Capa do livro: ESTUDOS DA DEFICIÊNCIA: <br>anticapacitismo e emancipação social

ESTUDOS DA DEFICIÊNCIA:
anticapacitismo e emancipação social

Autores: Marivete Gesser - Geisa Letícia Kempfer Böck - Paula Helena Lopes (Orgs.)

livro digital
de R$ 0,00 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

A luta anticapacitista é necessária e urgente, seja no campo acadêmico ou na militância política e social. Em uma sociedade em que valores como autonomia e independência ditam os modos de existir, uma grande parcela da população é negligenciada em seu direito à participação e justiça social. Este livro surge do encontro de pessoas com e sem deficiência, as quais são estudiosas e pesquisadoras da área e que, de alguma maneira, são tocadas pela experiência da opressão capacitista e, com isso, são impulsionadas a produzir este rico material para leitura.  Nos capítulos apresentados fica evidente o quanto o debate sobre o capacitismo pode ser esmiuçado, estudado e compreendido sob diferentes perspectivas e lócus em que se faz presente. Os textos produzidos se destinam a comunidade em geral, principalmente para estudantes e profissionais que possuem interesse no campo dos estudos da deficiência. Visando ampliar o diálogo e as coalizões, para além dos integrantes do NED/UFSC e do LEdI/UDESC, outros pesquisadores, profissionais e estudiosos do Brasil e do Exterior foram convidados a compor esse trabalho e, assim, colaborativamente e na horizontalidade, foi construído e organizado a muitas mãos o livro  Estudos da deficiência: anticapacitismo e emancipação social.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-5868-467-1
ISBN DIGITAL:978-65-5868-468-8
DOI: 10.24824/978655868467.1
Ano de edição: 2020
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 248
Formato do Livro: 16x23 cm
Número da edição:1

Sumário

ESTUDOS DA DEFICIÊNCIA: <br>anticapacitismo e emancipação social

Autores

ALANA LAZARETTI SOLVALAGEM
É mestranda do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina (Área de concentração: Psicologia Social e Cultura / Linha de Pesquisa: Processos de subjetivação, Gênero e Diversidades). É graduada em Psicologia pela Universidade Comunitária da Região de Chapecó – UNOCHAPECO. Membro do Núcleo de Estudos Sobre Deficiência NED/UFSC, desenvolvendo pesquisa no campo dos Estudos da Deficiência e Ética do Cuidado.

ANA PAULA DO NASCIMENTO BARROS
É Assistente Social da carreira Socioeducativa do Distrito Federal. Doutoranda e Mestre em Política Social pela Universidade de Brasília - UnB; Graduada em Serviço Social pela Universidade de Brasília - UnB. É pesquisadora do grupo de pesquisa: Deficiência, Direitos e Políticas do Departamento de Serviço Social da UnB

ANAHÍ GUEDES DE MELLO
É antropóloga, doutora em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atualmente é pesquisadora da Anis - Instituto de Bioética; pesquisadora colaboradora do Núcleo de Estudos sobre Deficiência da UFSC; e membro do Grupo de Estudos Antropologia e Deficiência (GEAD), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). É também coordenadora do Comitê Deficiência e Acessibilidade da Associação Brasileira de Antropologia (ABA) e membro do GT Estudios críticos en discapacidad do Conselho Latino-americano de Ciências Sociais (CLACSO). Seus interesses atuais de pesquisa são em autoetnografias, com temáticas na interface entre antropologia feminista, estudos sobre deficiência e os estudos queer e crip.

CARLA BIANCHA ANGELUCCI
É Psicóloga. Doutora em Psicologia Social e Mestra em Psicologia Escolar pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo. Docente na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo na área de Educação Especial. Coordena a linha de pesquisa Táticas para o enfrentamento à produção de um não lugar para as diferenças na escola do Grupo Políticas Públicas em Educação Especial, cadastrado no CNPq. Pesquisa processos de medicalização da deficiência.

DÉBORA MARQUES GOMES
É Técnica do Laboratório de Educação Inclusiva - LEdI, do Centro de Educação a distância - CEAD, da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC. Psicóloga graduada pela Universidade do Sul de Santa Catarina com especialização em Políticas Públicas, Gestão e Serviços Sociais pela Universidade Cândido Mendes. Integra o Grupo de estudos do Laboratório de Educação Inclusiva - LEdI/CEAD/UDESC. É Coordenadora do Núcleo de Acessibilidade - NAC/CEAD/UDESC e membro do Núcleo de Acessibilidade Educacional - NAE/UDESC. Atua junto aos programas e projetos de extensão relacionados ao campo dos Estudos sobre Deficiência do LEdI/CEAD/UDESC.

