Capa do livro: PSICANÁLISE IMPLICADA E ADOLESCÊNCIA:<br> modos de intervenção e testemunhos clínicos

PSICANÁLISE IMPLICADA E ADOLESCÊNCIA:
modos de intervenção e testemunhos clínicos

Autores: Andréa Maris Campos Guerra - Aline Guimarães Bemfica (Orgs.)

livro impresso
de R$ 55,90 por
livro digital
de R$ 55,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Este livro é testemunha do que pode a psicanálise quando toma parte da vida na cidade e não teme o encontro com suas margens. Psicanálise implicada, termo eleito para tratar o Programa Já É, é um excelente modo de nomeá-la, pois foge das dicotomias que tendem a opor psicanálise pura e psicanálise aplicada, numa recusa a qualquer distinção entre o que seria um tratamento-padrão na psicanálise e suas variantes. As experiências que o livro narra trazem um traço em comum: elas acontecem em territórios invariavelmente feitos de precariedades e risco, ao mesmo tempo no coração das cidades e nos confins do mundo. De que forma isso nos implica como psicanalistas? É Lacan quem ensina: se a escuta é do inconsciente, o inconsciente é a política. Isso vale para a pesquisa psicanalítica, para o trabalho com o campo das políticas públicas, para a aproximação entre Universidade e Comunidade: não há clínica que não seja política, e o sujeito do desejo há de andar invariavelmente de braços dados com um sujeito de direitos. A aposta é de que uma psicanálise vivificada possa emergir em qualquer canto da cidade, uma psicanálise capaz de intervir na transformação do cotidiano, ao mesmo tempo em que é, ela própria, transformada pela experiência que sua intervenção coloca em movimento. Fica o convite à leitura – ela também pode nos ser transformadora.

Por Analice Palombini

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-3242-6
DOI: 10.24824/978854443242.6
Ano de edição: 2020
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 238
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

PSICANÁLISE IMPLICADA E ADOLESCÊNCIA:<br> modos de intervenção e testemunhos clínicos

Autores

ALESSANDRA CRISTINA SILVA
Psicóloga. Possui pós-graduação em Teoria Psicanalítica – FAFICH/UFMG.

ALINE GUIMARÃES BEMFICA
Psicanalista. Psicóloga. Doutora em Teoria Psicanalítica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Pesquisadora de pós-doutorado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); bolsista de pós-doutorado – “Pós-doc Nota 10” – pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) com pesquisa intitulada “Adolescências, errâncias e a cultura como ancoragem: o sujeito em face à segregação”.  Foi coordenadora metodológica do Programa Já É entre os anos de 2012 a 2016.  Organizadora do livro “Psicologia Jurídica: Ética, transmissão e política” (Imago Editora) e coorganizadora do livro “Adolescências Errâncias e Outras Estações” (EBP-RJ).

AMANDA MALTA
Mestranda em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais. Possui graduação em Psicologia (2017) pela mesma universidade com ênfase em Processos Clínicos. Tem experiência na área de estudos psicanalíticos com interesse nos seguintes temas: adolescência, criminalidade, política, laço social. É integrante do Núcleo de Pesquisa PSILACS- Psicanálise e Laço Social no Contemporâneo, do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Minas Gerais.

