Capa do livro: ENCICLOPÉDIA DAS LÍNGUAS ARAWAK <br> ACRESCIDA DE SEIS NOVAS LÍNGUAS E DOIS BANCOS DE DADOS <br> Volume II

ENCICLOPÉDIA DAS LÍNGUAS ARAWAK
ACRESCIDA DE SEIS NOVAS LÍNGUAS E DOIS BANCOS DE DADOS
Volume II

Autores: Henri Ramirez

livro impresso
de R$ 159,90 por
livro digital
de R$ 159,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Concebida como o melhor trabalho comparativo arawak produzido nesses últimos 30 anos, esta Enciclopédia das línguas arawak apresenta e classifica as 56 línguas arawak, vivas ou extintas, de que temos registros linguísticos. Com esta publicação magnífica, um dos maiores especialistas em línguas indígenas da América do Sul contribui grandemente e renova os estudos sobre a família arawak.
O objetivo desta enciclopédia não é simplesmente fornecer uma síntese dos estudos linguísticos anteriores, mas dar uma nova visão das línguas arawak e apresentar a suma dos trabalhos comparativos do autor sobre essas línguas. Portanto, esta investigação contém muitos dados novos. Uma nova classificação das línguas arawak em 12 subgrupos aparece como passo inicial e obrigatório. Esse passo é comparável aos primeiros passos da classificação da família indo-europeia no século XIX (itálico, grego, germânico, etc.), na medida em que a intuição entra em jogo e nos dita o que deve aparecer junto. É somente depois desse primeiro esboço intuitivo que se deve argumentar com feixes de correspondências fônicas, lexicais e gramaticais. Por incrível que pareça, depois de dois séculos de estudos desorganizados, a linguística arawak ainda nem chegou a esses primeiros passos.  

O volume II da Enciclopédia das línguas arawak expõe minuciosamente as 13 línguas (baniwa-koripako, warekena, mandawaka, piapoco, achagua, yukuna, kabiyari, kauixana, resígaro, wainumá, passé, yumana, mepuri) do Subgrupo Japurá-Colômbia (JC), um dos 12 subgrupos da nova classificação das línguas arawak, com dados inéditos sobre o kauixana e o mepuri, assim como informações históricas detalhadas para cada língua. A reconstrução fonológica da protolíngua e sua classificação interna sugerem fortemente que a origem de JC deve ser procurada no baixo rio Japurá (Brasil), não muito longe do rio Amazonas, por volta de 2.000 anos atrás. De lá, alguns grupos de JC entraram no rio Apapóris e foram até a Colômbia. No capítulo 1, o autor propõe sua nova classificação das línguas arawak em 12 subgrupos. Cada subgrupo é intrinsecamente definido a partir de correspondências fônicas diagnósticas e de um número elevado de cognatos em comum. O capítulo 2 é uma crítica dos métodos classificatórios tradicionais ou modernos, como a glotocronologia, a cladística e os métodos evolucionários (ML com seu bootstrap, Inferência Bayesiana com suas probabilidades a posteriori, etc.). Esses modelos utilizados em física nuclear ou em biologia não podem ser aplicados a línguas, cujas mudanças nada têm a ver com a evolução dos animais ou das plantas.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-5578-892-1
ISBN DIGITAL:978-65-5578-893-8
DOI: 10.24824/978655578892.1
Ano de edição: 2020
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 208
Formato do Livro: 21x28 cm
Número da edição:1

Sumário

ENCICLOPÉDIA DAS LÍNGUAS ARAWAK <br> ACRESCIDA DE SEIS NOVAS LÍNGUAS E DOIS BANCOS DE DADOS <br> Volume II

Autores

HENRI RAMIREZ
Dr. Ramirez é um dos linguistas mais ativos do Brasil. Publicou 18 livros, entre os quais vários trabalhos didáticos dedicados às populações indígenas. Depois de receber o diploma de Engenheiro da École Centrale des Arts et Manufactures (França) em 1977, o autor desta Enciclopédia mudou de percurso, aperfeiçoou-se e doutorou-se em Linguística na Université de Provence (França) em 1994. Especializado em línguas amazônicas, pesquisou sucessivamente o bahuana (família arawak), o yanomami, o ye’pâ-masa (família tukano), o warázu (família tupi), o baniwa (família arawak) e o hup (família maku). Dr. Ramirez foi professor de Linguística na Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e na Universidade Federal de Rondônia (UNIR). Junto com as Missões Salesianas da Amazônia Brasileira, desenvolveu programas de educação bilíngue no Norte do Brasil.