DENISE DE SIQUEIRA
É funcionária da Universidade Federal de Santa Catarina. Bacharela em Relações Internacionais pela Universidade do Vale do Itajaí; Pós-graduada em Administração, Gestão Pública e Políticas Sociais pela Uniesc/Dom Bosco; Mestre em História, Urbanismo e Arquitetura das Cidades pela Universidade Federal de Santa Catarina com foco nas pesquisas em urbanismo e meio ambiente, direcionadas à acessibilidade de praias, acesso a cursos d’água e esportes aquáticos adaptados, como pesquisadora insider (método autoetnografico); pesquisadora do Núcleo de Estudos sobre Deficiência (NED/UFSC); pesquisadora do Grupo Interdisciplinar Surf & Sustainability Research Group (SandS/UFSC) e membro do Comitê de Acessibilidade Espacial UFSC, Portaria n°1277/2013GR.

ELOISA BARCELLOS DE LIMA
É docente de Educação Especial no Colégio de Aplicação-UFSC. Doutora em Epistemologia e História da Ciência pela Universidad Tres de Febrero -UNTREF -AR. Graduada em Pedagogia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS-BR. É colaboradora do Núcleo de Estudos sobre Deficiência (NED – UFSC). coordenadora do projeto DUA-COAMAR/UFSC.

FERNANDA GRANGEIRO MALTY
Seixas Busse é bacharela em Direito pela Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL; advogada, graduanda do curso de psicologia. integrante do Núcleo de Estudos sobre Deficiência (NED - UFSC) e militante feminista.

GEISA LETÍCIA KEMPFER BÖCK
É Professora do Laboratório de Educação Inclusiva, no Centro de Educação a Distância da Universidade do Estado de Santa Catarina (LEdI/CEAD/UDESC). Doutora em Psicologia e Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); Graduada em Educação Especial pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Desenvolve atividades de ensino, pesquisa e extensão no campo dos Estudos da Deficiência.

JANETE LOPES MONTEIRO
É graduada em pedagogia pela UNIVALI, especialista em educação especial inclusiva e mestra em educação pela FURB. Atua como pedagoga na Coordenadoria de Acessibilidade Educacional (CAE/UFSC), participa do Núcleo de Estudos sobre deficiência (NED/UFSC) e estuda temas relacionados a área da educação inclusiva, estudos sobre deficiência e acessibilidade.

JOSEANE DE OLIVEIRA LUZ
É graduada em Psicologia e Especialista em Avaliação Psicológica pela Universidade do Planalto Catarinense - Uniplac; Mestranda em Psicologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, integrante do Núcleo de Estudos sobre Deficiência (NED/UFSC). Psicóloga no Sistema Único de Assistência Social da Prefeitura Municipal de Lages, SC.

JULIANA CAVALCANTE MARINHO PAIVA
É graduada em Psicologia e mestre em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Doutoranda em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); pesquisadora colaboradora do Núcleo de Estudos sobre Deficiência (NED/UFSC). Desenvolve pesquisas no campo dos Estudos da Deficiência.

JULIANA SILVA DOS SANTOS MARTINS
É docente da educação especial no Colégio de Aplicação-UFSC. Graduada em Pedagogia habilitação anos iniciais na UDESC e com habilitação em educação especial na UFSC. Especialização em Psicopedagogia Escolar-UNOESC. Membro do NED/UFSC-Núcleo de Estudos sobre Deficiência desde 2018.

KARLA GARCIA LUIZ
É graduada em Psicologia pela UNISANTOS, mestra em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e em doutoramento em Psicologia pela mesma universidade (UFSC). Membro do Núcleo de Estudos Sobre Deficiência (NED/UFSC). Psicóloga do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IFSC).

LARISSA GOMES ORNELAS PEDOTT
É graduada em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP), com especialização em Práticas Psicológicas pelo Instituto de Psicologia da USP e Mestra em Educação pela Faculdade de Educação da USP. Psicóloga do Núcleo de Assessoria Técnica Psicossocial do Ministério Público do Estado de São Paulo na área da Educação. Pesquisa a organização de políticas públicas para oferta da modalidade de educação especial na perspectiva inclusiva.

LÍVIA BARBOSA
É graduada em Serviço Social pela Universidade de Brasília - UnB (2006), mestre e doutora em Política Social pela UnB, com estágio doutoral no El Colegio Mexiquense (Toluca, Mexico). É professora adjunta do Departamento de Serviço Social da Universidade de Brasília (UNB), pesquisadora da Anis: Instituto de Bioética, Direitos Humanos e Gênero e líder do grupo de pesquisa Deficiência, Direitos e Políticas, do Departamento de Serviço Social da UnB.

