Capa do livro: EXPERIÊNCIAS FORMATIVAS EM EDUCAÇÃO, SAÚDE E AMBIENTE: <br>perspectivas interdisciplinares na Pós-Graduação

EXPERIÊNCIAS FORMATIVAS EM EDUCAÇÃO, SAÚDE E AMBIENTE:
perspectivas interdisciplinares na Pós-Graduação

Autores: Iracema Campos Cusati - Raimunda Áurea Dias de Sousa (Orgs.)

livro impresso
de R$ 82,90 por
livro digital
de R$ 82,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

No livro estão reunidos textos acadêmicos resultantes de pesquisas e estudos desenvolvidos nos últimos 5 anos por docentes e discentes vinculados ao Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI) da UPE – Campus Petrolina.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-5578-694-1
ISBN DIGITAL:978-65-5578-693-4
DOI: 10.24824/978655578694.1
Ano de edição: 2020
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 286
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

EXPERIÊNCIAS FORMATIVAS EM EDUCAÇÃO, SAÚDE E AMBIENTE: <br>perspectivas interdisciplinares na Pós-Graduação

Autores

SOBRE AS ORGANIZADORAS
IRACEMA CAMPOS CUSATI
Licenciada e Bacharel em Matemática pela Universidade Federal de Viçosa (1992), Mestra em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (1999) e Doutora na área de Didática, Teorias de Ensino e Práticas Escolares pela Faculdade de Educação da USP (2013). Professora Adjunta do Colegiado de Matemática da Universidade de Pernambuco – UPE e Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI) – Mestrado Profissional, da Universidade de Pernambuco- UPE – Campus Petrolina. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Métodos e Técnicas de Ensino, atuando principalmente nos seguintes temas: História da Educação Matemática, Ensino-aprendizagem de Matemática, Didática da Matemática, Avaliação Educacional, Docência no Ensino Superior, Formação de Professores para a Diversidade Cultural e Educação a Distância. Atualmente, pesquisa sobre Formação de Professores na perspectiva Intercultural com foco em Internacionalização da Educação Superior e em Avaliações da Educação Superior Intercultural na América Latina. Avaliadora institucional e de cursos da Educação Superior (Sinaes). Membro afiliado da Rede CpE, integrante da Rede IEB-Cieb, atua como Parecerista ad-hoc em eventos científicos da FEA/USP nas áreas de Matemática e Educação.

RAIMUNDA AUREA DIAS DE SOUSA
Licenciada em Geografia pela UPE/Campus Petrolina (1995). Possui Especialização em Programação em Ensino – Pedagogia pela mesma Instituição (1999) e Mestrado em Geografia na área de concentração: Dinâmica dos Espaços Agrário e Regional pela Universidade Federal de Sergipe (2006). Doutora pela UFS na mesma área de concentração (2013) com Doutorado Sanduiche na Universidade de Lisboa-Portugal (2012). Professora Associada II-F da UPE/Campus Petrolina – Colegiado de Geografia e Vicecoordenadora do Programa de Pós-Graduação – Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI). Coordena o CEA – Centro de Estudos Agrários e o Grupo de Estudo: A política e a questão agrária. É integrante dos grupos de pesquisa: Grupo de Pesquisa em Sociedade e Natureza do Vale do São Francisco pela UPE (Líder). Estado, Capital, Trabalho e políticas de reordenamento territoriais, vinculado ao NPGEO/UFS. Realizou pesquisa pelo Programa de Mobilidade Docente UPE na USC – Universidade de Santiago da Compostela – Espanha. É editora Chefe do Boletim de Geografia do Vale do São Francisco. Tem experiência em Geografia com ênfase em Geografia Agrária e Ensino. Atuando nos seguintes temas; agro-hidronegócio, questão alimentar, Estado, trabalho, teoria agrária, território, modernização, movimentos sociais, desenvolvimento, irrigação, natureza, conflitos por água, ensino de Geografia, Educação no/do campo e interdisciplinaridade.

