Capa do livro: BRASI(S) & ÁFRICA(S): <br>educação plural, culturas de resistência e emancipações humanas

BRASI(S) & ÁFRICA(S):
educação plural, culturas de resistência e emancipações humanas

Autores: Nima I. Spigolon (Org.)

livro digital
de R$ 0,00 por

Disponibilidade: 0 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

O livro, traz contribuições de autores/as brasileiros/as e africanos/as sobre o legado africano, afro-diaspórico e afro-brasileiro, “fincadas nas perspectivas da educação plural, das culturas de resistência e das emancipações humanas”, ao se contrapor a perspectiva eurocêntrica e cartesiana, ao questionar o pós-colonialismo, e ao defender uma educação “libertária e culturalista”. A obra será referência ao considerar que a Lei 10.639/2003 inclui no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da "História e Cultura Afro-Brasileira”. Assim, surge como material de apoio para pesquisadores, docentes e estudantes e, público em geral.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-5578-387-2
ISBN DIGITAL:978-65-5578-377-3
DOI: 10.24824/978655578387.2
Ano de edição: 2020
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 294
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

BRASI(S) & ÁFRICA(S): <br>educação plural, culturas de resistência e emancipações humanas

Autores

ANA CRISTINA MARIA DA SILVA
Graduanda do curso de Pedagogia da Universidade Federal de Santa Catarina, desde 2016. Bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET) Pedagogia, participante do eixo Literatura infantil e juvenil e integrante do grupo cênico Literário Contarolando.

ANA PAULA SILVEIRA
Pedagoga (UNESP) com complementação na formação inicial em Educação Especial e Especialização em Psicopedagogia Institucional, pela Faculdade São Luís de Jaboticabal-SP. Especialista em Alfabetização e professora no Município de Pitangueiras SP, sendo Orientadora de Estudo no Programa Pacto pela Educação na Idade Certa, do Governo Federal. Mestra em Educação pela FE/Unicamp; Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação, na Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Bolsista CNPQ.

ARNALDO SUCUMA
Nascido em Bissau, Guiné-Bissau e, ao mesmo tempo residindo no Brasil vincula-se a projetos e pesquisas em Guiné-Bissau e no Continente Africano. Doutor em Serviço Social pelo Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da UFPE. Mestre Em Ciência Política pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência Política/PPGCP. Graduado em Serviço Social pela UFPB. Vinculado ao INASA (Instituto Nacional de Saúde Pública/INASA – Guiné-Bissau. Pesquisador associado ao Instituto dos Estudos da África/IEAf/UFPE. Pesquisador associado ao Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros – NEAB/UFPE. Professor na UNIFIP/Patos e UNIVISA/Vitória de Santo Antão/PE.

BRUNA BIANCA DA SILVA CAMPOS
Pedagoga pela Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas. Foi bolsista PIBID na área de Educação de surdos com trabalho de conclusão de curso sobre o tema.

CAIRO MOHAMAD IBRAHIM KATRIB
Pós Doutor em História pela Universidade Estadual de Maringá-PR/UEM, Doutor em História Cultual pela Universidade de Brasília/UNB, Mestre em História pela Universidade Federal de Uberlândia/UFU, Coordenador do Projeto de Desenvolvimento Acadêmico Abdias nascimento-Transnegressão-UFU de capacitação acadêmica, Coordenador do Laboratório de Cultura Popular e Vídeo Documentário-UFU, Professor Associado da Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Educação, Coordenador de Extensão do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros-NEAB-UFU.

CLÁUDIA REGINA DOS SANTOS
Doutora em História pela UNESP e Professora na Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG) / Ituiutaba.

DANIEL MARTINS BARROS BENEDITO
Bacharel e licenciado em História (UNIFESP). Mestrando em Educação (FE/UNICAMP). Membro do grupo de Samba de Bumbo (Samba Rural Paulista) 13 de Maio do Cururuquara. Participa de diversos projetos que procuram investigar e praticar as manifestações populares e tradicionais do patrimônio imaterial do Estado de São Paulo, membro do PHALA (Grupo de Pesquisa em Educação, Linguagem e Práticas Culturais).

DANIELA DOS SANTOS CAETANO
Mestranda em educação pela Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP); formada em letras pela Universidade Estadual Paulista (UNESP); especialista em Ética, Valores e Cidadania na Escola pela Universidade de São Paulo (USP) e Professora Adjunta de Língua Portuguesa pela SME-Campinas.

DÉBORA MAZZA
Pós-doutorado em Sociologia pelo Laboratoire Genre, Travail e Mobilité/Paris e pelo Centre de Recherche sur le Brésil Contemporaim/Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales, ambos em Paris. Doutorado e Mestrado em Ciências Sociais pela UNICAMP, graduação em Pedagogia na FE/UNICAMP. Professora da Faculdade de Educação, Departamento de Ciências Sociais na Educação (DECISE), da UNICAMP, credenciada no Programa de Pós-Graduação em Educação e pesquisadora do Grupo de Pesquisa e Estudos em Políticas Públicas e Educação (GPPE), da FE/UNICAMP.