LUCIANA STOPPA DOS SANTOS
É graduada em Psicologia pela UFSCar. Psicóloga clínica e escolar. Mestra em Educação Especial pela UFSCar e Doutoranda em Educação pela Faculdade de Educação da USP-SP. Coordenadora Técnica na Associação Síndrome de Down de Ribeirão Preto - Ribdown.

MARCIA MORAES
É Psicóloga. Doutora em Psicologia Clínica pela PUC/SP. Professora Titular do Departamento de Psicologia da Universidade Federal Fluminense/UFF. Docente permanente no PPG de Psicologia da UFF. Coordenadora do grupo de pesquisa Entre_Redes e do Laboratório PesquisarCOM/UFF. Coordena o Projeto de Pesquisa/Extensão Perceber sem Ver, voltado para pessoas cegas e com baixa visão. Recebe financiamento de pesquisa da Faperj (Cientista do Nosso Estado) e do Cnpq.

MARIVETE GESSER
É Psicóloga. Mestre em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e Doutora em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina/UFSC. Professora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFSC. Coordenadora no Núcleo de Estudos sobre Deficiência (NED) e integrante do Laboratório de Psicologia Escolar Educacional e do Instituto de Estudos de Gênero (IEG) da mesma universidade. Desenvolve atividades de ensino, pesquisa e extensão no campo da deficiência. Recebe financiamento do CNPQ.

PAMELA BLOCK
É Professora de Antropologia na Western University em Ontario, Canadá. É membro da Society for Applied Anthropology e ex-presidente dos Society for Disability Studies. Tem interesse nos seguintes temas: marginalização múltipla e nas interseções de gênero, raça, pobreza e deficiência; movimentos de libertação da deficiência (justiça e direitos) e opressão da deficiência (eugenia, esterilização, encarceramento em massa e eliminação) no Brasil, Estados Unidos e Canadá. Finalmente, participa ativamente de discussões sobre o surgimento de estudos de neurodiversidade e capacitismo no Brasil e em outros países do Sul Global.

PAULA HELENA LOPES
É docente do Curso de Psicologia da Unisociesc; Doutoranda e Mestre em Psicologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC; Graduada em Psicologia pela Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI. É pesquisadora do Núcleo de Estudos sobre Deficiência (NED – UFSC) e militante feminista.

ROSE CLÉR ESTIVALETE BECHE
É graduada em Pedagogia e Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado de Santa Catarina - FAED/UDESC. Professora do Centro de Educação a Distância da UDESC (CEAD/UDESC).Atualmente coordena o Núcleo de Acessibilidade Educacional da Universidade do Estado de Santa Catarina.

SABRINA MANGRICH DE ASSUNÇÃO
É mestranda no Programa de Pós Graduação em Geografia da Universidade Federal de Santa Catarina (área de concentração: Utilização e Conservação de Recursos Naturais / linha de pesquisa: Geografia em Processos Educativos. É graduada (Bacharela e Licenciada) em Geografia na Universidade Federal de Santa Catarina. É Técnica em meio ambiente no Instituto Federal de Santa Catarina. Membro do Núcleo de Estudos sobre Deficiência (NED/UFSC) e pesquisadora do grupo de pesquisa Observatório de Áreas protegidas (OBSERVA/UFSC). Áreas de interesse de pesquisa: estudos sobre deficiência, educação ambiental e estudos geoambientais.

SIMONE DE MAMANN FERREIRA
É Professora de Educação Especial do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Doutoranda em Psicologia Social (UFSC), Mestre em Educação (UFSC), Graduada em Educação Especial pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Graduada em Pedagogia pela Faculdade Educacional da Lapa (FAEL), especialização em Educação de Surdos: Aspectos Culturais, Políticos e Pedagógicos (IFSC/SJ). É pesquisadora do Núcleo de Estudos sobre Deficiência (NED – UFSC).

SOLANGE CRISTINA DA SILVA
É Professora no Centro de Educação a Distância da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Doutora em Psicologia e Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); Graduada em Psicologia pela Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP). Atualmente é coordenadora do Laboratório de Educação Inclusiva (LEdI/CEAD/UDESC) e desenvolve atividades de ensino, pesquisa e extensão no campo dos Estudos da Deficiência.

TARSO GERMANY DORNELLES
É licenciado em Geografia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, professor da rede estadual de Santa Catarina, mestrando em Geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina, integrante do Núcleo de Estudos sobre Deficiência (NED/UFSC).

THAÍS BECKER HENRIQUES SILVEIRA
É graduada em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina e mestranda em Direito pela Universidade de São Paulo, com pesquisa na área de deficiência, gênero e políticas públicas. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas das Políticas Públicas para Inclusão Social (GEPPIS/USP) e do Núcleo de Estudos sobre Deficiência (NED/UFSC). Advogada, ativista dos direitos das pessoas com deficiência e integrante do Coletivo Feminista Helen Keller.