SOBRE OS AUTORES
FRANCIELMA DE SOUZA GOMES
Graduada em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade de Pernambuco (UPE), Campus Petrolina. Especialização em Metodologia de Ensino de Geografia e História, Mestra em educação pelo Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI) pela UPE Campus Petrolina-PE. Integrante do GPVASF- Grupo de Pesquisa Sociedade e Natureza do Vale do São Francis. Participante do CEA – Centro de Estudos Agrários. Possui experiência em Geografia no Ensino Fundamental e Médio desde 2015. É professora do quadro efetivo da Secretaria de Educação do Município de Petrolina. Discute os seguintes temas: Interdisciplinaridade, ensino de Geografia e a relação teoria e prática na docência.

LUCINEIDE DE SOUZA
Nascida na cidade de Petrolina-PE. Filha de pais analfabetos, oriundos da zona rural, tornou-se a primeira dos sete filhos a cursar uma universidade, pois via na educação uma forma de melhorar de vida, não apenas financeiramente, mas principalmente culturalmente. Fez Licenciatura em Biologia e se especializou em Planejamento da Gestão Escolar pela Universidade de Pernambuco. Concluiu o Mestrado em Educação Pela mesma universidade. É professora da Rede Municipal de Ensino de Petrolina há 23 anos, dos quais 12 anos foram dedicados a gestão escolar, por acreditar que dessa forma poderia contribuir com a melhoria da qualidade da educação pública e assim auxiliar no desenvolvimento educacional de crianças e jovens que possuíam uma história de vida parecida com a sua. Em 2017 fez parte da equipe técnica da Secretaria Municipal de Petrolina, como Tutora de Gestão escolar, atuando diretamente na formação do gestor escolar, contribuindo coma as discussões ligadas as políticas de avaliação da Rede

MARCELO SILVA DE SOUZA RIBEIRO
Doutor em Educação pela Université du Québec à Montréal (UQaM – Canadá). É professor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) e do Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PGFPPI/UPE).

INDIRA DE ALENCAR ARAÚJO
Mestra em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PGFPPI/UPE). É professora da rede estadual de Pernambuco rede municipal de Petrolina. Atualmente, coordena os cursos do núcleo de línguas da rede municipal de Petrolina. Participou da construção da BNCC e da proposta curricular de Pernambuco no componente de língua Inglesa. Graduada e pós-graduada em língua inglesa pela UPE.

PAULO CÉSAR MARQUES DE A. SANTOS
Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Santa Cruz (1997). Licenciado em Pedagogia pelo Centro Universitário Dom Pedro II. Mestre em Cultura, Memória e Desenvolvimento Regional pela Universidade do Estado da Bahia (2008). Doutor em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), em cotutela com a Université Lyon 2 (2014). Professor adjunto lotado no colegiado de Pedagogia da Universidade de Pernambuco – Campus Petrolina. Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI). Pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação Escolar e não Escolar no Sertão de Pernambucano (Gepespe). Tem experiência em Educação, com ênfase políticas públicas educacionais, Economia da Educação, Gestão, Currículo, Avaliação Institucional e da Aprendizagem.

JAQUELINE VENTURA ESTEVES
Graduada em Pedagogia Pela Universidade de Pernambuco – Campus Petrolina (2003). Especialista em Leitura e Produção de texto pela Universidade de Pernambuco (2007); Especialista em Tecnologias na Educação pela PUC-Rio (2010); Especialista em Coordenação Pedagógica pela Universidade Federal de Pernambuco (2013); Mestra em Educação pela Universidade de Pernambuco (UPE) 2020. Professora da Rede Estadual de Pernambuco e da Rede Municipal de Petrolina e Pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação formal e não Formal No Sertão de Pernambuco (Gepespe). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: leitura; escrita; tecnologias na educação; interdisciplinaridade e coordenação pedagógica.