ELIANE DEBUS
Mestra em Literatura Brasileira pela Universidade Federal de Santa Catarina, com a dissertação “Entre vozes e leituras a recepção da literatura infantil e juvenil” (1996); Doutora em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), com a tese “Monteiro Lobato e a formação de leitores” (2001). É professora no Departamento de Metodologia de Ensino do Centro de Educação, da Universidade Federal de Santa Catarina, atuando na graduação e no Programa de Pós-Graduação. Líder do Literalise – grupo de pesquisa em literatura infantil e juvenil e práticas de mediação leitora.

EVANILSON TAVARES DE FRANÇA
Doutorando em Educação (FE/UNICAMP), professor e pedagogo da Rede Estadual de Ensino/Sergipe, membro do GEPIADDE (Grupo de Estudos e Pesquisas Identidades e Alteridades: diferenças e desigualdades na educação) e do PHALA (Grupo de Pesquisa em Educação, Linguagem e Práticas Culturais).

FRANCISCO VALBERTO DOS SANTOS NETO
Psicólogo. Mestrando pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Maranhão. Pesquisador do Grupo de Pesquisa EDUCARES: Psicologia, Educação e Diversidade.

GERTRUDES DE OLIVEIRA
Natural da Ilha de São Nicolau, Cabo Verde. É doutora em Educação pela Universidade de Santiago de Compostela, Espanha; Mestre em Administração e Planificação da Educação pela Universidade Portucalense, Portugal, onde fez a sua licenciatura em Ciências Históricas, após concluir o grau de Bacharel em Ensino da História na Escola de Formação de Professores para Ensino Secundário da Praia – Cabo Verde. Professora auxiliar na Universidade Jean Piaget de Cabo Verde e Directora da Unidade de Ciências Humanas Sociais e Artes.

HELENA VETORAZO
Antropóloga (USP); Mestra em Ciências Sociais na Educação (Unicamp) e doutoranda em Educação (Unicamp). Especialista em Ética (Univesp/USP); Especialista em História, Cultura e Sociedade (PUC-SP). Professora de Ciências Sociais Aplicadas e professora-colaboradora no Laboratório de Empreendedorismo e Inovação (LabMei) Universidade Anhanguera-Votorantim. Membro do Grupo de Estudos em Diferenciação Sociocultural (GEPEDISC-Unicamp).

HELOÍSA A. MATOS LINS
Professora da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas – Unicamp, lotada no Departamento de Psicologia Educacional. Pesquisadora do Grupo ALLE-AULA – Alfabetização, Leitura e Escrita e no Grupo de Pesquisa DIS – Diferenças e Subjetividades em Educação: Estudos Surdos, das questões raciais, de gênero e da infância.

IANGRID I. ARCHANJO
Graduada do curso de Pedagogia pela Universidade Estadual de Campinas (FE/UNICAMP), com trabalho de conclusão de curso na área de racismo epistêmico.

JACKELINE RODRIGUES MENDES
Professora na Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas – Unicamp, no Departamento de Ensino e Práticas Culturais. Doutora em Linguística Aplicada, na área de educação bilíngue, pela Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação e Linguagem, atuando principalmente nos seguintes temas: práticas de letramento-numeramento; currículo como campo discursivo; identidades e subjetividades em práticas educativas; etnomatemática e educação escolar indígena. Líder do grupo de pesquisa PHALA: Educação, Linguagem e Práticas Culturais – FE- Unicamp.

JÚLIA LEMOS GABRIEL SILVA
Graduanda do curso de Pedagogia pela Universidade Estadual de Campinas (FE/UNICAMP), com trabalho de conclusão de curso nas áreas de Psicanálise e Sociologia.

JULIANA BREUER PIRES
Graduanda do curso de Pedagogia da Universidade Federal de Santa Catarina, desde 2016. Bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET) Pedagogia, desde 2016, participante do eixo Literatura infantil e juvenil e integrante do grupo cênico Literário Contarolando.

LUCIANE RIBEIRO DIAS GONÇALVES
Pós Doutora pela Universidade de Coimbra – Portugal, no Centro de estudos Sociais – CES/UC. É doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP – UNICAMP, Mestra em Educação pela Universidade Federal de Uberlândia – UFU, graduada em Matemática pela Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG e em Pedagogia pela Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG. Atualmente, é professora adjunta da Universidade Federal de Uberlândia-UFU, no curso de Pedagogia, Campus Ituiutaba. Coordena o Curso de formação docente em Educação para as relações étnico-raciais e o Projeto de Desenvolvimento Acadêmico Abdias nascimento-Transnegressão-UFU de capacitação acadêmica. Desenvolve trabalhos relacionados à pesquisa e extensão ligados a implementação da Lei nº 10.639/03 e Educação das relações étnico-raciais, Diretora do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros – Campus Ituiutaba – NEABI-UFU.

