Capa do livro: POLÍTICA, CULTURA E SOCIEDADE NA AMÉRICA LATINA: <br>estudos interdisciplinares e comparativos <br>Volume 6

POLÍTICA, CULTURA E SOCIEDADE NA AMÉRICA LATINA:
estudos interdisciplinares e comparativos
Volume 6

Autores: Lídia de Oliveira Xavier - Carlos F. Domínguez Ávila - Vicente Fonseca (Orgs.)

livro impresso
de R$ 92,90 por
livro digital
de R$ 92,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Hobsbawn observou que durante o século XX não foi possível comparar suas décadas com qualquer outra época anterior e o século XXI caminha para sua inigualável temporalidade. A partir da segunda década, esse século vem passando por modificações extremamente rápidas e a primavera árabe é um dos grandes exemplos, mas não o único. As transformações estruturais em sociedades conservadoras com modelos de governo de pouca participação popular parece não encaixar nos propósitos do sujeito pós moderno, como descreveu Hall. Para ele, o sujeito pós moderno é aquele composto de múltiplas identidades abertas que estarão em processo de formação até o fim da sua vida, logo, consideradas inacabadas. Dessa maneira, o sujeito determina que o ciberespaço seja a criação de inúmeras identidades a partir do olhar daquilo que o sujeito queira se transformar para aceitação e pertencimento a determinados ou múltiplos grupos.
Para uma melhor compreensão do processo social, este livro capta essa metamorfose em distintas regiões para que o leitor possa se situar no contexto dos conflitos e como eles tendem a nascer. Todo o processo vivenciado no passado requer seu aperfeiçoamento. A revolução do microcrédito de Muhammad Yunus, a soberania nacional, o sentimento de Pátria, a territorialidade, noções de povos, governos de direita e governos de esquerda etc. Criou-se o sentimento de que o mercado dita as ações governamentais e as noções maiores do que seriam os governos de direita, de centro ou de esquerda (e todas as suas derivações) ganharam novas perspectivas.
Em junho de 2019, durante o encontro das vinte maiores economias mundiais (G-20), nasce a proposta de acordo comercial entre o Mercosul e a União Europeia que pode gerar um incomensurável tratado entre os países. No entanto, é necessário destacar que os países latinos ainda são reconhecidos por sua exportação de matérias primas, como ocorria nos séculos XIX e XX. Esses países são excepcionais fornecedores de produtos agropecuários. Segundo relatório da FAO de 2018, o mundo perde entre um quarto e um terço dos alimentos produzidos anualmente para o consumo humano. Entram nessa cifra os alimentos desperdiçados. Tudo isso equivale a 1,300 bilhões de toneladas de alimentos. E os países latinos estão inseridos nesse contexto devido à falta de infraestrutura e de planejamento urbano para o escoamento de suas safras. Assim, as transformações sociais, econômicas ou políticas requerem novos avanços que não foram sentidos anteriormente e o sujeito pós moderno está inserido nessa perspectiva.   
  

Alessandro Rezende
Doutor em Ciências Sociais

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-3629-5
DOI: 10.24824/978854443629.5
Ano de edição: 2020
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 510
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

POLÍTICA, CULTURA E SOCIEDADE NA AMÉRICA LATINA: <br>estudos interdisciplinares e comparativos <br>Volume 6

Autores

ALESSANDRO REZENDE
Doutor em Ciências Sociais e servidor do Governo do Distrito Federal (ISCP).

ALEXANDRE FUCCILLE
Doutor em Ciências Sociais e docente da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filha-Unesp (Campus Franca).

ANDRÉ PIRES GONTIJO
Doutor em Direito e docente do Centro Universitário Unieuro e do Centro Universitário de Brasília.

ASBEL BOHIGUES
Doutor em Ciência Política e atualmente realiza estágio de pós-doutorado na Universidade Federal de Minas Gerais.

CARLA A. MCNELLY
Doutora em Educação (Estudos críticos e socioculturais) e docente da Purdue University (Estados Unidos).

CARLOS FEDERICO DOMÍNGUEZ AVILA
Doutor em História e docente do Centro Universitário Unieuro. Atualmente realiza estágios de pós-doutoramento em História pela Universidade de Brasília e em ‘Desigualdades Globais e Justiça Social: Diálogos Sul e Norte’ pela Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais-Sede Brasil.

CECILIA GRACIELA RODRÍGUEZ
Doutora em Ciência Política e docente da Universidade de Salamanca (Espanha).