MARCOS FRANCO BACELAR
Graduado em Direito pela Universidade Católica do Salvador (1989). Mestre em Educação pela Universidade de Pernambuco (2020). Juiz de direito – Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco. Membro do Colégio Recursal de Petrolina. Professor de Direito Processual Civil e Pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação formal e não Formal No Sertão de Pernambuco (Gepespe) com foco em estudos de políticas de atenção a crianças e adolescentes em conflito com a Lei.

TARCÍSIO FULGÊNCIO ALVES DA SILVA
Graduado em Fisioterapia pela Universidade Federal de Pernambuco, Mestre em Fisioterapia pelo Centro Universitário do Triângulo e Doutor em Ciências da Saúde pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. É Professor Associado do Curso de Fisioterapia da Universidade de Pernambuco – UPE, Campus Petrolina, Professor Permanente nos Programas de Mestrado Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI) e Programa de Mestrado e Doutorado em Reabilitação e Desempenho Funcional (PPGRDF). É o atual Coordenador Nacional da Associação Brasileira de Ensino em Fisioterapia – Abenfisio e faz parte do Banco de Avaliadores do Sinaes/BASis como Avaliador de Cursos de Graduação pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, Inep/MEC.

JOSIANE CLEIDE FONSECA VAZ
Graduada em Pedagogia pela Universidade da Bahia, Especialista em Psicopedagogia e Neuropsicopedagogia, Mestra em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares pela Universidade de Pernambuco. Docente da Rede Pública de Ensino desde 1994, atuando como coordenadora pedagógica, gestora escolar, assessora de formação e técnica educacional pela Secretaria Municipal de Educação de Juazeiro – BA. Durante esse percurso defendo que o campo educacional é muito vasto, atrativo e fundamental para o desenvolvimento da sociedade. É um trabalho que oportuniza “libertar” pessoas, onde todas as ações desenvolvidas impactam na construção da sociedade.

CRISTHIANE MARIA BAZÍLIO DE OMENA MESSIAS
Graduada em Nutrição pela Universidade Federal de Alagoas (2006) e Doutora em Ciências pela Universidade Federal de Alagoas (2012). Atualmente, é professora Livre Docente, Associada II E da Universidade de Pernambuco Campus Petrolina, do curso de graduação em Nutrição; Docente Permanente do Programa de Pós-Graduação Stricto sensu Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI) – Nível mestrado – modalidade profissional da Universidade de Pernambuco Campus Petrolina vinculada a linha de pesquisa “Educação, meio ambiente e saúde”. Também é docente colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Ciências e Tecnologia Ambiental para o Semiárido (PPGCTAS) – Nível mestrado – modalidade Acadêmica da Universidade de Pernambuco Campus Petrolina vinculada a linha de pesquisa Tecnologia Ambiental Aplicada ao Semiárido com ênfase em aproveitamento de resíduos na alimentação humana. Tem experiência na área de nutrição atuando principalmente nos seguintes temas: química dos alimentos, bioquímica da nutrição, nutrição e adolescente, transtornos alimentares, e educação e saúde.

VANESSA TERESINHA RIBEIRO
Graduada em Química pela Universidade Federal do Piauí (UFPI-2008). Graduada em Pedagogia pelo Centro Universitário Internacional (Uninter-2018). Especialista em Gestão e Educação Ambiental pela Universidade Estadual do Piauí (Uespi-2016). Mestra em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares pela Universidade de Pernambuco (UPE-2017). Trabalhou como Professora Substituta pela Secretaria Estadual de Educação e Cultura do Piauí (Seduc-2009-2012). Foi Técnica Administrativa em Educação do IFPI – Campus Paulistana (2013-2019). Atualmente é Professora Efetiva do IFPI – Campus Paulistana, no curso superior de Licenciatura em Química, área de Disciplinas Pedagógicas. Desde a graduação tem desenvolvido pesquisas com enfoque na interdisciplinaridade, momento em que realizou estudo sobre a “perícia criminal e o ensino de Química em uma perspectiva interdisciplinar”. No mestrado pesquisou sobre “as Práticas Interdisciplinares de Educação em Saúde no Curso Técnico em Mineração”. Possui publicação de trabalhos em eventos locais, regionais, nacionais e em revistas científicas, abordando como característica principal a interdisciplinaridade na educação.