ANA CRISTINA FIGUEIREDO
Doutora em Saúde Coletiva pelo Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1996). Foi docente do Programa de Pós-Graduação em Psiquiatria, Psicanálise e Saúde Mental do IPUB/UFRJ (1997-2001) e do Programa de Pós-Graduação em Teoria Psicanalítica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001-2008). É Professora Associada do IPUB – Instituto de Psiquiatria da UFRJ (docente concursada desde 1989), Diretora de Ensino desta instituição desde 1999. Professora Colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Psicanálise da UERJ desde março de 2008. Tem experiência na área de Psicologia, com formação em Psicanálise, atuando principalmente nas seguintes sub áreas: intervenção terapêutica, clínica psicanalítica, psicanálise aplicada ao campo da saúde mental e da atenção psicossocial, psicopatologia. Supervisora de CAPS – Centros de Atenção Psicossocial – e de serviços da rede de Saúde Mental em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde do Rio de Janeiro.  Membro do GT da ANPEPP – Dispositivos Clínicos em Saúde Mental. Membro da Associação Universitária de Pesquisa em Psicopatologia Fundamental e editora associada responsável pela seção de Saúde Mental da Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental. Líder do Grupo de Pesquisa Clínica em Psicanálise registrado no CNPq. Pesquisadora bolsista do CNPq nível 2. Coordenadora do Programa de Mestrado Profissional em Atenção Psicossocial do Instituto de Psiquiatria da UFRJ a partir de 2015. É autora do livro: Vastas Confusões e Atendimentos Imperfeitos - a clínica psicanalítica no ambulatório público.

ANDRÉA MÁRIS CAMPOS GUERRA
Professora do Departamento e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), onde coordena o Núcleo Psicanálise e Laço Social no Contemporâneo (PSILACS). Doutora em Teoria Psicanalítica com Estudos Aprofundados na França (UFRJ-Brasil/RENNES II-França), Pós-Doutora (Paris VIII-França), Professora Convidada na França, Bélgica e Colômbia. Pesquisadora com Bolsa de Produtividade 2 (CNPq) e pesquisa aprovada no Edital Universal 01/2017 (FAPEMIG). Membro da Associação Universitária de Pesquisa em Psicopatologia Fundamental e editora associada responsável pela seção de Entrevistas da Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental. Membro do GT ANPEPP Psicanálise, Clínica e Política, do Coletivo Amarrações e da Rede Interamericana de Pesquisa em Psicanálise e Política. Organizou mais de vinte livros e publicou inúmeros artigos.

BERNARDINO SOARES DE OLIVEIRA CUNHA
Superintendente de Planejamento, Gestão e Finanças/ Ouvidoria Geral do Estado de Minas Gerais (atual). Atuou como Superintendente de Gestão Estratégica do Sistema Socioeducativo de Minas Gerais (2016/2017) e como Superintendente de Gestão de Medidas de Privação de Liberdade (SEDESE – Secretaria de  Estado de Defesa Social de Minas Gerais).

CAMILA CAMPOS BOTELHO GALAN
Psicóloga. Atuou como Diretora Geral do Centro Socioeducativo Horto.

CARLOS MENDES ROSA
Psicólogo. Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica da PUC-Rio. Mestre em Psicologia Clínica pela PUC-Rio (2012). Especialista em Psicopatologia Clínica pela Universidade Paulista (2007). Pesquisador Associado do Laboratório Interdisciplinar de Pesquisa e Intervenção Social – LIPIS da PUC-Rio. Professor da Universidade Federal do Tocantins.

CHRISTIENE FERNANDES
Psicóloga Clínica, especialista em Políticas Públicas.

CRISTIANE ZEFERINO
Praticante da psicanálise. Especialista em práticas socioeducativas pela PUC Minas. Psicóloga. Analista Executiva de Defesa Social na Subsecretaria de Atendimento às Medidas Socioeducativas.

ELISA DE SANTA CECÍLIA MASSA
Psicóloga e psicanalista. Mestra e Doutora em Estudos Psicanalíticos pela UFMG. Atuou como Psicóloga, Gerente de Atendimento e Diretora de Orientação Socioeducativa na SUASE - Subsecretaria de Atendimento Socioeducativo da SESP- Secretaria de Estado de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais.