MARCELA RIGHOLINO RAMOS
Pedagoga pela Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas.

MARILIA BEATRIZ FERREIRA ABDULMASSIH
Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo- PUCSP, com Estágio Científico Avançado na Universidade do Minho em Braga – Portugal. Membro da Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação. Mestra em Educação pela Universidade de Uberaba – Pedagoga- Membro do Grupo de Políticas Educacionais e Curriculares. Professora Adjunta da Universidade Federal do Piaui – Campus Professora Cinobelina Elvas. Pesquisadora e extensionista. Aposentada como especialista de educação básica na rede de ensino municipal de Ituiutaba-MG.

MAYLA DE AGUIAR LIMA
Psicóloga. Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Maranhão. Pesquisadora do Grupo de Pesquisa EDUCARES: Psicologia, Educação e Diversidade.

NARDI SOUZA
Sociólogo. Doutor em Ciências Sociais. Professor e Investigador na Universidade de Santiago, Cabo Verde. Chefe do Departamento de Ciências Jurídicas e Sociais da Universidade de Santiago.

NIMA IMACULADA SPIGOLON
Doutorado em Ciências Sociais na Educação e Mestrado em Educação, pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da UNICAMP; graduação em Pedagogia e bacharelado em Administração. Professora da Faculdade de Educação, da UNICAMP e credenciada no Programa de Pós-Graduação em Educação. Coordenadora do Mestrado Profissional em Educação Escolar da FE/UNICAMP. Coordenadora e pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação de Jovens e Adultos (GEPEJA) e integrante do Grupo de Pesquisa e Estudos em Políticas Públicas e Educação (GPPE), ambos da FE/UNICAMP.

NORMA SILVIA TRINDADE DE LIMA
Professora da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas – FE/UNICAMP; Departamento de Ensino e Práticas Culturais – DEPRAC, Linha de pesquisa (8): Linguagem e Arte em Educação, Grupo de pesquisa em Educação, Linguagem e Práticas Socioculturais – PHALA. Principais temáticas de estudos/publicação: educação, inclusão, diferença, capoeira, pós-colonialismo/decolonialidade. Psicóloga pela Universidade Santa Úrsula (1985), Psicodramatista-didata pelo Instituto de Psicodrama e Psicoterapia de Grupo de Campinas (1997), Mestra em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1998) e Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2003) e capoeirista.

NÚRIA ARAÚJO MARQUES
Mestranda em Ensino de Ciências e Matemática pelo Programa de Pós-Graduação Multiunidades em Ensino de Ciências e Matemática (PECIM) pela Universidade Estadual de Campinas. Graduada em Pedagogia pela mesma instituição (FE/UNICAMP). Integrante do grupo de pesquisa FORMAR – Ciências.

RAMON LUIS DE SANTANA ALCÂNTARA
Professor Adjunto na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), no Departamento de Psicologia e no Programa de Pós-Graduação em Psicologia. Psicólogo, Mestre em Educação e Doutor em Políticas Públicas. Coordenador do Grupo de Pesquisa EDUCARES: Psicologia, Educação e Diversidade.

RENATA COSTA SILVA OLIVEIRA
Pedagoga. Especialista em: Psicopedagogia-pela Universidade do Estado de Minas Gerais-UEMG, História e Cultura Afro pela Universidade Católica de Uberlândia; Educação de Jovens e Adultos e Diversidade Cultural, pela Universidade Federal de Uberlândia-UFU. Coordenadora da Formação Continuada das Relações Étnico-Raciais, Multiculturalismo e Educação de Jovens e Adultos, na Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer- Centro Municipal de Aperfeiçoamento Permanente de Professores-CEMAP. Professora da Educação Básica na rede Estadual de Ensino de Ituiutaba-MG.

RENATA SIEIRO FERNANDES
Pedagoga, Mestra, Doutora e Pós-Doutora em Educação pela FE/UNICAMP. Docente do curso de Pedagogia e do programa de Pós-Graduação em Educação do Centro Universitário Salesiano de São Paulo – UNISAL, Americana-SP. Membro do grupo Conhecimento e Análise das Intervenções na Práxis Educativa Sociocomunitária – CAIPE/UNISAL e do grupo Educação, Linguagem e Práticas Culturais – PHALA/UNICAMP.

SANDRA FERNANDES LEITE
Professora do Programa de Pós-Graduação da Faculdade de educação da Unicamp desde 2014. É Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2009-2013) na área de concentração de Políticas, Administração e Sistemas Educacionais, com foco de estudos na modalidade Educação de Jovens e Adultos. Coordenadora do Comitê Ética em Pesquisas em Ciências Humanas da Unicamp.