LUCIANO JOSÉ VIANNA
Professor Adjunto da Universidade de Pernambuco (UPE)/Petrolina. Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI) da UPE/Petrolina. Doutor em “Cultures en contacte a la Mediterrània” (com menção “Doctor Internacional”) pela Universitat Autònoma de Barcelona (UAB) – com estágio de Doutorado pelo The Warburg Institute / University of London, School of Advanced Study. Pós-Doutorado em História como bolsista do Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD) da Capes na Universidade Federal de Sergipe (UFS). Mestre em “Ciències de l’Antiquitat i de l’Edat Mitjana” pela UAB. Mestre em História Social das Relações Políticas pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Licenciado em História pela Ufes. Coordenador do Spatio Serti – Grupo de Estudos e Pesquisa em Medievalística (UPE/Petrolina). Fundador/diretor da Roda da Fortuna – Revista Eletrônica sobre Antiguidade e Medievo (ISSN 2014-7430) e atua no corpo editorial da Medievalia – Revista d’Estudis Medievals (ISSN 2014-8410) do Institut d’Estudis Medievals (IEM).

LORENE ROSE RIBEIRO DOS SANTOS
Possui graduação em História pela Universidade de Pernambuco/Campus Petrolina (2007). Graduanda em Pedagogia pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) – Ensino a Distância – Polo Universidade Aberta do Brasil (UAB) Juazeiro Bahia (2016-2020). Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI) da Universidade de Pernambuco/Campus Petrolina, onde desenvolverá o projeto de pesquisa com o seguinte título provisório A relação entre a BNCC, o livro didático e a práxis pedagógica no ensino de História Medieval na rede pública de ensino de Juazeiro/Bahia. Integrante do grupo de pesquisa Spatio Serti – Grupo de Estudos e Pesquisa em Medievalística, coordenado pelo Prof. Dr. Luciano José Vianna (UPE/Petrolina). Professora efetiva da Rede Municipal de Ensino de Juazeiro Bahia (2015), e atualmente Assessora de Planejamento (2017) na Secretaria de Educação e Juventude da mesma cidade. Possui experiência no monitoramento e avaliação do Plano Municipal de Educação (PME) e políticas públicas voltadas para a educação.

MARIANNE LOUISE MARINHO MENDES
Bacharel em Nutrição pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB, 2002), Mestra em Ciência e Tecnologia dos Alimentos (UFPB, 2004) e Doutora em Ciência e Tecnologia dos Alimentos (UFPB, 2011). Professora Adjunta da Universidade de Pernambuco (UPE) Campus Petrolina, atuando no curso de graduação em Nutrição e no Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares – PPGFPPI (Mestrado Profissional).

EDIANE MARIA DA SILVA
Graduada em Pedagogia pela Universidade de Pernambuco (2007) e Pós-Graduada em Gestão de Recursos Humanos (UPE/2009). Bacharel em Serviço Social pela Universidade do Paraná (2019), Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares – PPGFPPI (Mestrado Profissional/UPE). Atualmente, é professora das séries iniciais Ensino Fundamental – SERVIÇO SOCIAL DO COMERCIO. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação.

