Capa do livro: POLÍTICAS EDUCACIONAIS NO BRASIL E NA AMÉRICA LATINA <br> Coleção Formação do professor e políticas educacionais <br> Volume 2

POLÍTICAS EDUCACIONAIS NO BRASIL E NA AMÉRICA LATINA
Coleção Formação do professor e políticas educacionais
Volume 2

Autores: Romilda Teodora Ens - Cassiano R. Nascimento Ogliari - Roberto Luis Renner (Orgs.)

livro impresso
de R$ 55,50 por
livro digital
de R$ 55,50 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

O Grupo de Pesquisa: Políticas, Formação de Professores, Trabalho Docente e Representações Sociais (POFORS), do Programa de Pós-Graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR, em conjunto com uma rede de pesquisadores parceiros de Programas de Pós-Graduação de instituições nacionais e internacionais, de professores, pós-doutorandos, doutorandos, mestrandos, estudantes de iniciação científi¬ca e graduandos integrantes do grupo de pesquisa POFORS/PUCPR, o qual integra a Cátedra da UNESCO sobre Profi¬ssionalização Docente e a Cátedra Serge Moscovici, coordenada pelo CIERS-ed (Centro Internacional de Estudos em Representações Sociais, Subjetividade e Educação da Fundação Carlos Chagas/São Paulo) articulou as discussões e pesquisas que formam este livro. A rede aqui formada buscou promover uma reflexão sobre políticas educacionais na América Latina e no Brasil. A interface entre as políticas aqui abordadas oferece ao leitor alternativas de estudos e aprofundamento sobre regulações políticas, contradições, observância às normas dos organismos multilaterais e demandas sociais que exigem a mediação de formadores, ancorada em ações voltadas à formação de homens e mulheres cientes das transformações sociais e econômicas da sociedade.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-3717-9
DOI: 10.24824/978854443717.9
Ano de edição: 2019
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 220
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

POLÍTICAS EDUCACIONAIS NO BRASIL E NA AMÉRICA LATINA <br> Coleção Formação do professor e políticas educacionais <br> Volume 2

Autores

ADOLFO IGNACIO CALDERÓN
Doutor em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo com Pós-doutorado em Ciências da Educação na Universidade de Coimbra. É professor titular do Programa de Pós-Graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-CAMPINAS), Bolsista de Produtividade em Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) do Brasil.

CASSIANO R. NASCIMENTO OGLIARI
Doutor em Educação: História, Política, Sociedade pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC/SP. Pós-Doutorando em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUC/PR. Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUC/PR. Licenciado em Pedagogia e em Matemática com especialização em Metodologia do Ensino de Matemática. Pesquisa atualmente no campo da formação de professores, em especial, o impacto da formação de professores sobre as práticas docentes considerando as relações de poder que ocorrem nas instituições escolares, passando pelo conceito de habitus, bem como pelo conceito de recontextualização proposto por Bernstein e de Representações Sociais por Moscovici. Possui trabalhos que discutem a formação de professores desde políticas de formação até relações mais específicas que envolvem a sala de aula e seu cotidiano. Participa do Grupo de Pesquisa: Políticas, Formação de Professores e Representações Sociais (POFORS) na PUC/PR.

CÉLIA SOUZA DA COSTA
Doutoranda vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Católica do Paraná (PUC-PR). Participa dos Grupos de Pesquisa: Políticas, Formação do Professor, Trabalho Docente e Representações Sociais; Fundamentos Epistemológicos das Políticas Educacionais e a Problemática da Escola na Contemporaneidade; do Grupo Pensamento Educacional Brasileiro: História e Políticas e do grupo Bioética e Educação na linha de pesquisa Bioética, ciência e sociedade. Mestre em Direito Ambiental e Políticas Públicas (PPGDAPP) pela Universidade Federal do Amapá (UNIFAP). É especialista em Docência do Ensino Superior e especialista em Educação Especial e Inclusiva. Possui graduação em Licenciatura em Filosofia; graduação em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo; Bacharelado em Direito e Licenciatura em Pedagogia. Tem experiência na docência e elaboração de projetos, trabalha com educação especial e inclusiva, patrimônio cultural, educação profissional e mídia (Tv, rádio, impresso e rede sociais). Bolsista CAPES.

