Capa do livro: O FUTURO DA FILOSOFIA

O FUTURO DA FILOSOFIA

Autores: Léo Peruzzo Júnior (Org.)

livro impresso
de R$ 31,25 por
livro digital
de R$ 31,25 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

A provocação ensejada pelo título – O futuro da filosofia – é paradoxal. Não reflete apenas a ânsia filosófica de apontar o caminho da seta, mas os labirintos que a Filosofia possui em suas tentativas de definição. Assim, por um lado, não são raros os exemplos encontrados na História da Filosofia que refletem o antagonismo do fazer filosófico. Já por outro lado, além de uma crítica ao próprio método, está a pergunta acerca do modo como tal tarefa será executada naquilo que poderíamos conceber, num lapso de imaginação, como sendo seu futuro. Antes de tecermos os fios entre tais paradoxos parece natural, ou intuitivo, que tenhamos que desatar (ou aceitar) alguns nós que constituem as perplexidades da própria condição filosófica e de seu arcabouço conceitual.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-3605-9
DOI: 10.24824/978854443605.9
Ano de edição: 2019
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 164
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

O FUTURO DA FILOSOFIA

Autores

ANTONIO VALVERDE
Graduado em Filosofia, – bacharelado e licenciatura –, FFNSM (Atual FAJE), (1974). Doutor em Educação – Filosofia e História da Educação – UNICAMP (1996). Professor Titular do Departamento de Filosofia da PUC-SP (2003). Líder do Grupo de Pesquisa “Renascimento: Ética, Filosofia Política e Religião”, PUC-SP/CNPq (2002- ). Líder do Grupo de Pesquisa “Filosofia Política Contemporânea”, PUC-SP/CNPq, (2011- ). Pesquisador das áreas de História da Filosofia Moderna – com ênfase em Filosofia Política do Renascimento – e de História da Filosofia Contemporânea – com ênfase em Ética e Filosofia Política. Atualmente, pesquisa o anti-utopismo de Hans Jonas e a utopia concreta de Ernst Bloch. Professor de Filosofia (Ética) da EAESP-Fundação Getúlio Vargas-SP (1996-2016). Coeditor da Revista de Filosofia AURORA (2005- ). Membro titular do Comitê de Ética em Pesquisa da PUC-SP (2013 - ).

BORTOLO VALLE
Possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Especialização em Filosofia da Educação e em Didática do ensino Superior, ambos pela PUCPR. Mestrado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e Doutorado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo). Atualmente é professor titular da Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR, professor da Faculdade Vicentina de Filosofia – FAVI e professor titular do Centro Universitário Curitiba – UNICURITIBA. Tem trabalhado com as disciplinas de Filosofia e Direito, Filosofia Antiga e Medieval, Filosofia da Linguagem. As pesquisas em desenvolvimento têm sido nucleadas sobre o pensamento de Wittgenstein, mais especificamente sobre a questão do “inefável”, bem como sobre o tema da estética no autor. Desenvolve ainda projetos de pesquisa sobre a questão do corpo em Edith Stein, da mística em Simone Weil bem como filosofia da ciência a partir de Karl Popper.

DARLEI DALL ´AGNOL
Professor Titular da Universidade Federal de Santa Catarina. Possui Graduação (1983-1986) e Especialização (1987) em Filosofia pela Universidade de Caxias do Sul (RS) onde também atuou como professor (1987-1993). Cursou Mestrado em Filosofia na UFRGS (1988-1992) e Doutorado em Filosofia na University of Bristol (PhD, 1996-2000), Inglaterra, com trabalhos na área da ética. Fez estágio de pós-doutorado em metaética na University of Michigan in Ann Arbor, US (2006-7) e no Centre for Practical Ethics da University of Oxford, UK (2015-6). É autor de vários livros, artigos e capítulos de livros no Brasil e no exterior, destacando-se, recentemente, os livros “Morality and Life” (Pisa, Itália, 2015), “La ética en Wittgenstein y el problema del relativismo” (València, Espanha, 2016) e “Care and Respect in Bioethics” (Inglaterra, 2016). Desde 2004, é Pesquisador do CNPq (1C) e, atualmente, participa do Consórcio Global de Pesquisa O3: “Our Brain, Our Selves, Our World: an international research consortium on neuroscience, ethics and society.” (2016-2021), liderado pela Professor Ilina Singh, da Oxford University.

