Capa do livro: GUIA PARA INSTRUMENTALIZAÇÃO DE TRILHAS INTERPRETATIVAS NUMA PERSPECTIVA DE ENSINO E APRENDIZAGEM

GUIA PARA INSTRUMENTALIZAÇÃO DE TRILHAS INTERPRETATIVAS NUMA PERSPECTIVA DE ENSINO E APRENDIZAGEM

Autores: Laís Cássia Monteiro de Souza Barreto - Jean Dalmo de Oliveira Marques - Rosa Oliveira Marins Azevedo (Orgs.)

livro impresso
de R$ 57,90 por
livro digital
de R$ 57,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

A Interpretação Ambiental (IA) é considerada de extrema importância para o desenvolvimento de estudos em ambientes naturais. É uma forma de transmitir, de maneira eficiente, as características de um ambiente. Essa interpretação alcança melhores resultados quando é desenvolvido em trilhas interpretativas (TIs), pois oportuniza condições para a utilização de atividades práticas de campo, que auxiliam no entendimento de conceitos teóricos, tornando possível coletar, por exemplo, amostras de solo, planta e água.
Não pretendemos limitar a quantidade de atividades que podem ser realizadas em um ambiente natural, mas proporcionar aos leitores ideias para desenvolver aulas de maneira prática nos mais diversos ambientes naturais que existem na Amazônia; muitos ainda desconhecidos e/ou não estudados quanto às potencialidades dos seus recursos naturais. Assim, a instrumentalização dos ambientes a partir da delimitação de TIs é uma alternativa potencial para promover a educação ambiental nos mais diversos níveis de ensino.
Utilizar TIs no processo de ensino e aprendizagem de Gestão ambiental e Ecologia da Amazônia se torna uma ferramenta para desenvolver aulas teóricas e práticas, transpondo a barreira do ensino fragmentado, sendo possível abordar com mais eficácia e eficiência componentes curriculares que só podem ser compreendidos a partir do contato do aluno com o meio ambiente.
Por reconhecer a relevância da utilização das TIs e, por verificar a dificuldade encontrada por professores em realizar aulas práticas em ambientes não formais de ensino, o seu uso pode representar um recurso viável para ampliação de visitas e excursões com caráter de ensino sobre os recursos naturais Amazônicos.
Assim, esperamos que este guia possa não somente orientar professores e alunos a desenvolver estudos sobre gestão ambiental e ecologia da Amazônia em TIs, mas, acima de tudo, fortalecer a importância da preservação e/ou conservação dos recursos naturais na Amazônia.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-3435-2
DOI: 10.24824/978854443435.2
Ano de edição: 2019
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 96
Formato do Livro: 14x21 cm
Número da edição:1

Sumário

GUIA PARA INSTRUMENTALIZAÇÃO DE TRILHAS INTERPRETATIVAS NUMA PERSPECTIVA DE ENSINO E APRENDIZAGEM

Autores

AUTORES
LAÍS CÁSSIA MONTEIRO DE SOUZA BARRETO

Graduada em Ciências Naturais pela Universidade Federal do Amazonas – UFAM (2010) e Mestre em Ensino Tecnológico do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Amazonas – IFAM (2018). Têm experiência em pesquisas sobre Trilhas Interpretativas, conservação e manejo de crocodilianos e quelônios amazônicos, técnica laboratorial e docência em Ciências. Atua como professora de Ciências pela Secretaria Estadual de Educação do Amazonas – SEDUC.

JEAN DALMO DE OLIVEIRA MARQUES
Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM) (1996), MBA em Perícia, Auditoria e Gestão Ambiental pelo Instituto de Pós-Graduação-IPOG (2013), Mestre em Agronomia pela Universidade de São Paulo (USP) (2000) e Doutor em Biologia Tropical e Recursos Naturais pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) (2009). Atualmente é professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM), atuando em cursos técnicos, tecnológicos, licenciaturas e pós-graduação. Tem experiência nas áreas de Agronomia e Recursos Naturais, desenvolvendo pesquisas relacionadas ao Manejo dos Recursos Naturais e Educação em solos e ecológica.

ROSA OLIVEIRA MARINS AZEVEDO
Doutorado em Educação em Ciências e Matemática pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Professora do IFAM nos cursos de licenciatura em Física, Química, Ciências Biológicas e Matemática e nos cursos de mestrado em Educação Profissional e Tecnológica e mestrado em Ensino Tecnológico.

COLABORADORES
JEAN DINELLY LEÃO

Graduação em Engenharia Ambiental pelo Centro Universitário do Norte – Laurete International Universities (2014). Engenheiro Ambiental da Reserva Particular do Patrimônio Natural Dr. Daisaku Ikeda, pertencente ao Instituto SOKA de Pesquisas e Estudos Ambientais do Amazonas.

JOMBER CHOTA INUMA
Possui graduação em Ciências Florestais – Universidad Nacional de La Amazonia Peruana (1985), Mestrado em Ciências de Florestas Tropicais pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (1998) e Doutorado em Botânica pelo Instituto de Pesquisa da Amazônia – INPA (2006). Atualmente, trabalha na Reserva Particular do Patrimônio Natural Dr. Daisaku Ikeda, pertencente ao Instituto SOKA de Pesquisas e Estudos Ambientais do Amazonas. Tem experiência em pesquisa e ensino de ecologia, biodiversidade (com ênfase em flora de plantas superiores em terra firme e áreas alagáveis), manejo e conservação dos recursos naturais e desenvolvimento sustentável na Amazônia brasileira e peruana.

TAÍS TYOTO TOKUSATO

Acadêmica do Curso de Ciências Naturais da Universidade Federal do Amazonas. Coordenadora Ambiental da Reserva Particular do Patrimônio Natural Dr. Daisaku Ikeda, pertencente ao Instituto SOKA de Pesquisas e Estudos Ambientais do Amazonas.