FÍDIAS GOMES SIQUEIRA
Psicanalista. Doutorando em Psicologia (Teoria Psicanalítica) pela FAFICH/UFMG (2017/2021), Mestrado em Psicologia (Teoria Psicanalítica) pela FAFICH/UFMG (2016), Pós-graduado (Especialista) em Segurança Pública e Justiça Criminal pela Escola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalho da Fundação João Pinheiro, Graduado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2004). Cocoordenador do Programa de Extensão Já É (PSILACS/UFMG) e participante voluntário da ‘Pesquisa Transmissão e Filiação’ do PSILACS (Núcleo de Psicanálise e Laço Social no Contemporâneo) da UFMG. Ex-Coordenador do Programa de Controle de Homicídios Fica Vivo!, trabalhando na área de prevenção à criminalidade e à letalidade juvenil no Governo de Minas Gerais (2004-2015), da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas.

FRANÇOIS SAUVAGNAT
François Sauvagnat é professor titular no Departamento de Psicologia da Université de Rennes II (França) e Diretor de Pesquisa na Universidade de Paris VII. Mestre em Literatura Clássica, Linguística e Psicologia Clínica, atua desde o final dos anos 1970 como Psicólogo Clínico e Psicanalista, tanto em instituições de Saúde Mental, quanto na prática privada. É membro da Société Française de Psychologie (Sociedade Francesa de Psicologia), da World Association of Psychoanalysis (Associação Mundial de Psicanálise – AMP), da École de la Cause Freudienne (França e Bélgica), da Kliniske Lacanske Gruppe (Dinamarca), da Association of European Psychiatrists (Associação de Psiquiatras Europeus) e pertence ao quadro editorial do Journal of Lacanian Studies (Jornal de Estudos Lacanianos), da Clínica/Cultura, da Psicologia Clínica e da Linguagem e Inconsciente. Suas publicações incluem 10 livros e mais de 330 artigos em 7 línguas. Seus campos de interesse são: psicoterapia das psicoses, psiquiatria infantil, as relações entre psicanálise e neurociências, relações entre psicanálise e linguística, criminologia, identidade sexual e estética.
 
GUILHERME MENDONÇA DEL DEBBIO
Psicólogo. Psicanalista. Mestre em Educação pela UFMG na linha Psicologia, Psicanálise e Educação. Atuou vários anos no trabalho socioeducativo com adolescentes. Hoje é psicólogo clínico no Freud Cidadão, no Cais (Centro de Atendimento e Inclusão Social) e em consultório particular. Foi psicólogo voluntário no Já É cujo trabalho culminou no texto aqui produzido.


HELENA GRECO LISITA
Possui graduação em psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2007), graduação em arquitetura e urbanismo pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2000), mestrado em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2010). Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Psicologia, com ênfase em Teoria Psicanalítica (UFMG).

IRENE GREISER
Professora Adjunta Psicopatología, UCES. Docente de Criminología en la Carrera de Posgrado de Psicología Forense, UCES.

JOANA V. NOVAES
Professora do Programa de Mestrado em Psicanálise, Saúde e Sociedade da Universidade Veiga de Almeida. Doutora em Psicologia Clínica (PUC-Rio Pós-Doutora em Psicologia Médica (UERJ). Pós-Doutora em Psicologia Social (UERJ). Pesquisadora e psicoterapeuta do Laboratório Interdisciplinar de Pesquisa e Intervenção Social- LIPIS da PUC-Rio. Pesquisadora correspondente do Centre de Recherches Psychanalyse et Médecine (Université Denis-Diderot Paris 7 CRPM-Pandora).

JOÃO PEDRO GASPAR
Professor no Ministério da Educação e Ciência, Doutor em Psicologia da Educação (FPCE-Universidade de Coimbra), Mestre em Geociências (FCTUC - Universidade de Coimbra), Investigador do Instituto de Psicologia Cognitiva e Desenvolvimento Vocacional e Social da Universidade de Coimbra, Pesquisador Associado do LIPIS. Supervisor de equipas técnicas e educativas em Lares de Infância e Juventude.