DANTE AVARO
Doutor em Filosofia e pesquisador do Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas-Conicet (Argentina).

DELIA DUTRA
Doutora em Sociologia e docente da Universidade da República (Uruguai) e da Universidade de Brasília.

EDSON LUIZ ZANGRANDO FIGUEIRA
Reitor do Centro Universitário UNIEURO.

GEMA SÁNCHEZ MEDERO
Doutora em Ciência Política e da Administração e docente da Universidade Complutense de Madrid (Espanha).

GERSON LEDEZMA
Doutor em História e docente da Universidade Federal da Integração Latino-americana.

HUGO J. REGALADO JACOBO
Doutor em Estudos do Desenvolvimento Global e docente da Universidade Autônoma de Baixa Califórnia (México).

HUGO SUPPO
Doutor em História e docente da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

IOLANDA BRANDÃO
Doutora em Psicologia Social e docente do Centro Universitário Unieuro.

ISAAC CARO
Doutor em Estudos Americanos e professor-coordenador do Mestrado em Estudos Sociais e Políticos Latino-americanos da Universidade Alberto Hurtado (Chile).

JESÚS ALBERTO RODRÍGUEZ ALONSO
Doutor em Ciência Política e da Administração e docente da Universidade Autônoma de Cidade Juárez (México).

LEANDRO GAVIÃO
Doutor em História Política e docente da Universidade Católica de Petrópolis.

LEONARDO GRANATO
Doutor em Economia Política Internacional e docente da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

LÍDIA DE OLIVEIRA XAVIER
Doutora em História e professora-coordenadora do Mestrado em Ciência Política do Centro Universitário Unieuro.

LUÍS ANTÔNIO PAULINO
Doutor em Ciência Econômica e professor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquisa Filho (Campus Marília).

LUIS FERNANDO AYERBE
Professor Titular de História Geral da Universidade Estadual Paulista (Unesp), atuando no Departamento de Economia da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara e no Programa San Tiago Dantas de Pós-graduação em Relações Internacionais da Unesp, Unicamp e PUC/SP.

MARCOS AURELIO GUEDES DE OLIVEIRA
Doutor em Ciência Política e professor-titular da Universidade Federal de Pernambuco.

MARCOS CORDEIRO PIRES
Doutor em História Económica e docente da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquisa Filho (Campus Marília).

MARÍA CRISTINA ESCUDERO
Doutora em Ciência Política e docente da Universidade de Chile.

MATEUS H. WEBER
Mestrando em Ciência Política pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

MICHELLE VIEIRA FERNANDEZ
Doutora em Processos Políticos Contemporâneos, pesquisadora da Universidade de Brasília e pesquisadora-colaboradora da Fundação Oswaldo Cruz.

NIDI BUENO
Professor do Mestrado em Ciência Política e da Graduação em Direito do Centro Universitário Euro-Americano (UNIEURO) e Professor Visitante da Escola de Serviço Exterior da Universidade de Georgetown.

OCTAVIO AVENDAÑO
Doutor em Ciência Política e docente da Universidade de Chile.

OMAR AQUILES VALLADARES COELLO
Historiador e pesquisador.

RENATA PEIXOTO DE OLIVEIRA
Doutora em Ciência Política e professora da Universidade Federal da Integração Latino-americana.

SERGIO PACHECO GONZÁLEZ
Doutor em Ciências Sociais e docente da Universidade Autônoma de Cidade Juárez (México).

SERVANDO PINEDA JAIMES
Doutor em Ciências Sociais e docente da Universidade Autônoma de Cidade Juárez (México).

STEPHANE BOISARD
Doutor em História e docente do Centro Universitário Jean-François Champollion e pesquisador associado da Universidade de Toulouse (França).

SUSANA MARTÍNEZ MARTÍNEZ
Docente da Universidade de Brasília e doutoranda em Estudos Latino-americanos na mesma instituição.

THAYS FELIPE DAVID DE OLIVEIRA
Doutoranda em Ciência Política pela Universidade Federal de Pernambuco.
Verónica Giordano
Doutora em Ciências Sociais, docente da Universidade de Buenos Aires e pesquisadora do Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas-Conicet (Argentina).

VERÓNICA GIORDANO
Doutora em Ciências Sociais, docente da Universidade de Buenos Aires e pesquisadora do Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas-Conicet (Argentina).

VICENTE FONSECA
Doutor em Ciência Política e docente do Centro Universitário Unieuro.