Capa do livro: TEORIA DA ATIVIDADE DE ESTUDO: <br> Contribuições de D. B. Elkonin, V. V. Davidov e V. V. Repkin <br> Livro I Série Ensino Desenvolvimental <br> Volume 10 - 2ª Edição

TEORIA DA ATIVIDADE DE ESTUDO:
Contribuições de D. B. Elkonin, V. V. Davidov e V. V. Repkin
Livro I Série Ensino Desenvolvimental
Volume 10 - 2ª Edição

Autores: Roberto Valdés Puentes - Cecília Garcia Coelho Cardoso - Paula Alves Prudente Amorim ( Orgs. )

livro impresso
de R$ 83,90 por
livro digital
de R$ 83,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

A presente obra é uma publicação pioneira sobre Atividade de Estudo no âmbito brasileiro, fruto do trabalho de membros do Grupo de Estudos e Pesquisas em Didática Desenvolvimental e Profissionalização Docente – Gepedi. A mesma contém as contribuições mais relevantes elaboradas pelos principais representantes da Teoria da Aprendizagem Desenvolvimental (D. B. Elkonin, V. V. Davidov e V. V. Repkin), no período entre 1961 e 2018. A análise dessa produção poderá ser de grande utilidade para o estabelecimento das bases de uma concepção de Atividade de Estudo que responda as exigências específicas de uma educação moderna brasileira.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-85-444-4104-6
DOI: 10.24824/978854444104.6
Ano de edição: 2020
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 436
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:2

Sumário

TEORIA DA ATIVIDADE DE ESTUDO: <br> Contribuições de D. B. Elkonin, V. V. Davidov e V. V. Repkin <br> Livro I Série Ensino Desenvolvimental <br> Volume 10 - 2ª Edição

Autores

A. K. MÁRKOVA
É uma das principais representantes do Sistema Elkonin-Davidov-Repkin e, em especial, do Grupo de Moscou. Doutorou-se em Ciências Psicológicas. Foi chefe do Laboratório de Psicologia do Professor do Instituto de Pesquisa Científica de Psicologia Geral e Pedagógica da Academia de Ciências Pedagógicas da URSS. É autora de numerosos artigos e livros científicos entre os quais estão: Psicologia da assimilação da linguagem como meio de comunicação (1974); Psicologia da aprendizagem do adolescente (1975); A formação da motivação para o estudo na idade escolar (1983).

A. M. LONGAREZI
Pós-doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, sob a supervisão do Prof. Dr. Manoel Oriosvaldo de Moura (2017). Doutora em Educação Escolar pela Unesp/Araraquara (2001), mestre em Educação – Metodologia do Ensino – pela Universidade Federal de São Carlos (1996) e graduada em Ciências Sociais pela Unesp/Araraquara (1992). Desenvolve trabalhos de ensino, pesquisa e extensão com ênfase nos processos de ensino-aprendizagem, na formação docente e, em especial, na formação continuada de professores em serviço. Atualmente, é professora associada da Faced/UFU, atuando como membro do corpo permanente do PPGED; consultora ad hoc do CNPq e da Capes; editora-chefe da revista Obuchenie – Revista de Didática e Psicologia Pedagógica; membro da diretoria da Revista Educação e Filosofia; membro do corpo editorial da Revista Brasileira de Formação de Professores; da Revista Itinerarius Reflectionis, entre outras. Coordena o Gepedi – Grupo de Estudos e Pesquisa em Didática Desenvolvimental e Profissionalização Docente, da UFU, e é membro do GEPAPe – Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Atividade Pedagógica, da USP/SP. Participou na condição de coordenadora de projeto do Programa Observatório da Educação (Capes) e, atualmente, desenvolve pesquisa dentro do Programa Pesquisador Mineiro – PPM X – Fapemig. Dirige a Coleção Biblioteca Psicopedagógica e Didática/Editora Edufu e coordena a Série Ensino Desenvolvimental/Editora Edufu. Temas de estudo: processos de ensino-aprendizagem-desenvolvimento; didática desenvolvimental; formação de professores e desenvolvimento profissional docente; pesquisa-formação; intervenção didático-formativa; teoria da atividade; e psicologia histórico-cultural.