LÉO PERUZZO JÚNIOR
Professor do Programa de Pós-Graduação em Filosofia Mestrado e Doutorado da Pontifícia Universidade Católica do Paraná / PUCPR, do Centro Universitário Franciscano do Paraná – UNIFAE/PR e da Faculdade Vicentina – FAVI. Doutor em Filosofia pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. Editor-Chefe da Aurora Journal of Philosophy. Além do Brasil, realizou conferências na Espanha, Portugal, Itália, Peru, Coréia do Sul, México e Argentina. É autor das obras “Filosofia da Linguagem” (PUCPRess, 2016), “O que pensam os filósofos contemporâneos? Um diálogo com Singer, Dennett, Searle, Putnam e Bauman” (PUCPRess, 2017), “Realidade, Linguagem e Metaética em Wittgenstein” (PUCPRess, 2018), entre outras.

PAULO ROBERTO MARGUTTI PINTO
Possui graduação em Filosofia pela UFMG (1967), mestrado em Filosofia Contemporânea pela UFMG (1979) e doutorado em Filosofia pela University of Edinburgh (1992), com tese sobre Wittgenstein. Foi pesquisador 1A do CNPq de 2003 a 2012, tendo inclusive coordenado o Comitê Assessor de Filosofia entre 2010 e 2012. Foi professor da UFMG de 1978 a 2006, quando se aposentou na categoria de titular. Foi também professor titular da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE/MG), de 2006 a 2010. Em 2013, voltou a trabalhar como professor titular da FAJE/MG. Tem experiência nas áreas de lógica, filosofia da linguagem e filosofia no Brasil.

PLÍNIO JUNQUEIRA SMITH
Possui graduação em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1986), doutorado em Filosofia pela Universidade de São Paulo (1991), pós-doutorado na Universidade de Oxford (1997) Livre-Docente em Teoria do Conhecimento pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) (2013). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), bolsista do CNPq, nível 1C, com o projeto “Neopirronismo e ceticismo cartesiano: perspectivas filosóficas e históricas”. Foi coordenador de Projeto Temático da FAPESP (2005-2009) e de Projeto Chamada Universal CNPq (2013-2016). É editor-responsável da revista Sképsis. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em História da Filosofia Moderna e Epistemologia, atuando principalmente nos seguintes temas: ceticismo, epistemologia analítica e filosofia da mente.

SOFIA STEIN
Presidente da Sociedade Brasileira de Filosofia Analítica Nov/2018-2020. Pesquisa nas áreas de filosofia da linguagem, epistemologia e ciências cognitivas e é bolsista PQ do CNPq. Após estudo das obras de Willard van Orman Quine, defendeu, em 1996, dissertação na Universidade Federal do Rio Grande do Sul intitulada O Holismo Semântico de Willard Quine: uma tentativa sistemática de compreender o significado. Desenvolveu pesquisa em 1998 na Universität Bielefeld, Alemanha, acerca das obras de Willard V. O. Quine e Rudolf Carnap e, em 2011, na University of Pittsburgh, investigou acerca do naturalismo na semântica, sob a supervisão de John McDowell. Atualmente é professora pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade do Vale do Rio dos Sinos e coordena a Especialização em Filosofia: Os Clássicos e suas Obras, o Grupo de Pesquisa Social-Brains e o Laboratório de Filosofia Experimental e Estudos da Cognição. Investiga, desde uma perspectiva naturalizada, questões relativas à aquisição linguística e à compreensão do significado de frases, assim como questões acerca dos processos de percepção, e de como seus conteúdos estão relacionados à expressão linguística.

SUSANA DE CASTRO
Possui graduação em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1993), mestrado em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1995), doutorado em Filosofia – Ludwig Maximilian Universität München (2003) e pós-doutorado em filosofia na CUNY Graduate Center (2015). Atualmente é professora Associada do departamento de filosofia e do programa em pós-graduação em filosofia (PPGF) da UFRJ. Tem experiência na área de Filosofia, atuando principalmente com os seguintes temas: metafísica antiga (esp. Aristóteles), filosofia da educação, neopragmatismo, estudos de gênero. Coordena o laboratório Antígona de Filosofia e Gênero. Coordena o projeto de pesquisa de extensão “identidade nacional e decolonialidades”. Autora dos livros Filosofia e Gênero (2014), Ontologia (2008), As mulheres das tragédias gregas: poderosas? (2011), entre outros livros e capítulos de livros.