MIRTES RIBEIRO DE LIRA
Pós-Doutora em Educação pela Universidade Federal de Pernambuco, Doutora em Educação pela Universidade Federal de Pernambuco, Mestra em Psicologia Cognitiva pela Universidade Federal de Pernambuco, Especialista em Educação Especial e Graduada em Psicologia e Pedagogia. Atualmente, é professora Adjunta da Universidade de Pernambuco, do Programa de Pós-Graduação em Educação – Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares – Mestrado Profissional – da Universidade de Pernambuco campus Petrolina e Orientadora do Programa Residência Pedagógica pela Universidade de Pernambuco. Tem experiência profissional em Coordenação Pedagógica, Orientação Educacional/Profissional e Gestão Escolar. Líder do grupo de pesquisa Linguagem, cognição e subjetividade, membro do Grupo de Pesquisa Educação em Ciências Naturais da UFPE e membro do Grupo de Pesquisa Laboratório de Pesquisa em Políticas Públicas, Currículo e Docência – Lappuc, da UFPE. Atuando principalmente, nos seguintes temas: linguagem, práticas discursivas e pedagógicas, currículo e formação docente, cognição e ensino de ciências.

ELISÂNGELA CAMPOS DAMASCENO SARMENTO
Mestra do Programa de Pós-Graduação em Educação – Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares – Mestrado Profissional – da Universidade de Pernambuco campus Petrolina. Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí Campus Paulistana. Membro do Grupo de Estudos em Linguagens, Cultura e Educação (GELCE – IFPI – Campus Paulistana). Membro da Comissão Científica do VII Congresso Nacional de Educação. Autora do livro intitulado “A Formação dos Professores e o Currículo do Curso Técnico numa Perspectiva de Prática Pedagógica Interdisciplinar”. Coordenou projetos financiados pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação do IFPI nos anos de 2018 e 2019, além de projetos financiados pela Pró-Reitoria de Extensão do IFPI nos anos de 2016 e 2017. Coordena projeto de pesquisa voluntária relacionado ao processo de letramento e retextualização nas turmas de 3º ano dos Cursos Técnicos Integrados ao Médio do IFPI Campus Paulistana. Desenvolve pesquisas concernentes às seguintes temáticas: formação de professores, currículo integrado, interdisciplinaridade, práticas pedagógicas interdisciplinares, letramento e retextualização.

EVANDRO DIAS AMORIM
Mestre do Programa de Pós-Graduação em Educação – Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares – Mestrado Profissional da Universidade de Pernambuco campus Petrolina. Graduado em Licenciatura em Letras pela Universidade de Pernambuco campus Petrolina. Especialista em Programação de Ensino de Língua Inglesa pela Universidade de Pernambuco. Atualmente é professor da Educação Básica da Secretaria de Educação do Estado da Bahia e da Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Inglesa.

WILDES MARILÉIA SOUZA ARAÚJO
Mestra do Programa de Pós-Graduação em Educação – Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares – Mestrado Profissional – da Universidade de Pernambuco campus Petrolina. Especialista em Psicopedagogia e licenciada em Pedagogia, pela Universidade de Pernambuco – Campus Petrolina. Autora do Livro: Plano Nacional de Educação e os Reflexos das Reformas Atuais na Formação do Pedagogo (2017). Atuou no Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera), no Programa Alfabetização Solidária. É militante da União Brasileira Mulheres (UBM). Com experiência em movimentos sociais como Secretaria de Formação da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB – PE). Formada pelo Centro de Estudos Sindicais (CES). Dirigente Sindical de 2006 a 2015, sendo a primeira mulher a presidir a entidade Sindical de classe do Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (Sindsemp). Coordenadora pedagógica da Rede de Municipal de Ensino de Petrolina-PE. Coordenadora Pedagógica do Estado da Bahia, desenvolvendo projetos vinculados ao cuidado e formação educacional dos adolescentes. Articuladora da rede de proteção da mulher, da juventude e diversidade.

ANTONIO MARCOS DOS SANTOS
Graduado em Licenciatura Plena em Geografia pela Uneb, mestre e doutor em Geografia pela UFPE. Professor Adjunto do colegiado de Geografia e docente do Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI) da UPE Campus Petrolina.

KALLIA PEREIRA DOS SANTOS
Professora de Geografia no Ensino Básico no município de Petrolina, Pernambuco. Graduada em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade de Pernambuco (UPE) Campus Petrolina. Mestra em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI).