DANIELLE ENGEL CANSIAN CARDOSO
Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC/PR), na linha de pesquisa em História e Políticas da Educação. Mestre em Patrimônio Cultural e Sociedade pela Universidade da Região de Joinville (UNIVILLE). Servidora pública federal, com atuação na área técnico-administrativa do Instituto Federal Catarinense – Campus Araquari, onde ocupa o cargo de Técnica em Assuntos Educacionais e encontra-se lotada na Secretaria Escolar e Acadêmica da Instituição. Participa do Grupo de Pesquisa Políticas, Formação do Professor e Representações Sociais (POFORS) vinculado ao Centro Internacional de Estudos em Representações Sociais e Subjetividade Educação (CIERS-ed) da Fundação Carlos Chagas/FCC e à Cátedra da Unesco sobre Profissionalização Docente coordenado pela professora doutora Romilda Teodora Ens.

DENISE SILVA ARAÚJO
Graduada em Pedagogia (Universidade Católica de Goiás). Mestre e Doutora em Educação (Universidade Federal de Goiás – UFG). Pós Doutoranda em Educação (Pontifícia Universidade Católica de Goiás – PUC Goiás). Professora Adjunta da Faculdade de Educação da UFG e professora aposentada da PUC Goiás. Coordenadora da área de Políticas Educacionais da Faculdade de Educação da UFG. Professora Colaboradora do Programa de Pós-Graduação – Mestrado em Ensino na Educação Básica do Centro de Estudo e Pesquisa Aplicada da UFG. Pesquisadora nas áreas de políticas e gestão educacional, formação e trabalho docente e educação profissional. Membro integrante do Grupo de Pesquisa: Políticas Educacionais e Gestão Escolar.

DIEGO PALMEIRA RODRIGUES
Graduado em Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Maria, RS (2002), especialista em Esporte Escolar pela Universidade Comunitária da Região de Chapecó, SC (2005), especialista em Educação Física pela Celer Faculdades Campus Chapecó, SC (2007) e Mestre em Educação, linha de pesquisa Educação Políticas Públicas e Cidadania pela Universidade do Oeste de Santa Catarina – UNOESC (2013). Atualmente é Técnico em Assuntos Educacionais da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS e doutorando em Educação na linha de pesquisa Educação Políticas Públicas e Cidadania do Programa de Pós-Graduação em Educação da UNOESC. É pesquisador da Rede Iberoamericana de Estudos e Pesquisas em Políticas e Processos de Educação Superior – RIEPPES e do Grupo de Estudos e Pesquisas em Políticas de Educação Superior da região Sul – GEPPES – Sul. Atua como editor de secção e Secretário geral e executivo da Revista Internacional de Educação Superior – RIESup da Unicamp (QUALIS A3).

EDIVALDO CESAR CAMAROTTI MARTINS
Doutorando e Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-CAMPINAS), membro do Grupo de Avaliação, Políticas e Sistemas Educacionais (GRAPSE) da PUC-CAMPINAS. Professor e Diretor Administrativo da Faculdade Casa Branca.

FRANCISCO ANÍBAL GANGA-CONTRERAS
Doutor em Administração de Empresas pela Université Libre des Sciences de lEntreprise et des Technologies de Bruxel (2009) com pós-doutorado em Ciências Humanas pela Universidad del Zulia (Venezuela). Professor titular do Departamento de Ciencias del Desarrollo e director do Programa de Investigación sobre Gobernanza e Inclusión Organizacional da Universidade de Los Lagos, Chile.

