normale Superiore, Pisa (2016). É co-organizadora do livro Política(s) na História da Arte: Redes, contextos e discursos de mudança (UNIFESP, 2017).

LEANDRO DUARTE RUST
É doutor em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Professor Associado II na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMG). Foi professor visitante na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e na Universidade de Brasília (UnB). Realizou estágios de pós-doutorado na Universidade de São Paulo (2012) e na The Catholic University of America, de Washington (2015-2016). É autor de Colunas de São Pedro: a política papal na Idade Média Central (Annablume, 2011), A Reforma Papal (1050-1150): trajetórias e críticas de uma história (EdUFMT, 2013), Mitos Papais: política e imaginação na História (Vozes, 2015), Bispos Guerreiros: violência e fé antes das Cruzadas (Vozes, 2018). Coordenador do Insignia: Estudos Históricos sobre Sagrado, Poder e Violência (CNPq-UFMT). 

MARCELLA LOPES GUIMARÃES
É doutora em História pela UFPR (2004), mestra em Literatura Portuguesa (UFRJ) e graduada em Letras (UFRJ). É Professora Associada II de História Medieval na UFPR, membro do corpo permanente de professores do PPGHIS/UFPR e é pesquisadora do NEMED/UFPR (Núcleo de Estudos Mediterrânicos) e do LADIH/FURB (Laboratório de Didática da História). Participa ainda dos grupos: “A Península Ibérica e a sua Inserção no mundo medieval e renascentista (UERJ)”, “Poder e Sociedade na Península Ibérica tardo-antiga e medieval (UFPR)” e “Cultura e Poder (UFPR)”. É autora de Capítulos de História: o trabalho com fontes (Aymará, 2012), selecionado no PNBE do Professor (Programa Nacional Biblioteca na Escola), em 2013; de dois volumes do Café com Ideias (PUCPRess), com o filósofo Jelson Oliveira, da Coleção O Livro das Coisas para Guardar (Positivo: 2013) e de livros literários, dentre os quais Menina com brinco de folha, que conquistou o III Prêmio EDUFES de Literatura na categoria Infantil (2015). É coordenadora do PPGHIS/UFPR (gestão 2017-2019) e do Acordo de Cooperação em Pesquisa com a Universidade de Poitiers (França). Em 2019, cumpriu missão de trabalho em Cabo Verde, sob os auspícios da Embaixada do Brasil no país. Criadora do blog Literistórias.

PAULO DUARTE SILVA
É doutor em História Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Desde 2014, divide a Coordenação do Programa de Estudos Medievais (Pem-UFRJ) com as Professoras Andréia Cristina Lopes Frazão da Silva e Leila Rodrigues da Silva. Igualmente, desde 2014 atua como Professor Adjunto de História Medieval na Universidade Federal do Rio de Janeiro e participa do Programa de Pós-Graduação em História Comparada da mesma universidade (PPGHC-UFRJ). É co-organizador de Organização do Episcopado Ocidental (séculos IV-VIII): Discursos, Estratégias e Normatização (SILVA, L.R. & RAINHA, R. & SILVA, P. D., Pem, 2011), “A Igreja em construção: poder e discurso cristão na Alta Idade Média (séculos IV-VII)” (SILVA, L. R. & SILVA, P. D. & TOMAZ, R. B. & BORGONGINO, B., Pem, 2013), A Idade Média no Discurso Fílmico: Catálogo Fílmico - volume 3 (FERREIRA, A. & SILVA, A. C. & COSTA, J. & SILVA, L. R. & SILVA, P. D., Pem, 2017). É autor de Pregação e Poder no Ocidente: as festas cristãs nos séculos V-VI (440-543) (Pem, Autografia, 2017).

RENATA CRISTINA DE SOUSA NASCIMENTO
É doutora em História pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Participante do Núcleo de Estudos Mediterrânicos (NEMED). Professora associada III na Universidade Federal de Goiás (UFG), na Universidade Estadual de Goiás (UEG) e no Programa de Pós-Graduação em História da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-Go). Realizou estágio de pesquisa na Universidade de Oviedo (janeiro-2019). Realizou estágios de pós-doutorado na Universidade do Porto (dez./2015-2016) e na Universidade Federal do Paraná (2012). É coautora de A Visibilidade do Sagrado: Relíquias Cristãs na Idade Média (COSTA, Paula. P. & NASCIMENTO, Renata. C. S. Prismas, 2017), e Peregrinos e Peregrinação na Idade Média (FRANÇA, Susani. L & LIMA, Marcelo. P. NASCIMENTO, Renata. C. S. Vozes, 2017). Co-organizadora de Cultura Política e Poder na Idade Média (Multifoco, 2018); Mundos Ibéricos: territórios, gênero e religiosidade (Alameda, 2017); Entre Europa, África e América: Mundos ibéricos no Atlântico-Sul (Luminária, 2017); A Idade Média; entre a história e a historiografia (Ed. da Puc- Go, 2012), Uma corte européia nos trópicos & outros ensaios (Ed. da Puc-Go, 2010); e Historiar: interpretar objetos da cultura (UFU, 2009).

RENATO VIANA BOY
É doutor em História pela Universidade de São Paulo (USP) e é professor de História Antiga e Medieval na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), campus Chapecó-SC. Membro da REDE Latino-americana de Estudos Medievais e do Laboratório de Estudos Medievais (LEME), sendo coordenador do núcleo UFFS deste laboratório. Membro do Grupo de Pesquisa Historiografia, Linguagens e Memória, da UFFS. Membro da equipe do Guia Eletrônico Medieval, um indexador de materiais didáticos e bibliográficos sobre História Medieval na web. Pesquisa sobre História e Historiografia medievais, relações políticas de autoridade, poder e identidade, com ênfase no Império Bizantino. Participou com capítulos das publicações Byzantium, Its Neighbours and Its Cultures (DZINO, D & PARRY, K. Brisbane, 2014) História e Linguagens: memória e política (VOJNIAK, F. Paco Editorial, 2015), La Edad Media em pespectiva latino-americana (FAUAZ, A. T. EUNA, 2018).

RODRIGO DOS SANTOS RAINHA
É doutor em História Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Participante do Programa de Estudos Medievais – (UFRJ – UERJ). Professor Adjunto na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), professor Associado na Universidade Estácio de Sá (UNESA).  Gestor Nacional de Educação do grupo Estácio. Organizador do projeto de Alfabetização de Jovens e Adultos mantido pela Universidade Estácio de Sá. Comentarista de história da Rádio Globo.  Coordenador e curador do Projeto cultural Rolé Carioca e Rolé Brasil. Integrante, como organizador do Prêmio CEDINE - Conselho Nacional do Direito dos Negros – RJ.  Realizou doutorado sanduíche na Universidade de Barcelona. Autor dos livros "A Educação no Reino Visigodo"(2007); Cartas Medievais: Bráulio de Saragoça (séc. VII) e Gregório VII (séc. XII) (2008); Organização do Episcopado Ocidental (séculos IV-VIII): discursos, estratégias e normatização.(2012); A Copa no Campo da História (2015); O Rio de Todos os Padres (2017).  E mais importante, um professor apaixonado por relações de ensino-aprendizagem, pelo papel da História como agente de transformação social, pai da Yasmin e para sempre um fomentador do empoderamento feminino.