Capa do livro: ENCICLOPÉDIA DAS LÍNGUAS ARAWAK <br> ACRESCIDA DE SEIS NOVAS LÍNGUAS E DOIS BANCOS DE DADOS <br> Volume III

ENCICLOPÉDIA DAS LÍNGUAS ARAWAK
ACRESCIDA DE SEIS NOVAS LÍNGUAS E DOIS BANCOS DE DADOS
Volume III

Autores: Henri Ramirez

livro impresso
de R$ 189,90 por
livro digital
de R$ 189,90 por

Disponibilidade: 2 Dia(s)
+ Prazo de Frete

Na Compra de 3 livros do site, frete grátis

Na Compra de 2 livros do site, 50% de desconto do frete

Na Compra de 1 livro do site, 15% de desconto do frete

 
Indique para um amigo
Insira seu CEP para calcular o frete:

Sinopse

Concebida como o melhor trabalho comparativo arawak produzido nesses últimos 30 anos, esta Enciclopédia das línguas arawak apresenta e classifica as 56 línguas arawak, vivas ou extintas, de que temos registros linguísticos. Com esta publicação magnífica, um dos maiores especialistas em línguas indígenas da América do Sul contribui grandemente e renova os estudos sobre a família arawak.
O objetivo desta enciclopédia não é simplesmente fornecer uma síntese dos estudos linguísticos anteriores, mas dar uma nova visão das línguas arawak e apresentar a suma dos trabalhos comparativos do autor sobre essas línguas. Portanto, esta investigação contém muitos dados novos. Uma nova classificação das línguas arawak em 12 subgrupos aparece como passo inicial e obrigatório. Esse passo é comparável aos primeiros passos da classificação da família indo-europeia no século XIX (itálico, grego, germânico, etc.), na medida em que a intuição entra em jogo e nos dita o que deve aparecer junto. É somente depois desse primeiro esboço intuitivo que se deve argumentar com feixes de correspondências fônicas, lexicais e gramaticais. Por incrível que pareça, depois de dois séculos de estudos desorganizados, a linguística arawak ainda nem chegou a esses primeiros passos.
 
O Volume III da Enciclopédia das línguas arawak trata dos outros subgrupos arawak. Os subgrupos Central, Médio Rio Negro e Alto Orinoco são apresentados nos capítulos 1 e 2. Com o subgrupo central, é quase todo o curso médio do rio Amazonas que agora se revela povoado por grupos arawak, quando os europeus chegaram lá no começo do século XVII. O estudo dos topônimos em -waʔʊ “rio” permite delinear melhor a extensão do subgrupo central, do baixo rio Negro até a Guiana Inglesa. O capítulo 3 explora um subgrupo altamente diaspórico, o Subgrupo Amazonas-Antilhas, que, em uma certa época, teria surgido na artéria central da Amazônia e efetuado uma extraordinária migração: para o rio Solimões (marawá, waraiku), para o rio Negro (wirina) e, do rio Negro e do rio Branco, para o litoral Atlântico (lokono, guajiro, paraujano) e para as Índias Ocidentais (iñeri, taino). O capítulo 4 é uma crítica do reagrupamento amuesha-chamicuro proposto por Payne (1991) e desenvolvido por Parker (1991). O autor mostra por que os argumentos lexicais e fonológicos apresentados até hoje não têm cabimento. O capítulo 5 descreve o Subgrupo Bolívia (mojeño, baure, paunaka, tereno) e nota pela primeira vez sua extraordinária coesão. A apresentação histórico-comparativa dessas quatro línguas culmina num mapa de mais de 500 cognatos e numa descoberta de mudanças vocálicas em cadeia, mudanças muito complicadas que permitem reconstruir o sistema fônico do proto-bolívia. Termina-se a descrição do subgrupo Bolívia pela exclusão de uma língua falsificada, o apolista. A história desta falsificação é um dos relatos “policiais” mais interessantes da história da linguística. Segue, no último capítulo do Volume III, a apresentação dos outros subgrupos.

Detalhes do produto

Editora: EDITORA CRV
ISBN:978-65-251-0234-4
ISBN DIGITAL:978-65-251-0232-0
DOI: 10.24824/978652510234.4
Ano de edição: 2020
Distribuidora: EDITORA CRV
Número de páginas: 290
Formato do Livro: 21x28 cm
Número da edição:1

Sumário

ENCICLOPÉDIA DAS LÍNGUAS ARAWAK <br> ACRESCIDA DE SEIS NOVAS LÍNGUAS E DOIS BANCOS DE DADOS <br> Volume III

Autores

HENRI RAMIREZ
Dr. Ramirez é um dos linguistas mais ativos do Brasil. Publicou 18 livros, entre os quais vários trabalhos didáticos dedicados às populações indígenas. Depois de receber o diploma de Engenheiro da École Centrale des Arts et Manufactures (França) em 1977, o autor desta Enciclopédia mudou de percurso, aperfeiçoou-se e doutorou-se em Linguística na Université de Provence (França) em 1994. Especializado em línguas amazônicas, pesquisou sucessivamente o bahuana (família arawak), o yanomami, o ye’pâ-masa (família tukano), o warázu (família tupi), o baniwa (família arawak) e o hup (família maku). Dr. Ramirez foi professor de Linguística na Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e na Universidade Federal de Rondônia (UNIR). Junto com as Missões Salesianas da Amazônia Brasileira, desenvolveu programas de educação bilíngue no Norte do Brasil.