ERNANI MARTINS DOS SANTOS
Doutor em Psicologia Cognitiva – linha de pesquisa Educação Matemática e Conceitos Científicos pela UFPE. É Professor Adjunto na Universidade de Pernambuco, atuando no Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (Campus Petrolina); Graduação em Matemática (Campus Mata Norte) e como Pró-Reitor de Graduação da Universidade (Reitoria). Atualmente, é Vice-Presidente da Regional da Sociedade Brasileira de Educação Matemática (SBEM-PE).

LAYARA KARUENNY OLIVEIRA SILVA LIMA
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI) pela Universidade de Pernambuco. Especialista em Língua Portuguesa pela Faculdade de Artes do Paraná e Produção de Mídias para a Educação On-line – Universidade Federal da Bahia. Professora efetiva da rede municipal de ensino na cidade de Dormentes – PE e da Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco. Coordenadora Municipal de Língua Portuguesa na cidade de Afrânio.

GEAM KARLO-GOMES
Doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Literatura e Interculturalidade (UEPB). Professor do Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares -PPGFPPI/UPE e do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Territórios Semiáridos PPGESA/UNEB. Líder do ITESI/CNPq – Grupo de Pesquisa Itinerários Interdisciplinares em Estudos Sobre o Imaginário. Membro do GT da Anpoll: Imaginário, representações literárias e deslocamentos culturais. Atua como formador de professores de Língua Portuguesa na Gerência Regional de Educação do Sertão do Médio São Francisco – SEE de Pernambuco. Tem experiências nas áreas de Letras, literatura, imaginário e cultura, imaginário e educação, metodologia do ensino de língua materna, ensino de leitura e produção textual, gêneros textuais, multimodalidade, pedagogia dos multiletramentos, educação literária, literatura infantil, sequências didáticas e formação de professores. Entre outros trabalhos, autor de O Diário de leituras na escola e na universidade: estudos do gênero e práxis pedagógica; Sequências didáticas na escola e na universidade: planejamento, práticas e reflexões sobre o ensino de gêneros textuais, ambos pela Mercado de Letras; Saberes Necessários ao Cotidiano Escolar: Gestão Escolar, Inovação Pedagógica, Educação e Tecnologia, Leitura e Escrita, pela Editora CRV e A antinomia comunismo-cristianismo: leitura mitológico-arquetípica da obra Assunção de Salviano, pela Edupe.

AURICÉLIA PIRES DE VASCONCELOS BERLARMINO
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares – PPGFPPI, da Universidade de Pernambuco – UPE – Campus Petrolina. Especialista em Linguística pela Universidade de Pernambuco – UPE. Especialista em Produção de Midas para Educação Online pela Universidade Federal da Bahia – UFBA. Graduada em Letras pelo Centro de Ensino Superior do Vale do São Francisco – Cesvasf. Professora de Língua Portuguesa da Rede Estadual de Educação de Pernambuco, atuando em formação de professores na Gerência Regional de Educação do Sertão do Médio São Francisco – GRE Petrolina.

JANAINA GUIMARÃES DA FONSECA E SILVA
Doutora em história pela Universidade federal de Pernambuco (2012), onde tem também graduação (2004) e mestrado (2007), na mesma área. Professora adjunta da Universidade de Pernambuco, Campus Mata Norte em Nazaré da Mata, onde também é membro permanente do programa profissional em Ensino de História (PROFhistoria) e do NDIS (Núcleo de diversidade e identidades Sociais). No Campus Petrolina é membro permanente do Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI). Tem experiência na área de ensino de História, educação e relações de gênero, atuando principalmente nos seguintes temas: estudos interdisciplinares, educação, gênero e mulheres.