CECÍLIA GARCIA COELHO CARDOSO (ORGANIZADORA)
Mestranda do PPGED da UFU. Especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional. Graduada em Pedagogia pela UFU. Desde 2015, integra o GEPEDI. Pesquisa e escreve sobre Aprendizagem Desenvolvimental, especialmente sobre as contribuições de V. V. Davidov no campo da Didática e da Atividade de Estudo. Diretora e proprietária da Cardoso Educa Ltda, com mais de vinte anos de experiência na área da Educação.

DANIEL BORISOVICH ELKONIN
Formou-se pelo Departamento de Pedologia da Faculdade Pedagógica da cidade de Leningrado (1927). Exerceu a docência, entre 1929 e 1937, na universidade de Leningrado. Os temas da Paidologia e da criança aproximaram Elkonin de L. S. Vigotski, no período entre 1931 e 1932, definindo seu objeto de estudo futuro: a Psicologia e a Pedagogia infantil. Transformou-se em um dos principais colaboradores de Vigotski no estudo dos problemas da brincadeira no desenvolvimento infantil. Em 1940 defendeu sua tese sobre o desenvolvimento da fala de crianças em idade escolar. Em setembro de 1953, ingressou no Instituto de Psicologia da URSS, onde trabalhou até o final de sua vida. No instituto, foi responsável por vários laboratórios. Em 1962 defendeu sua tese de doutorado e, em 1968, foi eleito membro correspondente da Academia de Ciências Pedagógicas da URSS. Por muitos anos lecionou na Faculdade de Psicologia da Universidade Estatal de Moscou. É autor de numerosas obras, entre as quais estão: Psicologia infantil (1960); Psicologia do jogo (1976).

E. V. ZAIKA
Membro do Grupo de Kharkov. Doutor em Psicologia pela Universidade Estatal de Kharkov. Um dos principais colaboradores de V. V. Repkin. Especializou-se em pesquisas sobre o desenvolvimento de métodos de estudo da memória, seu diagnóstico e formação na escola, bem como sobre a formação da personalidade, do pensamento, da imaginação e da atividade de estudo. É autor de numerosos artigos científicos em cada um desses campos.

G. V. REPKINA
Formada em Psicologia pela Universidade Estatal de Moscou. Foi aluna de importantes psicólogos como A. N. Leontiev e P. Ya. Galperin. Doutora em Ciências Psicológicas pelo Instituto de Psicologia da Universidade Estatal de Kharkov. Foi uma dos membros fundadora do Grupo de Kharkov do sistema Elkonin-Davidov-Repkin, em 1963. Colaboradora de P. I. Zinchenko e uma das principais especialistas em estudos sobre desenvolvimento da memória. Escreveu numerosos artigos científicos sobre memória e atividade de estudo. Autora, junto com E. V. Zaika, do livro intitulado Avaliação do nível de formação da atividade de estudo (Tomsk, 1993).

N. I. MATVEEVA
Membro do Grupo de Kharkov. Colaborador de V. V. Repkin. Especializou-se em pesquisa sobre o processo de formação da atividade de estudo.

N. V. REPKINA
Graduada em Psicologia, doutora em Ciências Psicológicas (1987), professora do Departamento de Psicologia da Universidade Estatal de Kharkov (1972-1977). Docente do Departamento de Psicologia da Universidade de Nacional de Shevchenko, na cidade de Lugansk, Ucrânia, desde 1990. Entre 1997 e 2004, ocupou a chefia do Departamento de Psicologia e Pedagogia do Instituto Siberiano de Ensino Desenvolvimental de Tomsk. Foi diretora do Laboratório de Ensino Desenvolvimental da Universidade de Lugansk. É uma das principais representantes do Sistema Elkonin-Davidov na Ucrânia. Tem se especializado em Teoria da Atividade de Estudo e Diagnóstico do Ensino Desenvolvimental. É continuadora do legado de seus pais, os prestigiosos e conhecidos psicólogos e didatas ucranianos, V. V. Repkin e Galina V. Repkina. É autora de numerosos livros e artigos científicos sobre aprendizagem desenvolvimental.