GEYSO DONGLEY GERMINARI
Possui graduação em História pela Universidade Federal do Paraná (1998), mestrado em Educação pela Universidade Federal do Paraná, 2001 (Bolsa Capes), doutorado em Educação pela Universidade Federal do Paraná (2010). Atualmente é professor Adjunto C do Departamento de História (DEHIS) da Universidade Estadual do Centro Oeste (UNICENTRO), atuando na graduação na disciplina Estágio Supervisionado em História, e no Programa de Pós-Graduação em Educação, na Linha de Pesquisa Educação, Cultura e Diversidade, nas disciplinas Cultura, Diversidade e Processos Educativos e Educação Histórica: Teoria e Pesquisa, no mesmo programa é vice coordenador e, também, atua nos Programa de Pós-Graduação em História, na Linha de Pesquisa Espaços de Práticas e Relações de Poder, na disciplina Didática da História: Teoria e Pesquisa. É pesquisador do Laboratório de Pesquisa em Educação Histórica (LAPEDUH), articulado ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Paraná. Atua e desenvolve pesquisas nas áreas de História e Educação, com ênfase em Educação Histórica e Ensino de História, atuando principalmente nos seguintes temas: educação histórica, didática da história, ensino e aprendizagem, formação de professores, arquivos e ensino de história e consciência histórica e identidade. Editor do periódico Cadernos de Pesquisa: Pensamento Educacional (2011-2013). Projetos financiados pelo CNPq e Fundação Araucária.

HEITOR ALEXANDRE TREVISANI LIPINSKI
Graduação em Comunicação Empresarial e Especialização em Comunicação e Sociedade pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Atualmente é mestrando do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO), na linha de pesquisa em Educação Cultura e Diversidade. Áreas de atuação: desenvolvimento e editoração de materiais didáticos do PNLD, sistemas de ensino, EAD e tecnologias. Autor de manuais disciplinares para EAD de Ciências Humanas e escola de teologia da UNINTER.

HELVÉCIO GOULART MALTA DE SÁ
Graduado em Arquitetura e urbanismo (Universidade Católica de Goiás) e Licenciatura em História (Pontifícia Universidade Católica de Goiás – PUC Goiás). Especialista em Engenharia de Segurança (Universidade Federal de Goiás – UFG). Mestre em Educação (PUC Goiás). Pesquisador nas áreas de políticas e gestão educacional, formação e trabalho docente, educação profissional.

IRIA BRZEZINSKI
Graduada em Ciências Sociais e em Pedagogia-Orientação Educacional pela UFPR. Mestre em Planejamento Educacional pela Faculdade de Educação da UnB. Doutora em Administração da Educação pela Faculdade de Educação da USP. Pós-doutorado. Professora titular da Pontifícia Universidade Católica de Goiás e Professora da Universidade de Brasília (aposentada). Desenvolve pesquisa em Políticas Educacionais, Planejamento e Gestão Educacional, Formação de Profissionais da Educação e Avaliação Institucional. Coordena o Grupo de Pesquisa: Políticas Educacionais e Gestão Escolar. Pesquisadora Bolsista Produtividade CNPq Nível 1.

JORGE MANUEL GOROSTIAGA
Es Doctor en Análisis Social y Comparado de la Educación por la University of Pittsburgh y realizó Posdoctorado en la Universidad Federal de Minas Gerais. Se desempeña como Profesor Titular y Director de la Maestría en Gestión Educativa en la Universidad Nacional de San Martín. Investigador del Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas (CONICET) y Profesor de Posgrado en la Universidad Torcuato Di Tella, Argentina. Es Editor de la Revista de Estudios Teóricos y Epistemológicos en Política Educativa. Se especializa en el estudio de reformas educativas comparadas, las relaciones entre investigación y política educativa, y problemas de equidad en educación secundaria y superior.

JOSÉ LUIS DE OLIVEIRA
Doutorando e Mestre em Educação e Graduado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná na linha de Pesquisa: História e Políticas da Educação. É membro do grupo de pesquisa Políticas, Formação do Professor, Trabalho Docente e Representações Sociais (POFORS). Participa do Projeto de Pesquisa: Políticas de Formação de Professores, Representações Sociais sobre inserção, Trabalho Docente e Profissionalização no Espaço Escolar na PUCPR, que integra o projeto sobre Profissionalização Docente, coordenada pelo CIERS-ed (Centro Internacional de Estudos em Representações Sociais, Subjetividade e Educação da Fundação Carlos Chagas), além de desenvolver pesquisas em políticas educacionais e educação em direitos humanos. Professor do Centro Universitário Internacional UNINTER. Bolsista Capes / Fundação Araucária.