CAMILA DOS PASSOS ROSENO
Licenciada em História pela Universidade de Pernambuco (UPE) – Campus Petrolina. Mestra em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI) da UPE-Petrolina. Seu projeto de pesquisa do mestrado foi contemplado com uma bolsa acadêmica da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe) e o título da sua dissertação de mestrado é “Escola Sem Partido: um ataque as políticas educacionais em gênero e diversidade sexual no Brasil”. Atualmente, está cursando o Doutorado em Educação na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), sendo orientada pela professora Dra. Daniela Auad e participa do Grupo de Pesquisa Educação, Comunicação e Feminismos – Flores Raras. Sua pesquisa atual é sobre saberes docentes e trajetórias de professoras lésbicas. Tem concentrado as suas pesquisas na área de Gênero e Educação, Formação Docente e Lesbianidades.

MARIA JORGE DOS SANTOS LEITE
Professora adjunta da Universidade de Pernambuco, Campus Petrolina localizada no Colegiado de Nutrição, atuando também como colaboradora no Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares -PPGFPPI. Licenciatura em História pela Universidade Regional do Cariri (Urca, 1989), é Mestra em Sociologia Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC, 2001); Doutora em Educação pela mesma universidade (2012). Tem experiência nas áreas de Educação, Sociologia, Antropologia, Filosofia e História. Pesquisa as seguintes temáticas: História da Educação e das Instituições Escolares; Políticas públicas Educacionais e Formação de Professores; Cultura Escolar; História de Vida, Oralidade e Memória; História Local; Movimentos Sociais; Comunidades Quilombolas e Indígenas; territorialidades, Identidades; Questões de Gênero; Antropologia Rural e Urbana; Seca e políticas públicas para o Nordeste; Messianismo, Sebastianismo, Religiosidade e Cultura Popular; Biografias; Ditadura Militar no Brasil; Cultura Política; Questões Agrárias e Campesinato; Estudos literários. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em História e Educação do Sertão do São Francisco (GEPHESF). Coordena a Linha de pesquisa Educação e Movimentos sociais (EMOS).

ANGLA PEREIRA DOS SANTOS RODRIGUES
Mestra em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI), Universidade de Pernambuco – UPE Campus Petrolina. Graduada em História pela Faculdade de Tecnologias e Ciências – FTC. Atualmente, é professora da Educação Básica das disciplinas de História nas redes Estadual e Municipal. Tem experiência no ensino de História com ênfase em Identidade e memória. Atua nos seguintes temas: História da educação, Epstemologia da História e Ensino de História.

MARYLUCE ALBUQUERQUE DA SILVA CAMPOS
Formada em Bacharelado em Biologia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Mestra e Doutora em Biologia de Fungos (UFPE). Atualmente docente adjunto da Universidade de Pernambuco (UPE) Campus Petrolina. Docente colaborador do Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI) e docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental (PPGCTA), ambos programas da UPE Campus Petrolina. Atua em temas relacionados ao ambiente natural e agrário, incluindo educação ambiental.

CHARLE JEAN ALVES DA SILVA
Mestre em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI) pela universidade de Pernambuco (UPE), com ênfase em Educação Ambiental. Pós-Graduado em Docência em Biologia pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), especializado em Biologia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Licenciado Pleno em Disciplinas Específicas do Ensino Básico pela Universidade Estadual do Ceará (Uece), Engenheiro Agrônomo pela Universidade do Estado da Bahia (Uneb). Professor dos cursos Técnicos de Agropecuária, Meio Ambiente e Segurança do Trabalho do Cetep SSF em Juazeiro-BA. Professor de Biologia do curso preparatório para o Enem do Colégio Plenus em Petrolina-PE. Nascido em Senhor do Bonfim, manteve desde cedo contato com ambientes rurais, aguçou assim a curiosidade e interesse pelos fenômenos naturais. Aquele menino que fez magistério de forma despretensiosa, hoje ver na educação a possibilidade de transformar, tornar as pessoas interessadas pelo processo de aprendizagem capaz de libertá-las, de desenvolver a sua autonomia frente a uma realidade de imposição industrial, cultural e educacional. O agrônomo e biólogo, que um dia descobriu que ser professor era a sua vocação natural, enxerga na contextualização, no estudo a partir dos problemas locais a possibilidade de formar cidadãos