PAULA ALVES PRUDENTE AMORIM (ORGANIZADORA)
Paula Alves Prudente Amorim é mestranda do PPGED da UFU e professora do Ensino Fundamental das séries iniciais, no Colégio Nacional, com experiência na área da Educação há mais de quinze anos. Desde 2015, integra o GEPEDI realizando pesquisas no campo da Didática com foco na Aprendizagem Desenvolvimental e a Atividade de Estudo, especialmente sobre as contribuições de V. V. Repkin.
R. V. SKOTARENKO
Membro do Grupo de Kharkov. Colaborador de V. V. Repkin. Especializou-se em pesquisa sobre o processo de formação da atividade de estudo.

ROBERTO VALDÉS PUENTES (ORGANIZADOR)
Graduado em Educação (Cuba, 1991), Mestre em Ciências Pedagógicas (Cuba, 1998), Doutor em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba (2003) e Pós-Doutor em Ciências da Educação pela Universidade de Granada, Espanha (2013). Atualmente é Professor Associado (Nível I) da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia – Faced/UFU, atuando no Programa de Pós-Graduação em Educação (Mestrado e Doutorado), na Linha de Pesquisa Saberes e Práticas Educativas. Coordena o Gepedi – Grupo de Estudos e Pesquisas em Didática Desenvolvimental e Profissionalização Docente. É membro da Comissão Editorial de Ensino em Revista (UFU), consultor ad hoc do CNPq e da Capes, parecerista da Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. Dirige a Coleção Biblioteca Psicopedagógica e Didática da Editora da Universidade Federal de Uberlândia (Edufu). Pesquisa e escreve sobre os seguintes temas: didática desenvolvimental, formação pedagógica de professores, docência universitária.

VASILY VASILYEVICH DAVIDOV
Formou-se pelo Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia da Universidade Estatal de Moscou, em 1953. Desde esse mesmo ano trabalhou na Academia de Ciências Pedagógicas da URSS. Foi Membro honorário da Academia Nacional de Educação dos EUA (1982), Membro dos conselhos editoriais dos periódicos Questões Psicológicas e Jornal Psicológico. Foi seguidor de L. S. Vigotski, aluno, colaborador e colega de D. B. Elkonin e P. Ya. Galperin. Suas pesquisas estiveram relacionadas com o estudo dos problemas de educação para o desenvolvimento. Também esteve envolvido com problemas filosóficos relacionados com a educação. Recebeu, em 1986, o prêmio Ushinsky por seus aportes no campo da pedagogia. Desempenhou o cargo de diretor do Instituto de Psicologia Geral e Pedagógica da Academia de Ciências Pedagógicas da URSS. É autor de numerosas obras, entre as quais estão: Problemas da aprendizagem desenvolvimental (1986); Teoria da aprendizagem desenvolvimental (1996).

VLADIMIR VLADIMIROVICH REPKIN
Cursou Filosofia pelo Instituto Pedagógico e Psicológico de Maikop e Magistério pela Escola Normal de Krasnodar. Formou-se pelo Departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia da Universidade Estatal de Moscou, em 1956. Foi aluno de importantes psicólogos russos, tais como, A. N. Leontiev, P. Ya. Galperin, S. L. Rubinstein, D. B. Elkonin, V. V. Davidov, entre outros. Ajudou a fundar, em 1963, o grupo de Kharkov e foi seu líder durante muitos anos. Defendeu sua tese de Candidato a Doutor em Ciências Psicológicas, em 1966, sob a supervisão de P. I. Zinchenko. Exerceu a docência universitária no Departamento de Psicologia do Instituto Pedagógico G. Skovoroda de Kharkov, entre 1968 e 1972. As suas contribuições teórico-metodológicas se deram fundamentalmente em três campos: 1) A teoria da atividade de estudo; 2) O processo de transição de um nível para o outro; 3) A aprendizagem desenvolvimental da língua e o problema da alfabetização ortográfica. Autor de números livros didáticos e várias monografias, entre as quais se destacam: Aprendizagem desenvolvimental: teoria e prática (1997); O que é a aprendizagem desenvolvimental? (2018).