KARLA PEZAVENTO
Possui graduação em Pedagogia pela Universidade do Oeste de Santa Catarina, onde era estudante do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid). Pós-graduada em Psicopedagogia Institucional pela Universidade do Oeste de Santa Catarina. Graduanda no curso de Psicologia da Unoesc, fazendo parte do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC). Estudante pertencente ao Grupo de Estudos e Pesquisa em Políticas Públicas de Educação Superior da Região Sul –GEPPES SUL – UNOESC/UNICAMP. É integrante do grupo de pesquisa intitulado Rede Iberoamericana de Pesquisas em Políticas Públicas e Processos de Educação Superior – RIEPPES e do Grupo de Estudos e Pesquisas em Políticas de Educação Superior da região Sul – GEPPES – Sul. Possui experiência no campo da educação, atuando como docente na rede básica de ensino.

LEILA CLEURI PRYJMA
Doutora em Educação pela UNESP, Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Londrina, graduada em Letras, com especialização em Gestão Escolar, Psicopedagogia Escolar, Clínica e Institucional. Professora de Português e Inglês de Ensino Médio, Graduação e Pós-Graduação. Professora de Especialização dos cursos de Neuropedagogia, Psicopedagogia, Gestão Escolar, Psicomotricidade, Educação Especial, Neuropsicopedagogia e Interdisciplinaridade e Docência na Educação Básica. Ampla experiência na área da Educação, com ênfase em Leitura, Produção de Texto e Metodologia da Ação Docente. Atuando principalmente nos seguintes temas: processo de ensino aprendizagem, elaboração de questões para vestibulares e concursos, formação e formação continuada de docentes, correção de redação de vestibular, e identidade do professor do século XXI. Atualmente, trabalha como docente do Instituto Federal do Paraná – Campus Pitanga. Membro do Grupo de Pesquisa Políticas, Formação do Professor e Representações Sociais (POFORS) da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR).

MARCOS VINICIUS MESSINO GODOI
Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC/PR), na linha de pesquisa em História e Políticas da Educação. Mestre em Educação pela PUC/PR. Graduado em Ciências Contábeis pela PUC-PR e Matemática pela Faculdade Tecnológica Machado de Assis – FAMA. Professor da SEED-PR no município de Guaratuba e professor no Instituto Superior de Ensino Pesquisa e Extensão – Faculdade do Litoral Paranaense (ISEPE). Participa do Grupo de Pesquisa Políticas, Formação do Professor e Representações Sociais (POFORS) vinculado ao Centro Internacional de Estudos em Representações Sociais e Subjetividade Educação (CIERS-ed) da Fundação Carlos Chagas/FCC e à Cátedra da Unesco sobre Profissionalização Docente coordenado pela professora doutora Romilda Teodora Ens. Bolsista PUCPR (Marcelino Champagnat).

MARIA DE LOURDES PINTO DE ALMEIDA
Mestre e Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Pós-Doutorado em Política, Ciencia e Tecnologia pelo IG da Unicamp. Docente pesquisadora do PPGEd da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc). Coordenadora adjunta do Grupo Internacional de Estudos e Pesquisas em Educação Superior – GIEPES – Unicamp. Coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Políticas de Educação Superior da região Sul – GEPPES SUL. Coordenadora da Rede Iberoamericana de Estudos e Pesquisas em Políticas e Processos de Educação Superior – RIEPPES. Editora Adjunta da Revista Internacional de Educação Superior – RIESup da Unicamp. Autora de vários livros e organizadora de inúmeras coletâneas na área de Políticas Educacionais. Possui vários artigos publicados em periódicos científicos nacionais e internacionais.