JUNIA DE VILHENA
Psicanalista. Membro efetivo do CPRJ Dra em Psicologia Clínica. Professora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Coordenadora do LIPIS da PUC-Rio. Membro do GT da ANPEPP “Processos de subjetivação, Clínica Ampliada e Sofrimento Psíquico Pesquisadora da Associação Universitária de Pesquisa em Psicopatologia Fundamental. Pesquisadora correspondente do Centre de Recherches Psychanalyse et Médecine (CRPM-Pandora. Université Denis-Diderot Paris VII). Investigadora-Colaboradora do Instituto de Psicologia Cognitiva da Universidade de Coimbra.

MARCELO RICARDO PEREIRA
Psicólogo (PUC-Minas). Psicanalista (EBP-EGP). Mestre em Educação (UFMG), Doutor em Educação: Psicologia e Educação (USP e Paris 13) e Pós-Doutor em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento (USP), Teoria Psicanalítica (UFRJ); Psicologia Clínica e Psicanálise (Aix-Marseille-França) e Educação Social ( UOC-Espanha). Professor associado de Psicologia, Psicanálise e Educação no Programa de Pós-Graduação e da Faculdade de Educação da UFMG. Professor visitante na Flacso (Argentina), UNMdP (Argentina), UdelaR (Uruguai) e corresponsável por implementar o Laboratório de Psicologia; Psicanálise e Educação na UON (Angola). Líder brasileiro no campo, é bolsista  Pq-CNPq, PPM-Fapemig e pesquisador da Capes. E membro das redes: Inferes (A. Latina), Ruepsy (Europa) e Coletivo Amarrações (Brasil), além de membro do Fórum do Sistema socioeducativo de Belo Horizonte. Possui 12 livros publicados e organizados, entre eles: A impostura do mestre (F. Traço); O nome atual do mal-estar docente (F. Traço), Os sintomas na educação hoje (Scriptum). Temas de pesquisa e estudo: Psicologia, Psicanálise e Educação/Mal-estar Docente, formação e sintoma, adolescência, juventude e socioeducação.

MARCUS ANDRÉ VIEIRA
Graduação em medicina pela UFRJ. Diplôme Universitaire  en Psychiatrie – Université de Paris VIII e doutorado em Psicanálise – Université de Paris VIII. Professor adjunto da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ). Seu campo de atuação é a psicanálise a partir da leitura lacaniana de Freud. Sua pesquisa atual: “Bricolagens na psicanálise: entre arte, loucura e política”.

MARIA HELENA ZAMORA
Professora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Vice-Coordenadora do Laboratório Interdisciplinar de Pesquisa e Intervenção Social – LIPIS da PUC-Rio. Professora convidada da “National/Global Advisory Board for Faith and Justice in Community and Society, USA, em 2011. Atuou em seis pós-graduações lato sensu em Psicologia Jurídica e Psicologia da Saúde.

MARIANA ARANHA
Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Mestre em Estudos Psicanalíticos pela Universidade Federal de Minas Gerais nos qual pesquisou sobre o estatuto das condutas de risco dos jovens envolvidos com o tráfico de drogas. Foi gestora social da política de Prevenção Social à Criminalidade de Minas Gerais. Psicóloga Clínica.

MÁRIO ELKIN RAMIREZ
Psicanalista, Professor titular do Departamento de Psicanálise da Universidad de Antioquia, da Colômbia. Membro da Associação Mundial de Psicanálise e da NEL-Medellín. Doutor em Psicologia pela Universidad de Buenos Aires (Argentina). Mestre em Psicanálise pela Universidade de Paris VIII, Filósofo e Sociólogo. Diplome d’Etudes Approfondies en Psychanalyse et Champ Freudien. Autor dos livros: Psicoanalsis y dificultades en el aprendizaje (Grama, 2012), Actualidad de la Agresividad en psicoanálisis (Grama, 2010), Ordenes de Hierro (La Carreta, 2009), Psicoanalistas en el frente de batalla (Universidad de Antioquia, 2008), Clio y Psiqué ensayos de historia y psicoanálisis (La Carreta, 2007), Empédocles y Edipo (Tres Haches, 2007).