PATRICIO VIANCOS GONZÁLEZ
Doutorando em Política e Gestão Educacional da Universidad de Playa Ancha, Chile, e Programa de Investigación sobre Gobernanza e Inclusión Organizacional da Universidade de Los Lagos, Chile.

ROBERTO LUIS RENNER
Doutorando em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR. Possui graduação em Pedagogia pela PUCPR (1997) e mestrado em Educação pela Universidade Tuiuti do Paraná (2004). Bacharel em Teologia pelo Instituto e Seminário Bíblico Irmãos Menonitas 1995 (Convalidação em Teologia pela Faculdade FIDELIS, 2015). Atualmente é professor da FAEL – Faculdade Educacional da Lapa nas disciplinas de Avaliação, Gestão Escolar, Educação no Espaço não Escolar. Professor de Teologia do Centro Universitário Internacional, UNINTER, nas disciplinas de Cristologia, História da Educação e Livros Proféticos. Professor de filosofia do Grupo Eureka. Membro do Grupo de Pesquisa Políticas, Formação do Professor e Representações Sociais (POFORS) da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR).

RODRIGO CEREGATTI FRANCO
Licenciado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-CAMPINAS). Pesquisador em nível de Iniciação Científica e bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) no período de 2017-2019. Membro do GRAPSE – Grupo de Avaliação, Políticas e Sistemas Educacionais da PUC-Campinas, cadastrado junto ao Diretório dos Grupos de Pesquisa no Brasil do CNPq.

ROMILDA TEODORA ENS
Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP. Pós Doutora pela Universidade do Porto/Portugal. Mestre em Educação e graduada em Pedagogia e Direito pela Universidade Federal do Paraná – UFPR. Pesquisadora Produtividade pela Fundação Araucária – Paraná. Professora Titular do Programa de Pós-Graduação em Educação, Mestrado e Doutorado, na linha História e Políticas da Educação, da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Pesquisadora Associada da Fundação Carlos Chagas, participando do Centro Internacional de Estudos em Representações Sociais, Subjetividade – Educação (CIERS-ed). Membro do Núcleo de Pesquisa Internacional em Representações Sociais (NEARS) – PUC-SP. Integrante da Red de Estudios Teóricos y Epistemológicos en Política Educativa (ReLePe). Lidera o grupo de pesquisa Políticas, Formação de Professores, Trabalho Docente e Representações Sociais (POFORS) na PUCPR, que integra a Cádetra da UNESCO sobre Profissionalização Docente, coordenada pelo CIERS-ed/FCC.

SILMARA TEREZINHA FREITAS
Graduada em Física (2006) e Matemática (2011), especialista em Física/Matemática (2008) e Coordenação Pedagógica (2015). Mestranda em Educação na Universidade do Oeste de Santa Catarina. Pesquisadora da Rede Iberoamericana de Estudos e Pesquisas em Políticas e Processos em Educação Superior (RIEPPES). Pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Políticas de Educação Superior da região sul (GEPPES SUL), estudando a temática Internacionalização da Educação Superior, no Grupo Internacional de Estudos e Pesquisas em Educação Superior (GIEPES – UNICAMP). Professora universitária nas faculdades Senac-Chapecó/SC e Horus-Pinhalzinho/SC.

SUELI PEREIRA DONATO
Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR (2017). Mestre em Educação pela PUCPR (2013). Graduada em Pedagogia pela PUCPR. Atualmente é Professora do Programa de Pós-Graduação em Mestrado Profissional em Educação e Novas Tecnologias – PPGENT, Stricto Sensu do Centro Universitário Internacional UNINTER, Curitiba/PR. Pesquisadora da Fundação Wilson Picler de Amparo a Educação, Ciência e Tecnologia?– FAMPECT. Coeditora da Revista Intersaberes e Membro do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos (UNINTER). Integra o Grupo de Pesquisa Políticas, Formação do Professor e Representações Sociais (POFORS) da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Desenvolve pesquisas na área da Educação com ênfase nas políticas educacionais, formação de professores, profissionalidade, cidades educadoras e representação social.