PAULA DIAS M. PENNA
Psicóloga, Especialista em Clínica Psicanalítica pela PUC-MG, Mestre em Psicologia com ênfase em Estudos Psicanalíticos pela UFMG, Doutoranda em Psicologia com ênfase em Estudos Psicanalíticos na UFMG. Analista de Políticas Públicas da Prefeitura de Belo Horizonte. Coordenadora do Núcleo Interfaces do PSILACS (FAFICH/UFMG). Autora de livro sobre Violência Doméstica contra a mulher numa abordagem psicanalítica.

POLIANE P. FERREIRA AZEVEDO
Graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2008). Pós graduanda em Abordagem Psicanalítica do Autismo (PUC Minas- 2019). Psicóloga na Medida Socioeducativa de Semiliberdade no período de 2009 a 2013. Diretora de Atendimento no Centro de Internação São Jerônimo de 2013 e 2014. Atendimento em consultório particular com orientação psicanalítica.

SÉRGIO LAIA
Professor do Curso de Psicologia e do Mestrado em Estudos Culturais Contemporâneos da Universidade FUMEC (Fundação Mineira de Educação e Cultura); Pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico e do ProPIC-FUMEC (Programa de Pesquisa e Iniciação Científica da Universidade FUMEC); Psicanalista; Analista Membro da Escola (AME) pela Escola Brasileira de Psicanálise (EBP) e pela Associação Mundial de Psicanálise (AMP).

TATIANA GOULART
Graduada em psicologia pela Universidade FUMEC (2001). Pós graduação (aperfeiçoamento) em Teorias Clínicas pela Pontifica Católica de Minas Gerais( 2003). Formação em Psicanálise pelo Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais.(2011). Mestranda em psicanálise pela Universidad del Salvador(Usal). Compôs a diretoria da ONG Terceira Margem-Prevenção e Pesquisa em Toxicomania(2007/2009).Coordenou projetos na área de saúde mental, toxicomania e políticas públicas , ministrou cursos de capacitação para rede municipal e empresas particulares e realizou atendimentos com orientação em psicanálise a usuários de drogas e familiares. (2005/ 2013). Atualmente, trabalha como coordenadora metodológica do projeto de extensão Já É realizado pelo Núcleo Psilacs- Psicanálise e Laço Social no Contemporâneo/UFMG. Dedica-se a supervisão, formação e capacitação de profissionais em áreas de toxicomania e políticas públicas de prevenção à violência, juventude e criminalidade. Associada à ABRAMD. Sócia fundadora da empresa Tatiana Goulart- Psicologia e Psicanálise, com atendimentos clínicos a crianças, adolescentes e adultos. Principais temas abordados: psicanálise, adolescência, drogas, ato infracional, toxicomania, território e políticas públicas.

TELMA NARA DA SILVA
Psicóloga com atuação no Sistema Socioeducativo de Minas Gerais.

VANESSA DO CARMO FERREIRA DE SOUZA
Psicóloga com atuação no Sistema Socioeducativo de Minas Gerais.

VINICIUS ANCIAES DARRIBA
Professor Adjunto do Instituto de Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Psicanálise da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

VITOR SALES
Graduado em Psicologia pela Universidade FUMEC (2005), especialista em Dependência Química pela Universidade Federal de São João Del-Rei (2010) e mestre em Psicologia, na linha de pesquisa Intervenções Clínicas e Sociais, pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2013). Tem experiência na área de Psicologia Social e Jurídica, com atuação no sistema socioeducativo e prisional de MG. É tesoureiro do núcleo ABRAPSO Juiz de Fora, diretor no Sindicato dos Psicólogos do Estado de Minas Gerais (Gestão 2017-2019 PSIND/MG) e psicólogo no Programa de Atenção Integral ao Paciente Judiciário (PAI-PJ) desde 2017.